Maranhão prepara chegada de mais 170 mil testes para coronavírus, declara governador Flávio Dino

O Maranhão ultrapassou a marca dos 93 mil testes realizados para a Covid-19. O indicador faz com que o estado figure entre as três unidades da federação com maior volume de testes para o novo coronavírus. O número, que já é expressivo em relação ao contexto nacional, deve crescer ainda mais nas próximas semanas. O governador Flávio Dino afirmou que “a meta é triplicar o número”, com a entrega de mais 70 mil testes para os municípios nesta semana e a compra de outros 100 mil exames. “Estamos em um trabalho desde o início de garantir que haja máxima testagem possível para que nós possamos ter um panorama o mais exato quanto possível acerca da ocorrência do coronavírus no nosso estado. Nas próximas semanas, a nossa previsão é de triplicar o número de testes”, frisou o governador.

Continuar lendo Maranhão prepara chegada de mais 170 mil testes para coronavírus, declara governador Flávio Dino

Após crítica de Carlos Bolsonaro, Flávio Dino pergunta se filho do presidente quer extinguir o MA

FOLHAPRESS O ataque do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) nas redes sociais ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão, foi classificado pelo governador do Maranhão Flávio Dino (PC do B) como injusto. Em reação, Dino pergunta se o filho do presidente Jair Bolsonaro quer extinguir o Maranhão ou cassar o seu governador. "Uma estranha e injusta agressão ao vice-presidente da República, que se limitou a cumprir uma determinação do próprio presidente. A não ser que o filho de Bolsonaro queira extinguir o Maranhão ou cassar o seu governador", afirma Dino à reportagem. "O episódio mostra o nível de desagregação e desorganização do governo Bolsonaro", completa. Mourão encontrou-se com Dino e outros governadores na quinta-feira (2) para tratar do Conselho da Amazônia e medidas de combate ao coronavírus nos nove estados da região amazônica. O órgão foi recriado pelo próprio pai de Carlos em fevereiro. Dino, adversário de Bolsonaro, disse sobre o encontro: "Tivemos uma reunião com diálogo técnico, respeitoso, sensato. Claro que Mourão não é do meu campo ideológico. Mas, se Bolsonaro entregar o governo para ele, o Brasil chegará em 2022 em melhores condições".

Continuar lendo Após crítica de Carlos Bolsonaro, Flávio Dino pergunta se filho do presidente quer extinguir o MA

Após crítica de Carlos Bolsonaro, Flávio Dino pergunta se filho do presidente quer extinguir o MA

FolhaPress O ataque do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) nas redes sociais ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão, foi classificado pelo governador do Maranhão Flávio Dino (PC do B) como injusto. Em reação, Dino pergunta se o filho do presidente Jair Bolsonaro quer extinguir o Maranhão ou cassar o seu governador. "Uma estranha e injusta agressão ao vice-presidente da República, que se limitou a cumprir uma determinação do próprio presidente. A não ser que o filho de Bolsonaro queira extinguir o Maranhão ou cassar o seu governador", afirma Dino à reportagem. "O episódio mostra o nível de desagregação e desorganização do governo Bolsonaro", completa. Mourão encontrou-se com Dino e outros governadores na quinta-feira (2) para tratar do Conselho da Amazônia e medidas de combate ao coronavírus nos nove estados da região amazônica. O órgão foi recriado pelo próprio pai de Carlos em fevereiro. Dino, adversário de Bolsonaro, disse sobre o encontro: "Tivemos uma reunião com diálogo técnico, respeitoso, sensato. Claro que Mourão não é do meu campo ideológico. Mas, se Bolsonaro entregar o governo para ele, o Brasil chegará em 2022 em melhores condições".

