Tudo indica que São Luís ganhará mais mobilidade urbana com Projeto Interbairros

Tudo indica que São Luís ganhará mais mobilidade urbana com Projeto Interbairros

Uma parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado garantirá a melhoria da mobilidade urbana na capital maranhense. Com o Projeto Interbairros, mais de 21 km de vias serão construídos com o objetivo de criar vias alternativas e paralelas para desafogar os grandes corredores de fluxo intenso da cidade. Para a concretização do projeto, cerca de R$ 32 milhões serão investidos.

As novas vias representam melhoria do aspecto urbanístico, proporcionam bem-estar e mais qualidade de vida ao cidadão e nova configuração ao trânsito de São Luís. “As novas interbairros vão assegurar maior mobilidade urbana em nossa cidade, criando rotas alternativas para que os usuários do sistema de transporte público e condutores tenham mais comodidade e possam, assim, cumprir seus trajetos diários em menor tempo. Este projeto em parceria com o governo do Estado contribui com a construção de uma nova e melhor realidade viária para nossa capital”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Entre os bairros contemplados com a construção das 14 vias interbairros estão Vila Embratel, Vila Maranhão, Jardim São Cristóvão, João Paulo, Divineia, Turu, Vinhais, Cidade Operária, Cohama, Vila Conceição, Angelim, Parque Sabiá e Itapiracó. A previsão para a conclusão das obras, planejadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e que serão executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), é de seis meses.


Com 8.565 m de extensão, a intervenção mais expressiva irá conectar a Estrada da Maioba com a Avenida dos Holandeses. A obra contemplará parte da Estrada da Maioba, passando pela Avenida 2, no Itapiracó, pela Ponte Pai Inácio, no Turu, e pela Alameda Jaú, na Divineia. Já com 4.030 m de extensão, uma nova via ligará a Avenida Sabiá (Vila Embratel) à Avenida Evandro Bessa (Vila Maranhão), criando uma conexão entre a Avenida dos Portugueses e a BR-135.

Outras duas importantes vias contribuirão significativamente para a melhoria da mobilidade urbana, especialmente nos horários de pico. Com 2.037 m, os bairros Vinhais Velho e Recanto dos Vinhais serão conectados por uma nova via à Avenida Daniel de La Touche. Na região do São Cristóvão, a rua do Arame será ligada às Avenidas Guajajaras, José Sarney e Lourenço Vieira da Silva.

Ainda nessa área, a Avenida 2 e a Rua Haroldo Paiva serão conectadas, facilitando o acesso de veículos às Avenidas José Sarney e Lourenço Vieira da Silva. Essa via terá 468 metros de extensão. E ligando a Cidade Operária ao Jardim São Cristóvão, também será construída uma via entre as ruas 21 e 38.

Desafogando o trânsito da Avenida São Luís Rei de França, via de fluxo intenso, uma nova via com 411 metros de extensão ligará a Rua da Boa Esperança ao Angelim e Turu. Já entre o Angelim e o Bequimão, uma via com 548 metros de extensão ligará a Rua Santa Maria com Dom Mota.

No Aririzal, também serão realizadas intervenções. A Rua Boa Esperança será interligada à Rua do Aririzal, por meio das vias Primeira Travessa e Boa Esperança, trecho da Eurípedes Bezerra I, Alto da Primavera e Rua da Primavera. A via terá extensão de 1.505 m.

O titular da Sinfra, Clayton Noleto, explicou que as obras representam um grande esforço de engenharia que vão apresentar resultados efetivos de melhoria no trânsito da capital em pouco tempo. “Vamos trabalhar dia e noite, ininterruptamente, para entregar esse conjunto de obras o mais rápido possível à população”, frisou Noleto.

No Maranhão Novo, 75 metros de via ligarão a Via Expressa à Rua A e o Bequimão serão interligados ao Pão de Açúcar pelas ruas Duque de Caxias e Derci Batista. Já no Parque sabiá, haverá uma conexão entre a Rua Santa Rosa e a Rua 10, através de via com 635 metros de extensão.

As regiões do Barramar e do João Paulo também serão beneficiadas com o Projeto Interbairros. A Rua São Bento será ligada à Vila Conceição, passando pelas avenidas dos Holandeses e Luís Eduardo Magalhães e pela Rua Santo Antônio. Já entre o João Paulo e a Avenida dos Africanos uma via criará uma conexão entre as ruas do Arroz, Reis Perdigão e Projetada.

Os serviços serão realizados pela empresa Edeconsil Engenharia. Todas as vias vão receber asfalto de qualidade, drenagem superficial com sarjetas, meios-fios e calçadas, além de sinalização horizontal e vertical, que modificarão todo o aspecto urbanístico, proporcionando ainda mais fluidez ao tráfego de veículos.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta