Voando mais que urubu! Folha denuncia ministro Sarney Filho por uso irregular de aviões da FAB

Transcrevendo o Blog do jornalista maranhense Raimundo Garrone que, por sua vez, valeu-se da Folha de São Paulo, o site Brasil 247 postou que "o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV-MA), organizou uma caravana de casais que saiu de Brasília a Foz do Iguaçu, no Paraná, para a premiação do Lide (Grupo de Líderes Empresariais), grupo da família do prefeito de São Paulo, João Doria; o maranhense e o ministro Dyogo Oliveira, do Planejamento, requisitaram o avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para a farra; segundo a Folha, “o decreto 4.244/2002, que dispõe sobre os voos, permite o uso da frota 'somente' para o transporte de vice-presidente, ministros de Estado, chefes dos três Poderes e das Forças Armadas, salvo nos casos em que há autorização especial do ministro da Defesa”; Loures, ex-assessor especial de Temer, foi preso após ser flagrado com uma mala de R$ 500 mil da JBS". Em seguida, transcreveu a matéria...

Continuar lendo Voando mais que urubu! Folha denuncia ministro Sarney Filho por uso irregular de aviões da FAB

Ministro Sarney Filho anuncia a pescadores do Delta mais três reservas extrativistas no Maranhão

Encontro ocorreu na Ilha das Canárias, a 306 km de São Luís, com participação do Ministro do Meio Ambiente e pescadores locais. Encontro ocorreu na Ilha das Canárias, a 306 km de São Luís, com participação do Ministro do Meio Ambiente e pescadores locais. Sarney Filho também ajudou no plantio de mudas de mangue, através de um mutirão que foi realizado pelos nativos. Foram selecionadas mudas de Siriba, uma das mudas mais utilizadas e resistentes de mangue. A intenção, segundo a comunidade, é devolver a vida a uma das lagoas na Ilha das Canárias, que secou após o corte da vegetação nativa.

Continuar lendo Ministro Sarney Filho anuncia a pescadores do Delta mais três reservas extrativistas no Maranhão
Além do pai, Sarney Filho é citado por Machado e pode ser o quarto ministro de Temer a cair
Sarney Filho: Lava Jato e o efeito bumerangue

Além do pai, Sarney Filho é citado por Machado e pode ser o quarto ministro de Temer a cair

Dos R$ 18 milhões em propina que teriam sido entregues ao ex-presidente da República, José Sarney, segundo o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, em delação premiada, R$ 400 mil foram recebidos pelo deputado federal Sarney Filho, atual ministro do Meio-Ambiente. A revelação torna Sarney Filho candidato a ser o quarto ministro a deixar o Governo interino de Temer, em pouco mais de um mês de instalado, já que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, com fortes ligações com o presidente interino da República e cardeal do PMDB, pediu demissão hoje, 16, e tornou-se a terceira baixa do novo primeiro escalão da República. José Sarney, Romero Jucá e Edison Lobão Responsável pelas defesas do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) e dos senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Edison Lobão (PMDB-MA), o criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que eles negam "peremptoriamente" terem recebido qualquer valor, "a qualquer título", de Sérgio Machado. "Esta delação tem que ser vista com muita ressalva, dadas as circunstâncias em que foi feita, para impedir a prisão de dois filhos dele [Machado]", declarou o advogado. Em nota divulgada nesta quinta-feira (16), Sarney diz que não há na delação nenhuma afirmação verdadeira sobre ele. "Nunca recebi das mãos desse senhor nenhum centavo. Nunca discuti com os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá questão relativa a recursos financeiros", afirma o ex-presidente (leia a íntegra ao fim da reportagem). Sarney Filho Em nota, o ministro Sarney Filho chamou o ex-presidente da Transpetro de "monstro moral", "picareta" e "marginal" que, segundo ele, "chegou ao cúmulo de gravar uma pessoa de 86 anos no leito de hospital".

Continuar lendo Além do pai, Sarney Filho é citado por Machado e pode ser o quarto ministro de Temer a cair
Edinho teria revelado acordo de Sarney Filho contra ponte na Baixada. Em nota, o deputado nega
Sarney Filho nega que deletar a ponte passa por negociações para eleger o Ariano, seu filho

Edinho teria revelado acordo de Sarney Filho contra ponte na Baixada. Em nota, o deputado nega

Alguns blogs de São Luís noticiaram que o pré-candidato ao governo do Maranhão pelo PMDB, Edinho Lobão, teria revelado, durante conversa com prefeitos da Baixada Maranhense, um acordo feito entre o prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes, e o deputado federal Sarney Filho, contra a população que sonha com a construção de uma ponte sobre o Rio Pericumã. Em nota, o deputado Sarney Filho nega. Chama a informação de "mentirosa e certamente está a serviço de algum interesse". E se defende: - "Todos os prefeitos da região citada, interessados na construção da ponte sobre o rio Pericumã, sabem do meu empenho e esforço para a concretização dessa importante obra. Nesse sentido, invoco os testemunhos dos prefeitos de Bequimão, Mirinzal e Apicum-Açu que estiveram comigo por diversas vezes com a governadora Roseana Sarney, com o então secretário de Obras , Luiz Fernando e também nas discussões junto ao BNDES. Por ultimo, em telefonema a mim, o pré-candidato Lobão Filho negou que tivesse falado sobre o episódio citado no blog".

Continuar lendo Edinho teria revelado acordo de Sarney Filho contra ponte na Baixada. Em nota, o deputado nega