Sarney veta nome de Pedro Fernandes para ministro do Trabalho e Temer acata

Pedro Fernandes é deputado pelo Maranhão, estado de influência do ex-presidente O ex-presidente José Sarney (PMDB) vetou o nome do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) para o comando do Ministério do Trabalho. O presidente Michel Temer aceitou a decisão de Sarney e busca, agora, um novo nome para assumir a pasta, que foi deixada por Ronaldo Nogueira na última quarta-feira (27). Pedro Fernandes, que deixou o grupo político do ex-pesidente Sarney, bandeando-se para o grupo de Flávio Dino, chegou a dar entrevistas como virtual minisro. E o pior: disse que, nessa condição, continuaria aliadíssiomo do atual governador do Maranhão, que derrotou nas urnas o candidato da oligarquia Sarney, Edison Lobão Filho, pondo fim a um dos mais longevos domínios políticos do Brasil. Isso irritou profundamente o cacique José Sarney, que pediu sua cabeça antes mesmo da posse anunciada. Por ser da cúpula do PMDB, partido do presidente da República, Sarney ainda conserva certa posição política e dizem ser um dos principais conselheiros do atual Chefe das Nação. Daí... Nos bastidores, Sarney está negando a ingerência na nomeação.

Continuar lendo Sarney veta nome de Pedro Fernandes para ministro do Trabalho e Temer acata

Pegando em fio pelado! Dilma veta lei do aumento dos servidores do Poder Judiciário

O Supremo Tribunal Federal (STF) foi informado hoje (21) pelo Ministério do Planejamento que a presidenta Dilma Rousseff vetou o projeto de lei que reajusta os salários dos servidores do Judiciário. Caso a proposta fosse aprovada, o aumento da categoria poderia variar entre 53% e 78,56%, dependendo da classe e do padrão do servidor. O veto deve ser publicado amanhã (22) no Diário Oficial da União.O reajuste foi aprovado no mês passado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. O governo afirma que não há recursos para pagar a recomposição. Segundo estimativas do Ministério do Planejamento, o reajuste acarretaria impacto superior a R$ 25 bilhões em quatro anos, nas contas públicas. O anúncio de que o reajuste seria vetado devido à atual crise econômica provocou várias manifestações de servidores do Judiciário em frente ao Palácio do Planalto. Hoje, por volta das 10h, os manifestantes iniciaram um buzinaço e usaram cornetas para pressionar presidenta para sancionar o reajuste da categoria, cujo prazo terminou hoje (21). MANIFESTAÇÕES Os servidores do Judiciário prometem pressionar os parlamentares para que o veto da presidenta Dilma Rousseff ao reajuste da categoria seja derrubado pelo Congresso Nacional. A notícia de que o Supremo Tribunal Federal (STF) anunciou que Dilma vetou o aumento do salário dos servidores foi recebido com indignação pelos manifestantes que continuam mobilizados em frente ao Palácio do Planalto. O STF já foi informado pelo Ministério do Planejamento sobre os vetos, mas o Planalto ainda não se manifestou sobre o assunto. Nesta quarta-feira (22), a pasta vai divulgar uma nota explicando os motivos do veto. Como a categoria recebeu a notícia por meio da imprensa, os discursos dos manifestantes incitavam o governo a se manifestar e prometeu derrubar o veto.

Continuar lendo Pegando em fio pelado! Dilma veta lei do aumento dos servidores do Poder Judiciário
Deputados do Maranhão queriam 32! Mas Dilma veta a criação de  novos municípios
Deputados maranhenses estavam "em ponto de bala" para criar dezenas de municípios...

Deputados do Maranhão queriam 32! Mas Dilma veta a criação de novos municípios

A presidente Dilma Rousseff (PT) vetou integralmente Projeto de Lei Complementar do Senado (PLS-Comp) 98/2002, que regulamentava a criação de municípios. Somente no Piauí, havia a proposta de emancipação política de seis localidades: Brejo da Onça, Lagoa Seca, Sossego, Nova Santa Rosa, Brejinho e Santa Maria da Codipi. No Maranhão, o estrago seria maior. Como publicou este blog, ontem (14), a Assembleia Legislativa havia se reunido no dia anterior com a intenção de agilizar a criação, pasmem, de 32 novos municípios. Itaqui do Maranhão, Maracanã, em São Luís; Nazaré do Bruno e Brejinho dos Cocais (Caxias); Moisés Reis e Cajazeiras do Maranhão (Codó) seriam alguns dos povoados que os políticos maranhense queriam emancipar.

Continuar lendo Deputados do Maranhão queriam 32! Mas Dilma veta a criação de novos municípios
Roseana Sarney veta lei contra escravidão no estado
O combate à escravidão é inconstitucional?

Roseana Sarney veta lei contra escravidão no estado

A governadora do Estado do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), vetou o projeto de lei que previa a cassação do registro de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de empresas flagradas com trabalho escravo. O PL nº 169/2013 havia sido aprovado na Assembleia Legislativa do Estado. O veto foi publicado 2a. feira (5) do Diário da Assembleia Legislativa.

Continuar lendo Roseana Sarney veta lei contra escravidão no estado

“Não tenho mais o que fazer”, diz Dilma sobre royalty do petróleo

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira, em Moscou, que não tem "mais o que fazer" nas negociações políticas para o estabelecimento de uma nova divisão dos royalties do petróleo, tema que gerou embate entre Estados e municípios produtores e não produtores.

Continuar lendo “Não tenho mais o que fazer”, diz Dilma sobre royalty do petróleo