Arrependeu-se? O WhatsApp vai lhe dar a chance de deletar mensagens já enviadas!

O momento tão aguardado por aqueles que vivem se arrependendo das mensagens que enviaram pelo WhatsApp finalmente chegou: o aplicativo está liberando, aos poucos, a função de deletar um conteúdo enviado. Agora, usuários do mensageiro poderão escolher entre as opções "delete for me" (deletar para mim) ou "delete for everyone" (deletar para todo mundo). No segundo caso, o contato ou o grupo não vai receber a mensagem, mas apenas se a opção for selecionada em até sete minutos após o conteúdo ser enviado. O recurso poderá ser usado com o envio de mensagens de texto, áudio, vídeos, fotos, gifs, contatos e mais. Segundo o 'WABetaInfo', certos usuários do Android, iOS e Windows Phone já receberam a atualização.

Continuar lendo Arrependeu-se? O WhatsApp vai lhe dar a chance de deletar mensagens já enviadas!

Flávio Dino critica reformas, diz que falta diálogo a Temer e pede Lula candidato…

UOL - Um dos principais porta-vozes da luta contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que o primeiro ano do governo de Michel Temer, completado nesta sexta-feira (12), conseguiu surpreendê-lo negativamente por conta da imposição de uma agenda reformista sem debate com a sociedade. “Imaginava que ele fosse procurar fazer um governo mais parecido com o que foi de Itamar Franco, com mais diálogo, mais pactuado, levando em conta ser de transição”, afirma. Em entrevista ao UOL no Palácio dos Leões –sede do governo maranhense– no último sábado (6), Dino também defendeu que o ex-presidente Lula lance imediatamente a pré-candidatura à Presidência em 2018 e traga à sociedade o debate sobre um programa de governo. Citando-o como “um dos raros estadistas que o Brasil tem”, Dino diz que só o ex-presidente pode trazer de volta ao país o debate sobre bem-estar social. “Mesmo que você não goste dele, ele é um ponto de referência de um debate mais saudável, mais racional”, pontua. Ex-juiz federal, Dino fez elogios e críticas à operação Lava Jato e disse que a atuação política de procuradores e juízes –acelerando processos e convocando a população por redes sociais, por exemplo– é algo nunca visto no mundo e põe em risco os resultados da operação. “Acho que tem algumas situações que geram questionamentos em razão dessa apropriação de uma causa justa para fins políticos. Hoje isso é muito evidente, e acho muito ruim”, explica. Para o comunista, a união da esquerda vista na greve geral do último dia 28 é “mais do que necessária”, será fundamental para barrar, por exemplo, a reforma da Previdência. “A esquerda tem essa obrigação de impulsionar um salto civilizacional de que o Brasil precisa, recuperando itens de uma agenda que se perdeu.” Confira, a seguir, a íntegra da entrevista:

Continuar lendo Flávio Dino critica reformas, diz que falta diálogo a Temer e pede Lula candidato…