Comandante de batalhão da PM do Rio morre em troca de tiros durante assalto

O comandante do 3º BPM (Méier), coronel Luiz Gustavo Teixeira, morreu em uma tentativa de assalto na manhã desta quinta-feira. O carro dele teria sido atingido por pelo menos 17 disparos. Segundo a polícia, todos de pistola. Ele chegou a ser levado ao Hospital Municipal Salgado Filho, na Zona Norte do Rio, e passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, um dos disparos atingiu o peito do coronel, lesionando a aorta. A traqueia e o pulmão esquerdo do oficial também foram atingidos. De acordo com a Polícia Militar, o coronel Luiz Gustavo e o cabo da PM que dirigia o Gol branco, Nei Filho, estavam na Rua Lins de Vasconcelos, na esquina com a Rua Hermengarda, no Méier, quando os carros foram parados por criminosos armados em um Audi preto. O comandante vinha de um evento no 23º BPM (Leblon) para uma operação em um carro oficial, mas sem identificação. Os bandidos notaram o coronel e o cabo disparou. Os criminosos revidaram e o oficial foi alvejado.

Continuar lendo Comandante de batalhão da PM do Rio morre em troca de tiros durante assalto

Polícia recaptura mais dois fugitivos de Pedrinhas, mas não tem pista dos perigosos assaltantes de bancos

Após denúncias anônimas repassadas pelo Grupo de Serviço Avançado (GSA) do 21º Batalhão de Polícia Militar (BPM), foram recapturados, na tarde desta terça-feira (23), mais dois fugitivos da Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 6 (UPSL 6), unidade do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os militares encontraram Alisson Pereira Lima, de 22 anos, e Kássio Gerdel Carvalho Ribeiro, 33, que haviam escapado naquela fuga em massa de detentos ocorrida no domingo (21). O Jornal Pequeno apurou junto ao delegado Tiago Bardal, chefe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), que os dois presidiários estavam escondidos em uma residência localizada no Quebra Pote, área rural de São Luís, em um trecho repleto de mangue. Assim que as equipes chegaram ao local, na comunidade Santa Helena, avistaram os dois criminosos, embora as denúncias anônimas indicassem que haveria quatro detentos na residência, sendo que um estaria baleado. Alisson e Kássio, disse o delegado Tiago, não estão naquela lista dos sete perigosos assaltantes de banco de quadrilhas interestaduais que eram o alvo do resgate perpetrado pela facção Primeiro Comando da Capital (PCC), que traçou um plano e instalou dinamites no muro do antigo Centro de Detenção Provisória (CDP), na noite de domingo, explodindo parte da parede. Bardal pontuou que esses dois recapturados aproveitaram a oportunidade, isto é, o corre-corre de internos, e passaram pelo buraco, desaparecendo logo em seguida durante o tiroteio. A fuga: na noite de domingo, após uma explosão de dinamites no muro da UPSL 6, 32 detentos correram em direção ao buraco aberto na parede, sendo que dois morreram no confronto entre bandidos armados com fuzis e agentes do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop). Sete foram recapturados pouco depois de buscas feitas pelas equipes e por policiais do Batalhão de Choque e da Companhia de Operações Especiais (COE).

Continuar lendo Polícia recaptura mais dois fugitivos de Pedrinhas, mas não tem pista dos perigosos assaltantes de bancos
Governo diz que operação da PM reduz pela metade assaltos a ônibus em São Luís
Com as ações do Batalhão Tiradentes, Polícia Militar intensifica operações de repressão aos assaltos a ônibus. Foto: Handson Chagas/Secap

Governo diz que operação da PM reduz pela metade assaltos a ônibus em São Luís

O Governo do Maranhão reduziu pela metade o número de assaltos a ônibus na Região Metropolitana de São Luís com as ações realizadas pelo Batalhão Tiradentes no primeiro mês de trabalho. Criado para o combate mais incisivo desse tipo de crime, o Batalhão conta com 150 policiais militares, que realizam abordagens diárias em pontos de maior recorrência dos assaltos. O trabalho compõe o conjunto de ações do Governo do Maranhão para combate à criminalidade e redimensionamento da segurança pública no estado. De acordo com o comandante do Batalhão Tiradentes, tenente-coronel Manoel Marques Neto, o desenvolvimento do trabalho estratégico resultou em uma redução de 51% dos assaltos a ônibus. “A nossa meta era reduzir 30% no primeiro mês e alcançamos um número bem maior e expressivo”, diz o comandante Manoel Marques Neto. Os dados foram consolidados a partir da estatística do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Maranhão (STTREMA). O comandante afirma que parte do sucesso do trabalho deve-se ao treinamento dos policiais e ao redirecionamento das ações a partir de avaliações constantes. “Temos feito diariamente instruções sobre abordagens, análise de operações e, a partir delas, modificamos algum tipo de estratégia. Fazemos reavaliações para distribuir [as equipes] de forma diferenciada, onde for mais necessário”, esclarece. Na Avenida dos Franceses e no Anel Viário, locais de alto índice de roubos a ônibus, o trabalho gerou efeitos imediatos. No mês passado, foram registradas oito ocorrências desse tipo de crime na Avenida dos Franceses. Com as abordagens da Polícia Militar, este mês houve apenas um roubo registrado na área. Já no Anel Viário, foram quatro assaltos em março e nenhum registro em abril. Outras sete vias onde houve assaltos no mês anterior também zeraram o índice com o início do trabalho do Batalhão Tiradentes.

