Flávio Dino assina pacote de pavimentação de 200 km para Ilha de São Luís
Governador assinou pacote do Mais Asfalto beneficiando mais de 1,4 milhões de pessoas da Grande Ilha. Foto: Karlos Geromy/Secap

Flávio Dino assina pacote de pavimentação de 200 km para Ilha de São Luís

O Governo do Estado deu início à 3ª etapa do maior programa de desenvolvimento urbano da história da Ilha de São Luís. Em solenidade realizada no Palácio Henrique de La Rocque, na manhã desta terça-feira (25), o governador Flávio Dino autorizou o início de obras de pavimentação e mobilidade do Mais Asfalto nos quatro municípios da Ilha, que vão beneficiar 1,4 milhão de pessoas. Ao todo serão gastos R$ 80 milhões para o asfaltamento de cerca de 200 km de vias. Desde 2015, em cooperação técnica integrada com as Prefeituras de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, o Governo do Estado – por meio do Mais Asfalto – já executou aproximadamente 300 km de pavimentação asfáltica. Com a conclusão da 3ª etapa, a Ilha de São Luís chegará a 500 km de asfalto novo que beneficiará ruas, avenidas, interbairros e MAs dos quatro municípios. Em seu discurso, o governador Flávio Dino ressaltou que o mais importante desse investimento é o benefício que ele gerará para as pessoas. Ele enalteceu os laços existentes com as Prefeituras das cidades que compõe a Grande Ilha e enfatizou que essa “união ampla permite que a gente possa enfrentar essa quadra especialmente difícil que o Brasil vive. Nós estamos dizendo ao povo de São Luís que, apesar dessa crise gigantesca, nós estamos fazendo o maior programa de desenvolvimento urbano da história da Ilha”, ressaltou.

Continuar lendo Flávio Dino assina pacote de pavimentação de 200 km para Ilha de São Luís
Uber prepara-se para lançar o carro voador em 2020. Veja vídeo do protótipo
Um dos protótipos do carro voador que o Uber promete tornar realidade em 2020.

Uber prepara-se para lançar o carro voador em 2020. Veja vídeo do protótipo

Empresa de transporte privado pretende evitar engarrafamentos urbanos com miniaviões sob demanda. Empresa de transporte privado pretende evitar engarrafamentos urbanos com miniaviões sob demanda. VIDEO CARRO VOADOR “Já imaginou ir a Napa (Califórnia) em 15 minutos? E ao trabalho em menos de seis? Há décadas, os carros voadores são coisa de ficção científica, mas agora queremos torná-los realidade”, disse Jeff Holden, chefe de produto da Elevate, a divisão mais futurista do Uber. “Usamos os carros privados para gerar um bem público. Há estacionamentos, há poluição, há falta de eficiência”, enumerou. A visão da empresa – elitista, a julgar pela prioridade de ir a Napa, o lugar preferido de lazer dos techies do Vale do Silício quando querem fugir do mau tempo de San Francisco e curtir as vinícolas – passa por incentivar as pessoas a deixarem de ter um automóvel e ganharem mais espaço urbano. O Uber espera levar os carros voadores às cidades em menos de cinco anos. Dallas, onde é realizada a reunião para lançar as bases desse setor, e Dubai, com a sua exposição universal, serão as primeiras a contar com o sistema em funcionamento, já em 2020. Antes chegarão os testes e alguns desafios – como a companhia gosta de chamar os problemas (palavra proibida no Vale do Silício). Entre eles, os chamados “vertiports”: pontos localizados em cada cidade para carregamento das baterias (os veículos serão elétricos), pousos e decolagens. A escolha não é por acaso, já que os veículos vão levantar voo e aterrissar na vertical, o que minimiza o espaço necessário para seu funcionamento. A ChargePoint se ocupará do projeto da parte energética – outro desafio para a iniciativa. São cinco as empresas que se associaram ao Uber para fazer os protótipos: Pipistrel Aircraft, Mooney, Bell Helicopter, Aurora Flight Sciences e Embraer. Estas últimas têm as propostas mais avançadas. O modelo da Aurora é uma modificação do XV-24A, já usado pelo Exército dos Estados Unidos, com o compromisso de preparar uma frota de 50 unidades para começar os testes e entrar em funcionamento em 2020. O veículo será para apenas quatro ou oito pessoas. Já a Embraer quer fazer algo visando mais gente. “Projetamos, desenvolvemos e entregamos aviões comerciais e de defesa há 50 anos. Dentro de 10 anos, teremos 18% do mercado mundial de aviação. Temos interesse especial pelos veículos de média capacidade. Fazemos uma linha de grande sucesso. Somos novos, mas aprendemos rápido. Temos o desafio de mudar rápido”, disse Paulo Cesar de Souza e Silva, diretor-presidente da Embraer, com grande modéstia. A empresa brasileira já é a terceira fabricante mundial de aviões comerciais. Os planos do Uber são claros: primeiro, um carro compartilhado (algo que já vem sendo testado com o UberPool); depois, o carro sem motorista, também em fase de teste e que poderia reduzir em 90% a quantidade de automóveis nas cidades. Por último, o carro voador. Ao abrir o aplicativo, o usuário verá a opção do Uber Air. “A comunidade rejeitou os helicópteros pelo forte ruído. Sua velocidade não pode melhorar muito, e não são práticos para o dia a dia”, explicou Holden antes de mostrar seu plano. “[O carro voador] é duas vezes mais seguro que os convencionais”, afirmou, para tirar o medo dos presentes. Embora seja difícil contar com números precisos, o diretor insistiu que o novo veículo será acessível para todos. “No início teremos que conseguir escala, mas depois será melhor para a vida na cidade: mais limpo e rápido”, justificou, sem dar mais informações. Faz tempo que o Uber flerta com essa opção, mas só em Las Vegas e de forma temporária. E em Los Angeles, para evitar o trânsito. Até agora, eram experimentos. A empresa aprendeu alguns detalhes sobre como os humanos se deslocam. Por exemplo, que a hora de maior demanda em Londres é justamente depois do fechamento dos pubs. “A boa notícia é que já não usam seu carro; optam por algo melhor para todos. Damos valor agregado às cidades”, afirmou. Os argumentos para apoiar essa tecnologia são ecológicos e econômicos. Os carros respondem por 22% das emissões de dióxido de carbono do planeta, mas ficam parados 95% do tempo. “Para cada carro privado, há oito vagas. Queremos acabar com isso, colocar mais ciclovias, promover mais edifícios sustentáveis, casas mais acessíveis”, afirmou. Em Nova Jersey, por exemplo, eles conseguiram que a Prefeitura subvencionasse a iniciativa em vez de construir um estacionamento. A startup mais valiosa do mundo decidiu realizar essa reunião anual para estimular a adoção de sua tecnologia. E faz isso num de seus piores momentos, quando cresce a pressão sobre Travis Kalanick, seu cofundador, que não está no programa, por acusações de discriminação sexual e racial, além de táticas de competição questionáveis.

Continuar lendo Uber prepara-se para lançar o carro voador em 2020. Veja vídeo do protótipo
Nos Leões, Flávio Dino e Fufuca Dantas firmam parcerias em favor de Alto Alegre do Pindaré
Fufuca e Dino: aperto de mão que sela a parceria.

Nos Leões, Flávio Dino e Fufuca Dantas firmam parcerias em favor de Alto Alegre do Pindaré

O governador Flávio Dino segue recebendo prefeitos dos municípios maranhenses como parte da política de diálogo e gestão colaborativa. Nesta segunda-feira (24), o prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Fufuca Dantas, esteve no Palácio dos Leões firmando parcerias com o Governo do Estado para melhorias nas áreas da saúde, infraestrutura e educação na cidade e na região. Diariamente, Flávio Dino tem conversado com prefeitos de todas as regiões maranhenses para mapear as principais demandas de cada cidade e firmar parcerias do Governo do Estado com as Prefeituras. Para o prefeito de Alto Alegre do Pindaré, o diálogo com o governador foi muito produtivo, as demandas foram apresentadas e o governador Flávio Dino recebeu muito bem, encaminhando algumas soluções imediatamente. “Agora é esperar que elas sejam concretizadas”, ressaltou Fufuca. Entre as parcerias firmadas entre o Governo e a Prefeitura de Alto Alegre do Pindaré a principal é para a abertura do Hospital de 50 leitos, sonho antigo da população. “O governador já autorizou a compra de equipamentos e vamos tentar uma ajuda do Governo Federal para a manutenção da estrutura”, explicou o prefeito.