Continuar lendo Após crítica de Carlos Bolsonaro, Flávio Dino pergunta se filho do presidente quer extinguir o MA

Na blogosfera, um certo “Machado do Maranhão” promete “cortar os males pela raiz”… Não confundam com este blog…

Não conhecia, até hoje, nem de nome nem de sobrenome. Nunca havia lido ou ouvido falar de um novo blog na praça da blogosfera intitulado “O Machado do Maranhão”, que promete, como slogan, “cortar os males pela raiz”. ´ É que quase uma dezena de amigos me procuraram, nesta segunda-feira, para saber se eu era o tal “machado”. Tudo por conta de uma denúncia desse blog, envolvendo um certo assessor da Assembleia Legislativa e também blogueiro - que também não conheço - chamado Antônio Martins. Este, pela denúncia do “machado”, estaria chantageando pessoas com poder aquisitivo, em troca de vantagens. Não conheço a causa. Nem o efeito. Assim, faço o esclarecimento. Meu nome é José Machado. Sou jornalista, graduado pela Universidade Federal do Maranhão e registro no proscrito Ministério do Trabalho. Desde 2012, assino o “Blog do Machado”, cujo link é www.blogdomachado.com.br. Que padece de sazonalidades, porque não dependo e nem quero depender financeiramente dele. Para mim, blog seria apenas um espaço pessoal para a discussão de ideias... Faço o esclarecimento para não ter que explicar mais aos meus amigos que esse machado... “foice”. Não sou eu...

Continuar lendo Na blogosfera, um certo “Machado do Maranhão” promete “cortar os males pela raiz”… Não confundam com este blog…

Bolsonaro ataca Flávio Dino e João Azevêdo, governadores do Maranhão e da Paraíba, e mostra perseguição contra Estados

Declaração do presidente, que conversava informalmente com Onyx Lorenzoni, foi captada por microfones da TV Brasil. E revelou a intenção do presidente em querer discriminar o Nordeste e o Maranhão, e a Paraíba, em particular. Noticiado há pouco pelo Jornal Nacional e pelo O Globo, que microfones da TV Brasil, capataram uma declaração do presidente Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira, que provocou reações dos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e da Paraíba, João Azevêdo (PSB). Bolsonaro conversava informalmente com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, segundos antes do início de entrevista coletiva a correspondentes de veículos de imprensa estrangeiros durante café da manhã, quando declarou: — Daqueles governadores de... Paraíba, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara — disse o presidente para o ministro. Pelo áudio da transmissão — distribuída pela TV Brasil, que pertence ao governo federal — não é possível saber o contexto da conversa. Procurada pela reportagem, o Palácio do Planalto informou que não vai comentar o episódio. Quando Bolsonaro citava "um picareta" e um "ex-deputado", a fala foi interrompida pelo porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, que fez uma saudação aos correspondentes estrangeiros que participaram do encontro. Pelo Twitter, Flávio Dino escreveu que, "independentemente de suas opiniões pessoais, o presidente da República não pode determinar perseguição contra um ente da Federação". "Seja o Maranhão ou a Paraíba ou qualquer outro Estado. 'Não tem que ter nada para esse cara' é uma orientação administrativa gravemente ilegal", argumentou. Ex-juiz federal, Dino disse que, por conhecer a Constituição e as leis brasileiras, continuará a "dialogar respeitosamente com as autoridades do governo federal e a colaborar administrativamente no que for possível". E fez referência ao artigo 37 da Carta Magna, que estabelece princípios da administração pública para dizer que respeita os princípios da legalidade e impessoalidade. Já João Azevêdo comentou as declarações de Bolsonaro dizendo que condena "toda e qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes". "A Paraíba e seu povo, assim como o Maranhão e os demais estados brasileiros, existem e precisam da atenção do Governo Federal independentemente das diferenças políticas existentes. Estaremos, neste sentido, sempre dispostos a manter as bases das relações institucionais junto aos entes federativos, vigilantes à garantia de tudo aquilo a que tem direito. Pelo seu povo. E pela sua história", escreveu o governador da Paraíba, em dois tuítes. Em nota, os governadores do Nordeste dizem que recebem "com espanto e profunda indignação", "em respeito à Constituição e à democracia", buscam manter produtiva relação institucional com o Governo Federal.

