Violência no trânsito! Jornalista e cantor André Lobo foi morto covardemente próximo ao Pingão
André Lobo, morto pela brutalidade de alguns que se dizem humanos.

Violência no trânsito! Jornalista e cantor André Lobo foi morto covardemente próximo ao Pingão

André Lobo, morto pela brutalidade de alguns que se dizem humanos.

André Lobo estava acompanhado de uma amiga por nome Tereza que, também, foi baleada na perna e está hospitalizada. Ela relata que não houve discussão

Pedro Sobrinho – Imirante.com

O jornalista e cantor André Lins Martins Gonçalves, conhecido no mundo artístico como André Lobo,  foi assassinado covardemente, nesta quinta-feira (8), no Retorno da Forquilha. A vítima foi levada, ainda, para o Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo informações, André estava em companhia de uma amiga identificada como Tereza que, também, foi baleada na perna. Ela está internada no Socorrão I.

Em relato a um parente do músico, ela disse que os dois resolveram se divertir em um bar na região da Forquilha, por volta das 5h da madrugada, quando foram surpreendidos com uma colisão violenta causada por um EcoSport, dirigido em alta em velocidade. A jovem conta que não houve discussão. Apenas André disse que iria acionar a perícia alegando não ter tido culpa. De repente, apareceram vários homens e um deles atirou na perna de Teresa. Ao tentar argumentar, o músico foi baleado.

O músico era bastante conhecido na cena da música local e se apresentava aos sábados, em um bar localizado no Parque Shalom. O caso já está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios. O corpo de André Lobo, ainda, se encontra no Socorrão I, mas será liberado pelo delegado Marcos Antonio Fonseca, titular da Homicídios, que está no local.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta