A Seleção do Brasil teria vendido a Copa: versão fictícia 2014 ‘bomba’ na internet
Versão fictícia para a venda da Copa 2014 pode ser mais uma bola furada...

A Seleção do Brasil teria vendido a Copa: versão fictícia 2014 ‘bomba’ na internet

UOL Esporte – Uma carta fictícia denunciando a venda da Copa de 1998 é uma das correntes mais lidas da internet. O documento dizia que o Mundial havia sido comprado, por isso o Brasil perdeu a final para a França por 3 a 0, em uma decisão cercada de polêmicas. Várias conspirações foram criadas e agora já está no ar até uma versão sobre a Copa de 2014. Dois dias depois da derrota brasileira para a Alemanha na semifinal, a “denúncia” aponta que o Brasil vendeu a Copa em troca do título olímpico de 2016, que a seleção nunca conquistou. Os jogadores também receberiam prêmios e grandes contratos publicitários, equivalentes a estrelas do futebol mundial. Segundo a carta que circula, o Brasil perderia a partida na prorrogação, mas o abatimento foi tão grande que a seleção foi goleada. O documento fictício é assinado pelo mesmo nome que teria divulgado o esquema em 1998, Gunther Schweitzer. Na época, ele era apontado como um “alto funcionário da Globo”, agora virou “diretor dos canais ESPN”. Confira uma das versões da corrente que circula na internet:

Continuar lendo A Seleção do Brasil teria vendido a Copa: versão fictícia 2014 ‘bomba’ na internet