Irmã de maranhense morta pelo namorado, também baleada, passa por avaliação

Diretor do hospital informou que Ailana está consciente e passa por exames hoje. A amiga que também estava na cena do crime já foi liberada Por Letícia Gonzaga (portal A-Z) Ilana Lima, irmã de Iarla Lima Barbosa, jovem que foi morta pelo namorado na madrugada da última segunda-feira (19), está internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) com traumatismo craniano. De acordo com o diretor do HUT, Dr. Gilberto Albuquerque, Ilana está consciente e deve passar por exames ainda na manhã desta terça-feira (20). “Ela sofreu um traumatismo craniano leve, mas não necessita de procedimento cirúrgico. Ela está consciente e vai fazer exames hoje por volta das 10h. Provavelmente ela deve ter alta amanhã ou na quinta-feira”, completou. Ainda segundo o diretor do hospital, Joseane Mesquita, amiga de Iarla, foi atingida com um projétil no tórax e no braço, mas já teve alta. “Retiramos a bala que lesionou as áreas atingidas e ela já foi liberada ontem a tarde”, finalizou. O crime Um tenente do Exército José Ricardo da Silva Neto, de 23 anos, é acusado de matar a namorada identificada como Iarla Lima Santos, de 25 anos, e ferir outras duas mulheres durante a madrugada da última segunda-feira (19), na zona leste de Teresina. A vítima estava com o namorado, a irmã e uma amiga em uma festa no Bendito Boteco, também na zona leste, momentos antes do crime.

Continuar lendo Irmã de maranhense morta pelo namorado, também baleada, passa por avaliação

Enciumado, jovem mata professora universitária, corta corpo e joga em uma caixa d’água

Crime brutal aconteceu em Paracambi, na Baixada, no último dia 30. Frio, ele ficou com o corpo sem saber o que fazer. O Dia Um crime com requintes de crueldade e frieza. Assim acabou o relacionamento entre o jovem Geovane Breia Raimundo, de 25 anos, com a professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Andréia Oliveira Pinto, de 37 anos. Motivado por ciúmes, ele confessou tê-la agredido com um soco que a teria levado à morte. Um dia após o crime, ele cortou o seu corpo em três partes e o jogou dentro da caixa d'água da casa da vítima, no bairro Lages, em Paracambi, na Baixada Fluminense.

Continuar lendo Enciumado, jovem mata professora universitária, corta corpo e joga em uma caixa d’água