Continuar lendo Nos Leões, Flávio Dino e Fufuca Dantas firmam parcerias em favor de Alto Alegre do Pindaré

Estado busca parcerias para combater pobreza no Maranhão

O debate sobre a aplicação de práticas sociais e políticas de governo voltadas para o combate à pobreza permeou o painel comandado pelo ativista político Frei Betto. Com o tema ‘Pobreza e Políticas Públicas’, Frei Betto, que é o embaixador do Maranhão na luta pela superação dos indicadores sociais, palestrou, a convite do governador Flávio Dino, a uma plateia que lotou o teatro Alcione Nazareth, no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na tarde desta segunda-feira (23). As discussões integraram mais uma etapa do Plano ‘Mais IDH’, programa implementado pela atual gestão para a superação da pobreza do estado. O ativista Frei Betto recebeu o convite, segundo o governador Flávio Dino, pela fundamentação teórica e comportamento combativo. Por esta razão, o intelectual e militante participou do momento de formação do Plano ‘Mais IDH’. “Frei Betto é uma referência, um grande intelectual brasileiro, um lutador social. E este é um momento de reafirmação do Plano ‘Mais IDH’, o objetivo é alinhar as ações sociais que nós já estamos desenvolvendo nas 30 cidades do Maranhão, com as reflexões nacionais que existem sobre a temática do combate à pobreza”, destacou o governador Flávio Dino, definindo este como um momento de qualificação e revisão dos primeiros meses de ação do Plano.

Continuar lendo Estado busca parcerias para combater pobreza no Maranhão
Prefeito Edivaldo e secretários do governo Flávio Dino já dialogam sobre parcerias
Primeira reunião do prefeito Edivaldo com os futuros secretários do governo estadual

Prefeito Edivaldo e secretários do governo Flávio Dino já dialogam sobre parcerias

O prefeito Edivaldo recebeu na tarde desta segunda-feira (29) os futuros secretários estaduais Márcio Jerry (Articulação Política), Clayton Noleto (Infraestrutura) e Estér Marques (Cultura) antecipando a primeira rodada de conversas sobre parcerias institucionais entre governo do Estado e Prefeitura de São Luís. O objetivo da reunião é discutir e planejar as primeiras ações efetivas da parceria entre as duas esferas administrativas. “É uma felicidade muito grande estarmos iniciando as conversas sobre parcerias. Estou bastante empolgado com a reunião que tive com o futuro governador Flávio Dino sobre as possibilidades de estarmos pela primeira vez Prefeitura e governo do Estado trabalhando juntos”, comemorou o prefeito Edivaldo durante a audiência. Márcio Jerry considerou significativa a primeira rodada de conversas para efetivar parcerias entre a Prefeitura de São Luís, Município que concentra 20% da população do estado, e o governo do Estado. “As parcerias serão efetivas e estruturantes. O Estado deverá realizar grandes obras na capital como ocorre em outras unidades da federação. Serão obras voltadas principalmente para resolução dos problemas crônicos de mobilidade urbana e em áreas de inteligência, como o Centro Histórico. Não vamos esperar a chuva chegar”, disse Jerry. As primeiras ações da parceria serão voltadas para a revitalização do Centro Histórico da cidade, área que o prefeito Edivaldo e o futuro governador Flávio Dino consideram passar por um estágio de degradação

Continuar lendo Prefeito Edivaldo e secretários do governo Flávio Dino já dialogam sobre parcerias
Na Câmara, vereadores destacam proposta de parcerias institucionais feita por Edivaldo
Ainda repercute pronunciamento de Edivaldo Júnior sobre estragos das chuvas e proposta de parcerias institucionais

Na Câmara, vereadores destacam proposta de parcerias institucionais feita por Edivaldo

Os vereadores de São Luís discutiram nesta segunda-feira (26) a necessidade da parceria institucional entre a Prefeitura de São Luís e os governos estadual e federal. Representantes do Legislativo Municipal enalteceram a atitude do prefeito Edivaldo em propor a ação conjunta dos entes federados para resolver problemas de drenagem e pavimentação da cidade. O líder do governo, vereador Osmar Filho (PSB), destacou a declaração pública do prefeito de que busca uma nova conversa com as instâncias executivas estadual e federal para ajudar São Luís, duramente castigada pelas chuvas de maio. “O que se quer é a sintonia, não ações isoladas da Prefeitura e do governo do Estado. O prefeito foi à televisão e solicitou uma agenda com a governadora Roseana e com a presidente Dilma. Devemos valorizar a ação do prefeito, que coloca o interesse da população acima de tudo. A governadora também sinalizou que quer, então, acredito que agora a parceria sairá do papel”, afirmou. Pedro Lucas Fernandes (PTB) também solicitou a efetivação da parceria. “Nós sabemos das dificuldades, principalmente financeiras, enfrentadas pela Prefeitura, e entendemos que devemos dar as mãos sem cunho político, arregaçar as mangas para encarar a situação que se encontra a cidade”, disse. Os vereadores Beto Castro (PRTB), Nato (PRP) e Roberto Rocha Júnior (PSB) também se manifestaram no sentido de convocar o governo do Estado a estabelecer convênios, para que São Luís suplante o momento de dificuldades.

Continuar lendo Na Câmara, vereadores destacam proposta de parcerias institucionais feita por Edivaldo