Toyota também entra na corrida por carro voador, cada vez mais próximo da realidade
Um dos protótipos de carro voador no bojo dessa corria tecnológica...

Toyota também entra na corrida por carro voador, cada vez mais próximo da realidade

Impulsionada por oito hélices de segunda mão, a estrutura rudimentar de alumínio voou por apenas alguns segundos, até pousar, amortecida por quatro bolas de basquete. Foi assim, com jeito de experimento escolar, que a Toyota marcou sua entrada na corrida pela criação de um modelo de carro voador, em um teste realizado no sábado, na cidade de Toyota, Japão.

Um dos protótipos de carro voador no bojo dessa corria tecnológica…

A participação da montadora japonesa é indireta. A companhia apoia a start-up Cartivator, que idealizou o protótipo e conduziu a demonstração de voo. A Cartivator já recebeu US$ 400 mil da Toyota e também conta com a ajuda de funcionários da companhia, segundo o jornal americano “USA Today”.

Se tudo der certo, o grupo por trás do projeto planeja uma demonstração mais ambiciosa: conduzir em um carro voador o escolhido para acender a tocha olímpica dos Jogos de Tóquio, em 2020.

A Toyota informou que não há nada decidido sobre a comercialização de veículos. Mas confirmou que analisa as possibilidades do setor. “Na Toyota, estamos avançando em ampla pesquisa e desenvolvimento sobre meios de transporte — inclusive soluções aéreas — que podem levar a uma sociedade próspera no futuro”, disse a empresa em comunicado, segundo o “USA Today”.

A tendência está no radar de outras gigantes. Uber e Google também tocam experimentos na área. Start-ups como a holandesa PAL-V e a AeroMobil, já aceitam pedidos para carros voadores que exigem uma pista de decolagem e licença para pilotar. A americana Terrafugia e a alemã Lilium Aviation trabalham em modelos que decolam e pousam verticalmente, como o modelo patrocinado pela Toyota.

O experimento ocorreu um dia após a Toyota informar que encerrou a parceria com a americana Tesla, especializada em carros elétricos. A japonesa vendeu US$ 50 milhões em ações que detinha da Tesla

O Globo

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta