Pró-Saúde deixa gestão hospitalar em Ribamar após briga com a Prefeitura

A Pró-Saúde, entidade classificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que administrava o Hospital e Maternidade Municipal de São José de Ribamar (HMMSJR), notificou o Município para que reassumisse a direção da unidade hospitalar, diante do descumprimento do contrato administrativo que existe entre as partes. A prefeitura, por sua vez, quis inverter os fatos e divulgou nota em que anuncia que ela, sim, teria tomado a iniciativa de romper o contrato, colocando todda a culpa na Pró-Saúde. Segundo a entidade, após sofrer nos últimos meses com a falta dos pagamentos que deveriam ser feitos pela Prefeitura, além da dívida acumulada perante os recorrentes atrasos, a decisão de entregar a gestão ao município ocorreu nessa segunda-feira (15), pois a entidade afirma não ter mais condições de garantir assistência plena aos pacientes, sob o risco constante de desabastecimento, além do atraso salarial dos colaboradores, falta de insumos e medicamentos, além de fornecedores suspendendo a prestação de seus serviços.

Continuar lendo Pró-Saúde deixa gestão hospitalar em Ribamar após briga com a Prefeitura