Dilma critica tom usado por José Serra com países latino-americanos
Dilma Roussef: de olho no apoio internacional à tese 'golpista'...

Dilma critica tom usado por José Serra com países latino-americanos

presidente afastada Dilma Rousseff criticou nesta segunda-feira o tom usado pelo governo interino de Michel Temer com alguns países latino-americanos e a Unasul, que criticaram o afastamento da governante de suas funções para responder a um julgamento que pode cassar seu mandato. Dilma se referiu aos comunicados publicados nos últimos dias pelo novo Ministério das Relações Exteriores rejeitando as opiniões proferidas pela União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e pelos Executivos de Venezuela, Cuba, Bolívia, Equador, Nicarágua e El Salvador em relação ao afastamento da presidente. "A reação de governos estrangeiros e de importantes setores da opinião pública mundial, entre eles o secretário-geral da OEA, expressa a indignação internacional diante da farsa jurídica aqui montada", afirmou Dilma por meio das redes sociais. A chefe de Estado afastada também demonstrou sua preocupação "de que essas práticas, travestidas de legalidade, possam se espalhar por outras partes do mundo, especialmente na América Latina, promovendo a desestabilização de governos legítimos". Dilma também destacou que os governos e povos da América Latina estão "preocupados" com as ameaças que o novo ministro das Relações Exteriores, José Serra, fez contra o Mercosul e com "sua disposição de estabelecer acordos econômicos e comerciais profundamente lesivos ao interesse nacional".

Continuar lendo Dilma critica tom usado por José Serra com países latino-americanos
A Folha errou! Votos de Marina migram mais para Eduardo Campos do que para  Dilma
Votos de Marina migram mais para Campos, corrige Folhasp

A Folha errou! Votos de Marina migram mais para Eduardo Campos do que para Dilma

O jornal Folha de São Paulo reconheceu nesta terça-feira (15) que errou na edição do último domingo ao dizer que a maioria dos eleitores de Marina Silva (PSB) migram para a presidente Dilma Rousseff (PT) na pesquisa Datafolha. Segundo os dados corretos do instituto, 32% dos eleitores de Marina optam pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), quando ela não está entre os concorrentes. O segundo maior contingente dos eleitores da ex-ministra, 23%, votam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos oferecidos no cartão de resposta da pesquisa. Dilma herdaria 22% dos eleitores marineiros, não 42%, como diziam a reportagem e o infográfico de domingo. Já o senador tucano Aécio Neves (MG) fica com 16% dos eleitores de Marina, não 21%.

Continuar lendo A Folha errou! Votos de Marina migram mais para Eduardo Campos do que para Dilma
Sem Serra, PPS deve apoiar Eduardo Campos para presidente, diz Roberto Freire
Roberto Freire: entre Serra e Eduardo Campos...

Sem Serra, PPS deve apoiar Eduardo Campos para presidente, diz Roberto Freire

O deputado federal Roberto Freire, presidente nacional do PPS, acredita que hoje está em "meio a meio" a chance de receber a filiação do tucano José Serra. No caso de o ex-governador de São Paulo preferir ficar no PSDB, a saída para o PPS deve ser apoiar a possível candidatura presidencial de Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco. A declaração ocorreu durante entrevista ao programa "Poder e Política", da Folha e do UOL.

Continuar lendo Sem Serra, PPS deve apoiar Eduardo Campos para presidente, diz Roberto Freire