Continuar lendo Bolsonaro ataca Flávio Dino e João Azevêdo, governadores do Maranhão e da Paraíba, e mostra perseguição contra Estados

Flávio Dino entrega mais uma etapa do Hospital do Servidor, mas obras continuam

Mais acesso a serviços especializados de saúde, tranquilidade e segurança no tratamento ao servidor do Estado com a inauguração da segunda etapa de obras do Hospital do Servidor do Maranhão. O governador Flávio Dino esteve na unidade, localizada no Calhau, e entregou novas alas de exames e atendimento médico. As obras de construção do novo hospital iniciaram ano passado e seguem o cronograma previsto. Acompanhado de comitiva de secretários e servidores, o governador Flávio Dino conheceu as novas alas da unidade inaugurada. O prédio conta com salas de exames laboratoriais e exames cardiológicos como testes ergométricos, ecocardiogramas, mapas e holteres, além dos serviços odontológicos de consultório e raio-x. Os atendimentos já podem ser solicitados pelos servidores públicos estaduais. O governador Flávio Dino enfatizou que os servidores merecem unidades dignas de trabalho e atendimento, cuja valorização reflete em toda a sociedade e o novo hospital materializa esse respeito. “Com a unidades vamos ampliar os serviços já oferecidos e completando o conjunto de principais especialidades em consulta, exame e clínica médica. Neste evento, prestamos conta do que está sendo realizado e compartilhando mais esta conquista com nossa equipe, servidores e todos os maranhenses”, pontuou. (texto da Comunicação do governo estadual)

Continuar lendo Flávio Dino entrega mais uma etapa do Hospital do Servidor, mas obras continuam
Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018
Brasília - Corredores do Congresso Nacional vazio, sinal verde para parlamentares entrarem em recesso (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018

Registro das candidaturas, escolhidas nas convenções partidárias , deve ser feito até o dia 15. Até lá, poderão haver desistências ou substituições Este ano, o Senado Federal será renovado em dois terços dos seus membros. Assim, os eleitores do Maranhão vão poder escolher dois senadores no dia 7 de outubro vindouro. Para isso,  11 nomes vão estar à disposição dos eleitores na urna eletrônica. São eles: Alexandre Almeida, José Reinaldo Tavares (PSDB), Edison Lobão (MDB), Eliziane Gama (PPS), Iêgo Bruno (PCB), Preta Lu, Saulo Arganceli (PSTU), Samuel Campelo (PRTB), Sarney Filho (PV), Saulo Pinho (PSOL), e Weverton Rocha (PDT). Pela coligação do governador Flávio Dino (PCdoB), que busca a reeleição, concorrem os candidatos a senador os deputados federais Weverton Rocha e Eliziane Gama. Já  pela coligação liderada pelo candidato a governador Roberto Rocha (PSDB), disputam uma cadeira no Senado o deputado estadual Alexandre Almeida e o deputado federal e ex-governador do Estado, José Reinaldo Tavares. A coligação liderada pela ex-governadora Roseana Sarney (MDB),  que tenta voltar ao comando do Estado pela quinta vez, tem como candidatos o irmão deputadoi federal Sarney Filho e o senador Edison Lobão, que tentará se reeleger. Para governador, os eleitores terão como opção para votar: Flavio Dino (PCdoB), Roseana Sarney (MDB), Roberto Rocha (PSDB),  Ramon Zapata (PSTU), Maura Jorge (PSL) e Ovídio Neto (PSOL).