Continuar lendo Governo diz que operação da PM reduz pela metade assaltos a ônibus em São Luís

Prefeitura de São Luís e Polícia Militar realizam formatura do Proerd para mais de mil estudantes

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e o Governo do Maranhão, por meio da Polícia Militar, concluíram esta semana a formação de 1381 estudantes no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à violência (Proerd). A solenidade de conclusão de curso foi realizada no ginásio Castelinho e reuniu, além dos formandos e suas famílias, professores, gestores escolares, instrutores do programa e policiais militares. Participaram desta edição do Proerd 46 turmas de 5º ano da rede municipal de ensino, distribuídas em vinte escolas da zona rural. As aulas do programa iniciaram em maio deste ano e contaram também com a parceria do Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar), que adquiriram uma viatura especialmente para as atividades do programa. As aulas foram ministradas ao longo de dez semanas por policiais militares capacitados. Além do material didático do Proerd, o programa incluiu reuniões com as famílias, rodas de conversa, debates e a produção de textos feitos pelos estudantes. Os estudantes das melhores redações receberam uma medalha de honra e os três melhores textos foram lidos pelos estudantes durante o evento de formatura.

Continuar lendo Prefeitura de São Luís e Polícia Militar realizam formatura do Proerd para mais de mil estudantes
Manifestação de sem-tetos acaba em repressão, mas eles insistem por uma resposta do governo
Sem tetos acampam na Beira-Mar, à espera de uma solução para o conflito...

Manifestação de sem-tetos acaba em repressão, mas eles insistem por uma resposta do governo

Moradores da Vila Nestor continuam concentrados próximos ao Palácio dos Leões. Eles prometem continuar o protesto contra a reintegração de posse da área que ocupam no município de Paço do Lumiar. Adota postura democrática estabelecendo diálogo permanente com todos os segmentos sociais. Na tarde desta quinta-feira (6) houve reunião entre membros do Governo com comissão de moradores da Vila Nestor II, do município de Paço do Lumiar, liderados pelo senhor Nestor Almeida, para ouvir a reivindicação de que foram notificados pela Justiça para desocupar a área do bairro, que pertence a particular. Eles estão reunidos desde o início da manhã desta sexta-feira próximo ao Coreto da Praia Grande, na Beira Mar. O movimento ocorre tranquilamente sem obstruir o trânsito. O líder da comunidade, Nestor, disse que hoje haverá uma reunião entre os moradores e o Ministério Público para discutir a situação dos assentados. Ele alerta que se o impasse não for resolvido, os protestos continuarão. Na tarde de ontem, homens do Batalhão de Choque tiveram que intervir na manifestação realizada na Beira-Mar, no centro de São Luís, por moradores da Vila Nestor, assentamento da cidade de Paço do Lumiar. Várias bombas de efeito moral foram arremessadas na multidão na tentativa de dispersar os manifestantes. Em n ota, o Governo do Estado, diz que "adota postura democrática estabelecendo diálogo permanente com todos os segmentos sociais. Na tarde desta quinta-feira (6) houve reunião entre membros do Governo com comissão de moradores da Vila Nestor II, do município de Paço do Lumiar, liderados pelo senhor Nestor Almeida, para ouvir a reivindicação, depois que foram notificados pela Justiça para desocupar a área do bairro, que pertence a particular."

Continuar lendo Manifestação de sem-tetos acaba em repressão, mas eles insistem por uma resposta do governo
De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares
A solenidade de promoção dos policiais militares, em números uma das maiores da história da PM

De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares

Mil quatrocentos e quatorze policiais militares foram promovidos durante a solenidade militar realizada, nesta sexta-feira (10), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís. As promoções são parte das medidas adotadas pelo Governo do Estado para valorização dos servidores públicos estaduais que compõem o Sistema de Segurança Pública. Do total de policiais promovidos, 616 são de unidades operacionais da capital e os outros 798, do interior do estado. A promoção é uma das maiores da história da Polícia Militar do Maranhão. Durante a solenidade, o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, destacou a importância das promoções para a nova política de Segurança Pública. “O momento é importante não só para a Polícia, mas para toda a sociedade maranhense. É um estímulo que esses profissionais recebem para fazer bem seu trabalho e, para isso, o governador tem dado todo apoio à Polícia Militar, tanto na parte logística e operacional, como na capacitação e chamando novos policiais”, afirmou. Foram promovidos ao posto de subtenente 39 praças; de 2º sargento para 1º sargento (140), 3º sargento para segundo sargento (279), cabo para 3º sargento (418), soldado para cabo (538). As promoções seguiram critérios com parâmetros de justiça embasados na antiguidade, tempo de serviço e merecimento. De acordo com o comando-geral da Polícia Militar, há casos de policiais militares que estavam há 22 anos no mesmo posto aguardando uma promoção e estão sendo promovidos. “Isto é inédito, nunca houve na história e é marcante porque fica a lição para o futuro. Essas ações corrigem o erro do passado e estabelecem bases para que esse erro não seja repetido no futuro. Nós não podemos deixar que a pessoa tenha sua ascensão às vésperas da aposentadoria. Isso era muito ruim e agora com essa correção histórica, vivemos um momento muito bom para o Sistema de Segurança”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

