Viúva de assessor de Eduardo Campos fala pela primeira vez sobre tragédia
Cecília Ramos, viúva de Carlos Percol, disse que ele vivia o melhor momento da vida (Foto: Luna Markman/G1)

Viúva de assessor de Eduardo Campos fala pela primeira vez sobre tragédia

Com Percol não tinha tempo ruim’, disse Cecília Ramos nesta quinta. Ela participou de missa na casa da família do ex-governador de PE.

Luna Markman e Mariana OliveiraDo G1 PE e do G1 Política

A jornalista Cecília Ramos, viúva de Carlos Augusto Ramos Leal Filho, o Percol, assessor de Eduardo Campos que morreu em acidente aéreo que também vitimou o candidato à Presidência do PSB, falou nesta quinta-feira (14), pela primeira vez, sobre a morte do marido. Ela disse que “não adianta procurar explicação” para o episódio, mas que a conforta o fato de que o marido estava feliz, no “melhor momento da vida dele”.

“Eles estavam felizes. Eu falei com Percol na madrugada [que antecedeu o acidente]. Com Percol não tinha nada de tempo ruim. Sempre dedicação total à campanha, eram uma dupla. […] Ele estava feliz, e a felicidade dele era a minha. […] Eu só queria que ele soubesse que ele foi a melhor coisa do mundo. Era uma pessoa extremamente do bem, transformava coisas ruins em lição, aprendizado”, afirmou a viúva de Percol, após missa realizada na casa de Campos.

Cecília Ramos chorou ao lembrar que estavam casados havia quatro meses e disse que chegou a pedir licença do trabalho para ir para São Paulo e ajudar na campanha. “A gente casou há quatro meses. Eu dizia que não fazia questão de perdê-lo para Eduardo, porque era uma admiração mútua, uma companhia, e ele tava tão feliz. A felicidade dele era a minha.”

Segundo a mulher de Carlos Percol, o marido não reclamava de cansaço durante a campanha, mesmo ficando muito tempo longe da família. “Eles só falavam como estavam felizes. Não os via reclamando de cansaço, como se eles não fossem humanos, como se a missão fosse essa mesmo”, destacou.

Cecília contou ainda que conversou com o marido de madrugada, horas antes do acidente, e que ele e Campos estavam felizes com a atuação do presidenciável em entrevista concedida ao Jornal Nacional.

Uma missa em homenagem a Eduardo Campos reuniu, na tarde desta quinta-feira (14), 150 amigos, familiares e políticos na casa do candidato à Presidência, no Recife.

A mãe do político, Ana Arraes, estava na primeira fileira da missa. Conforme o padre, ela estava “saudosa” e participou da cerimônia. O tio dele, o cineasta Guel Arraes, também assistiu à celebração.

Cecília Ramos, viúva de Carlos Percol, disse que ele vivia o melhor momento da vida (Foto: Luna Markman/G1)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. Georlanny Carvalho Bastos

    Sem palavras… A perda de alguém tão especial é algo que jamais esqueceremos!

Deixe uma resposta