Continuar lendo Onze candidatos vão disputar as duas vagas de senador pelo Maranhão nas eleições de 2018

Folha divulga: Maranhão tem maior alta do PIB entre os estados do país

Em meio à maior crise da história do Brasil, o Maranhão conseguiu ser destaque. O estado cresceu 9,7%. O PIB (Produto Interno Bruto) mede a soma das riquezas produzidas no Estado. Seus dados são medidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ligado ao governo federal. Os dados são referentes a 2017, quando a economia nacional cresceu cerca de 1%. No período, o pior resultado foi do Rio de Janeiro, com queda de 2,2%. A previsão do Banco Itaú é de que este ano haja uma alta de até 3% do PIB em todo o país. A previsão do Banco Santander para o ano de 2017 também era de que o Maranhão iria liderar o crescimento entre os Estados. A notícia foi destaque no jornal Folha de S.Paulo deste sábado.

Continuar lendo Folha divulga: Maranhão tem maior alta do PIB entre os estados do país
PMMA – Coronel Alexandre Araújo assume o Comando Militar do Leste Maranhense
????????????????????????????????????

PMMA – Coronel Alexandre Araújo assume o Comando Militar do Leste Maranhense

O coronel Alexandre Araújo de Brito assumiu o Comando do Policiamento de Área do Interior 4 (CPAI-4) em substituição ao coronel Ruy Fernandes Rodrigues Júnior. A passagem e assunção do comando aconteceu terça-feira (6) no Salão de Atos no Quartel do Comando Geral da PMMA e foi presidida pelo coronel Jorge Luongo, subcomandante da Corporação. Participaram também do evento os coronéis; Zózimo, Sá, Pedro Ribeiro, Barcellos, Lisboa, Honório e Edvaldo, além de comandantes de unidades da capital e oficias e praças da PM. O CPAI-4 é responsável pelo policiamento na região Leste Maranhense (Cocais) e conta com a estrutura das seguintes unidades 2º BPM (Caxias), 11º BPM (Timon) 17º BPM (Codó) e 24º BPM (Coroatá).

Continuar lendo PMMA – Coronel Alexandre Araújo assume o Comando Militar do Leste Maranhense

O Maranhão e a Floresta dos Guajás dão título à Unidos de Tatuapé, em São Paulo

A Floresta dos Guarás, uma das maiores reservas florestais do Maranhão, o Palácio dos Leões, sede do governo, e outros pontos turísticos da capital São Luís, foram determinantes para que, no segundo ano consecutivo, a escola de samba Acadêmicos do Tatuapé se sagrasse campeã do Carnaval 2018 de São Paulo. O resultado foi conhecido na divulgação do último quesito, com as notas de mestre-sala e porta-bandeira. A escola desfilou no Sambódromo do Anhembi na sexta-feira (9) e prestou um tributo ao Maranhão e sua cultura local. A Acadêmicos do Tatuapé assumiu a ponta da classificação apenas no sétimo quesito e de lá não mais saiu. Fizeram a diferença as notas descartadas, que valem para o desempate (das quatro avaliações dos jurados em cada quesito, a pior é desconsiderada no somatório geral). Isso tirou as chances de título das outras escolas que alcançaram os mesmos 270 pontos da campeã: Tom Maior e Mancha Verde receberam um 9,9 no quesito alegoria; Mocidade Alegre As escolas voltam ao Sambódromo na próxima sexta-feira (16), no desfile das campeãs, que também terá a presença da Dragões da Real (5ª colocada), junto com Águia de Ouro e Colorado do Brás, campeã e vice do grupo de acesso. Este é o segundo título da história da Acadêmicos do Tatuapé, que voltou a disputar no grupo especial em 2013. O desfile da escola campeã foi assinado pelo carnavalesco Wagner Santos e teve a participação de 2.761 componentes, divididos em 26 alas e cinco carros alegóricos. A ala das baianas homenageou a Floresta dos Guarás, uma das maiores reservas florestais do Maranhão. O Palácio dos Leões, sede do governo, e outros pontos turísticos da capital São Luís, foram representados nas alegorias.

Continuar lendo O Maranhão e a Floresta dos Guajás dão título à Unidos de Tatuapé, em São Paulo