Continuar lendo De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares
Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar
o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, volta a inspecionar operações noturnas das polícias civil e militar, na região metropolitana de São Luís

Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar

OS EFETIVOS DAS DUAS POLÍCIAS PERCORRERAM ARRAIAIS E PONTOS "NERVRÁLGICOS" DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO LUÍS Priorizando a segurança pública do cidadão e garantindo assim o seu direito constitucional de ir e vir, a cúpula da segurança saiu às ruas realizando abordagens e incursões no sentido de demonstrar a presença da força policial e, assim, inibir as ações criminosas. O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, com o delegado-geral, Augusto Barros, e o comandante-geral, coronel Alves, e cerca de 50 policiais civis e militares participaram da operação. A força tarefa envolvendo a cúpula da segurança com delegados e policiais foram às ruas para se fazer presente em diversos pontos da região metropolitana de São Luís. Participaram da ação policial a Delegacia Geral (DG), a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), o Grupo de Resposta Tática (GRT), o Grupo Tático Aéreo (GTA), a Polícia Militar e demais órgãos da Segurança Pública. A ação aconteceu na noite deste sábado (13), por volta das 20h.

Continuar lendo Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar

PM forma 432 soldados dos mil concursados que foram chamados pelo governo

O Governo do Estado convocou mil candidatos aprovados na primeira fase do concurso público de soldado de Polícia Militar e soldado Bombeiro Militar para ampliar o efetivo do sistema de segurança pública e renovar a tropa militar maranhense. Deste contingente de convocados, 432 chegaram à sexta etapa do concurso, que consiste no curso de formação, realizado pelo Centro de Formação de Praças (CFAP) da Polícia Militar. A convocação dos policiais militares está entre as primeiras medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino para garantir mais segurança à população. “Cumprindo o compromisso assumido no dia 1º de janeiro, vamos ampliar cada vez mais a presença da polícia na vida da população, visando garantir a paz e o respeito às leis”, afirmou o governador Flávio Dino. O coronel Aucerir Becker, comandante do CFAP, frisou a preocupação do governo em garantir a segurança do maranhense, mas sem deixar de formar corretamente o policial que irá atuar nas ruas. “Sabemos da necessidade urgente de policiais trabalhando pelo bem da sociedade, mas não podemos jogar o aprovado no concurso no confronto direto das ruas de qualquer maneira. Ele precisa conhecer uma série de princípios para, só assim, preservar pela idoneidade do cidadão e também a dele”.

Continuar lendo PM forma 432 soldados dos mil concursados que foram chamados pelo governo

Defesa jurídica de policiais pelo governo já é lei estadual desde 1995

A Medida Provisória assinada por Flávio Dino que garante aos policiais militares e bombeiros do Estado assistência jurídica no exercício de suas funções nada mais faz do que regulamentar uma lei assinada em 1995. A lei do Estatuto da Polícia Militar do Maranhão foi assinada pela então governadora Roseana Sarney no seu primeiro ano do primeiro mandato. O artigo 62 da lei estadual 6.513/95 prevê que todos os policiais militares têm direito a “assistência jurídica, quando a infração penal for praticada em ato de serviço”. Agora, o grupo Sarney é contra a ação do Governo do Estado ao qual faz oposição, mesmo sendo uma medida regulamentadora da lei assinada por Roseana.

Continuar lendo Defesa jurídica de policiais pelo governo já é lei estadual desde 1995
Ação! Polícia mata quatro bandidos que assaltaram Banco Itaú, no centro de São Luís
Polícia persegue, troca tiros e mata os bandidos no Miritiua

Ação! Polícia mata quatro bandidos que assaltaram Banco Itaú, no centro de São Luís

A agência do Banco Itaú foi assaltada por quatro homens armados, na tarde desta quinta-feira (8), na Rua da Paz, em São Luís. A polícia perseguiu os assaltantes e os localizou no povoado Miritiua, em São José de Ribamar, onde, numa cerrada troca de tiros, todos os bandidos foram mortos. Segundo testemunhas que presenciaram o assalto, dois homens ficaram do lado de fora e dois entraram como clientes, utilizando telefones celulares e, de repente, anunciaram o assalto. Eles fizeram uma mulher refém e roubaram dinheiro dos caixas e dos clientes. Em seguida, os suspeitos saíram da agência e dispararam aproximadamente 20 tiros com pistolas modelo ponto 40 e 360 antes de fugir em um veículo. Os disparos atingiram as fachadas de vários estabelecimentos.

Continuar lendo Ação! Polícia mata quatro bandidos que assaltaram Banco Itaú, no centro de São Luís