Tragédia: avião cai no mar com 239 pessoas a bordo

Tragédia: avião cai no mar com 239 pessoas a bordo

Desaparecimento de avião gera dor ao familiares

Um voo da Malaysia Airlines transportando 227 passageiros e 12 tripulantes perdeu contato com os controladores de tráfego aéreo na manhã de sábado (horário local), em rota de Kuala Lumpur para Pequim, informou a companhia aérea em comunicado. Não há registro de brasileiros entre os passageiros.Busca estão sendo realizadas nas águas entre a Malásia e o Vietnã, no Mar do Sul da China, e duas manchas de óleo encontradas podem ser do avião.A companhia aérea informou em um comunicado que o vôo MH370 desapareceu às 02h40 de sábado (15h40 de sexta-feira, em Brasília) depois de sair de Kuala Lumpur. Esperava-se que ele pousasse em Pequim às 06h30 (19h30 em Brasília).

A Marinha do Vietnã informou neste sábado (8) que o avião da Malaysia Airlines que desapareceu com 239 pessoas a bordo caiu próximo do litoral da ilha vietnamita de Tho Chu, no sul do país. As informações são da agência de notícias EFE.

O Alto Comando da Marinha vietnamita acrescentou em comunicado que o avião caiu nas águas do Golfo da Tailândia, entre a Malásia e o Vietnã, a cerca de 300 quilômetros da ilha de Tho Chu, na província vietnamita de Kien Giang, segundo o site “Tuoi Tre”.

O diretor do centro de coordenação de emergências do Vietnã, Pham Hien, disse anteriormente ao site “VnExpress” que o avião foi detectado a cerca de 220 quilômetros do litoral da província de Ca Mau, também no sul do país.

“Estamos profundamente entristecidos com as notícias sobre o voo MH370”, disse a empresa em um comunicado em seu site oficial. “A Malaysia Airlines confirma que o voo MH370 tinha perdido o contato com o controle de tráfego aéreo de Subang às 2h40 de hoje. Houve especulações de que a aeronave pousou em Nanming. Estamos trabalhando para verificar a autenticidade deste e de outros relatos”, diz o texto.

A empresa evitou afirmar que o avião tenha caído e disse que desconhece a posição da aeronave. “Estamos trabalhando com as autoridades internacionais na missão de busca e resgate e às 14h locais (3h de Brasília) do dia 8 de março de 2014 não temos nenhuma informação sobre a posição do avião”, disse a companhia aérea em seu último comunicado.

Segundo a empresa, não foram recebidas mensagens ou sinais de que o avião pudesse ter ficado em perigo.

O voo MH370 fez o último contato com controladores de tráfego aéreo quando estava a 120 milhas náuticas a leste da cidade malaia de Kota Bharu, na costa do país, disse o presidente da companhia aérea, Jauhari Yahya.

O site de rastreamento de voos flightaware.com mostrou o avião voando para nordeste sobre a Malásia, depois de ter decolado. O avião subiu para uma altitude de 35 mil pés e desapareceu dos registros um minuto depois, enquanto ainda estava ganhando altitude.

Buscas
O presidente da China, Xi Jinping, ordenou neste sábado que se iniciem “todos os esforços necessários” nas medidas de emergência relacionadas com o avião da Malaysia Airlines.

Segundo a agência oficial chinesa “Xinhua”, Xi pediu ao Ministério das Relações Exteriores e às embaixadas e consulados de seu país no exterior que intensifiquem os contatos com os departamentos pertinentes dos países afetados e se mantenham alertas sobre os trabalhos de busca e resgate do avião.

Oito navios da Administração de Segurança Marítima de Hainan e do Departamento de Resgate de Nanhai, no sul da China, se encontram em estado de alerta e à espera de ordens, informou o ministro.

Além disso, uma pequena frota aérea está preparada para decolar rumo às áreas de busca a qualquer momento.

A China expressou sua “grave preocupação” pelo desaparecimento do voo. A maior parte das pessoas a bordo era de nacionalidade chinesa.

 

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta