Dilma perde força! Pesquisa do Sensus sinaliza, ainda mais, para um segundo turno, por enquanto dramático
Votos de Dilma estão indo pelo ralo, segundo pesquisa do Sensus que já garante um segundo turno com Aécio Neves

Dilma perde força! Pesquisa do Sensus sinaliza, ainda mais, para um segundo turno, por enquanto dramático

Mais uma pesquisa de intenção de votos do Instituto Sensus foi divulgada neste sábado, 3, pela revista ISTOÉ e muda um pouco o panorama das eleições em 2014. Pela primeira vez, desde que começou a ser divulgada, Aécio Neves (PSDB) levaria para o segundo turno o pleito para presidente ao lado de Dilma Rousseff (PT), que teve seu governo tido como negativo ou regular por 66,1% dos entrevistados. Segundo o levantamento realizado entre os dias 22 e 25 de abril, quando dois mil eleitores foram ouvidos, Dilma venceria o primeiro turno com 35% das intenções de voto. Aécio obteve 23,7% das intenções de voto, seguido por Eduardo Campos (SPB), com 11%. Vale lembrar que a margem de erro da pesquisa ficou em 2,2%. Mas, com este resultado, se a eleição fosse hoje Dilma não mais venceria em primeiro turno e faria o segundo turno contra o tucano Aécio. Mas outros fatores, como a rejeição, foram questionados durante a pesquisa. Dos nomes pesquisado, Dilma é a que mais tem rejeição, 42%, seguida por Eduardo Campos, 35, 1% e Aécio Neves 31,1%. Segundo turno O cenário do segundo turno também foi questionado e os números são bem equilibrados, mas Dilma Rousseff venceria por uma pequena margem percentual. A presidente se reelegeria com 38,6% dos votos, contra 31,9% de Aécio Neves. Os indecisos, branco, nulos e que não responderam chegaram a 29,1%. Também foi realizado o cenário entre Dilma e Eduardo Campos para o segundo turno, e a presidente teria 39,1% das intenções de voto contra 24,8% de Campos. Os indecisos, branco, nulos e que não responderam chegaram a 36,2%.

Continuar lendo Dilma perde força! Pesquisa do Sensus sinaliza, ainda mais, para um segundo turno, por enquanto dramático