Washington, um tubérculo duro de mastigar…
Washington pode se reeleger vice...

Washington, um tubérculo duro de mastigar…

Washington pode se reeleger vice…

Na Rádio Capital, programa “Bastidores da Capital”, com Ivison e Mônica Moreira Lima, vez por outra, opino sobre temas os mais variados, como buraco das ruas, trânsito caótico, saúde sofrível, educação decadente, prefeitos corruptos e incompetentes e até sobre mulher pelada, conforme me convoca o âncora. Porém, os temas mais solicitados pelos ouvintes via telefone, internet ou nos encontros de shoppings, restaurantes e bares, versam sobre política partidária, resvalando para a inevitável pergunta “quem está na frente nas pesquisas?”, já que sou ligado ao Instituto Data M.
Muitas vezes, saímos pela tangente, na falta de informações mais substanciosas ou no afã de sermos honestos com os nossos interlocutores. Mas é difícil sair de laços armados pelas pessoas que nos ouvem ou que nos leem no quotidiano. Assim, temos que formular teses e fazer prognósticos muito sucintos para nos livrarmos depressa dessas armadilhas verbais.
No momento, a pergunta mais em voga: “A governadora Roseana Sarney deixará o Palácio dos Leões para se candidatar, ano que vem, a outro mandato de senadora?” Permanecerá no governo até o fim para tentar fazer seu sucessor o atual secretário de Infraestrutura , Luís Fernando?
E lá vou eu, divagando, mas nem tanto. José Sarney, que se recupera de uma pneumonia anciã, tem preferência pelo ministro das Minas e Energia e ex-governador do Maranhão, Edison Lobão para substituir a filha. Pelo menos externa isso. Se não for apenas para acalmar Edinho Lobão… Mas Roseana e Jorge Murad querem mesmo é Luís Fernando. E ponto.
Fórmulas mirabolantes foram engendradas para que os Leões tenham um domador amigo, durante o processo da sucessão estadual. Uma delas: a renúncia da governadora Roseana e do seu vice, Washington Oliveira, para que se realizasse uma eleição indireta, cujos atores seriam Arnaldo Melo e Max Barros. Com isso, Roseana flanaria, leve e solta, rumo ao Senado.
Mas tem uma macaxeira no meio do caminho. E no meio do caminho tem uma macaxeira. Por isso, a engenharia falhou. Washington tem cara, mas não é. Assim, se houver a disposição (melhor seria dizer indisposição) de Roseana permanecer governadora até dezembro de 2014, para passar a faixa ao seu sucessor, seja aliado ou não, Washington Oliveira, naturalmente, também permanecerá vice no mesmo período, descartando o sonho de ser titularizado governador do Estado. Mas ele tem uma vantagem, se é que se pode assim dizer: poderá ser novamente candidato a vice – de Luís Fernando… Por que não de Flávio Dino? Dependeria de como atuará junto ao diretório estadual do PT, ganhando fôlego para conduzir os petistas na direção que a maioria desejar. E decidir.
O teste de fogo está batendo à porta de Washington, já que a eleição interna do PT está bem aí. Dependendo do resultado, aquele tubérculo conhecido como macaxeira estará mais caro, nos próximos dias, não só nas bolsas de apostas, mas também nas feiras e mercados de todo o Maranhão.
Penso que me livro do ouvinte/leitor/eleitor. Mas ele me puxa de novo pelo braço, ou pela boca: “Bom, se Roseana Sarney não é candidata a senadora, quem vai ser o nome do grupo?” Bom, isso é tema para outra conversa, siô…

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. ESSE WASHGTON ALEM DE SER UM SEM VOTOS,É TAMBEM UM PAL MANDADO DA FAMILIA SARNEY,NEM PARTICIPOU DA REUNIAO DA ESCOLHA DE LUIS FERNANDO PRA CANDIDATO A GOVERNO DO GRUPO,E OUTRA A GOVERNADORA TA LEVANDO O PSDB PARA SEU GRUPO,NUM É POSSIVEL QUE O PT AINDA CONTUNUARÁ A APOIA-LA POIS NUNCA TIVERAM NENHUMA SECRETARAI DE PESO NESSE GOVERNO,COISA QUE O PSDB TERÁ EM BREVE

Deixe uma resposta