Xuxa perde recurso contra Google que exigia remoção de buscas sobre filme erótico

Em 2010 Xuxa entrou com uma ação contra o Google para tentar remover das buscas do site frases relacionadas a ela com a palavra pedofilia e derivadas como “Xuxa pedófila” ou qualquer outra que associeque associe seu nome, “escrito parcial ou integralmente, e independentemente de grafia, se correta ou equivocada, a uma prática criminosa qualquer”. No entanto, nesta terça-feira (2), a apresentadora teve o recurso negado pela 19ª Câmara Cível. As buscas ocorrem porque Xuxa participou do filme “Amor, Estranho Amor”, de 1982, em que, aos 19 anos, ela interpretou uma garota de programa e apareceu nua ao lado de um menino de 12 anos. O texto da decisão diz que “por unanimidade, após rejeitadas as preliminares, no mérito, negou-se provimento ao recurso, nos termos do voto” da desembargadora relatora Valeria Dacheux Nascimento. Em 2013, Xuxa venceu um processo e conseguiu impedir a Cinearte Produções, distribuidora do filme “Amor, Estranho Amor”, de relançar o longa.

Continuar lendo Xuxa perde recurso contra Google que exigia remoção de buscas sobre filme erótico
Roberto Rocha propõe audiência pública para debater remoção de cartórios
Roberto Rocha com membros da associação nacional pelo concurso para cartórios.

Roberto Rocha propõe audiência pública para debater remoção de cartórios

O senador Roberto Rocha (PSB/MA) se reuniu na tarde desta terça-feira, 27, com membros da Associação Nacional de Defesa dos Concursos para Cartórios (Andecc). Na ocasião, o senador assinou o requerimento para realização de uma audiência pública para debater a proposta de Emenda à Constituição 51/2015 e o PLC 80/2015, que pretendem regularizar a remoção de alguns cartorários sem a realização de concurso público. Caso o requerimento de Roberto Rocha seja aprovado, a discussão acontecerá na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), e irá instruir as relatorias das proposições.

Continuar lendo Roberto Rocha propõe audiência pública para debater remoção de cartórios
Danou-se! Juiz interdita delegacias e proíbe remoção de presos do interior para a capital
Superlotação em São Luís faz o juiz Roberto de Paula proibir novas remoções

Danou-se! Juiz interdita delegacias e proíbe remoção de presos do interior para a capital

O juiz Roberto de Paula, que responde pela 1ª Vara de Execuções Penais de São Luis, determinou através de portaria a interdição parcial de todas as unidades prisionais de São Luis para recebimento de presos provisórios e definitivos, salvo dos Termos Judiciários da Comarca da Ilha de São Luís, até que sejam feitas as reformas e construções anunciadas para superar a superlotação e o domínio das facções criminosas. Para elaborar o documento, Roberto de Paula destacou que o Governo do Estado decretou, em outubro deste ano, estado de emergência no sistema penitenciário do Maranhão pelo período de 180 dias. Na oportunidade, o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Sebastião Uchoa, anunciou a construção de um presídio de segurança máxima na capital, bem como a recuperação dos já existentes, a reforma e ampliação das unidades de Coroatá, Codó e Balsas e a conclusão da construção do presídio de Imperatriz.

Continuar lendo Danou-se! Juiz interdita delegacias e proíbe remoção de presos do interior para a capital