Bolsonaro diz que governadores do Nordeste têm ideologia e tentam manipular eleitores
TOPSHOT - Brazilian President Jair Bolsonaro is silhouetted during the appointment ceremony of the new heads of public banks, at Planalto Palace in Brasilia on January 7, 2019. - Brazil's Finance Minister Paulo Guedes appointed the new presidents of the country's public banks. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo credit should read EVARISTO SA/AFP/Getty Images)

Bolsonaro diz que governadores do Nordeste têm ideologia e tentam manipular eleitores

O presidente Jair Bolsonaro disse que os governadores do Nordeste têm ideologia e tentam manipular os eleitores da região por meio de desinformação. Na sexta-feira, durante uma conversa informal com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, registrada pela TV Brasil, Bolsonaro afirmou que daqueles "governadores de 'Paraíba', o pior é o do Maranhão"; tem que ter nada com esse cara". O uso de um termo pejorativo para se referir aos nordestinos provocou a reação de governadores da região, que manifestaram "espanto e profunda indignação". Bolsonaro disse que foi "uma crítica em três segundos" e que a imprensa "fez uma festa" com a declaração. Questionado sobre se a declaração pode atrapalhar a votação da reforma da Previdência na Câmara, Bolsonaro disse que o Parlamento não "é tão raso" a esse ponto. "Eles, os governadores, são unidos. Eles têm uma ideologia, perderam as eleições e tentam o tempo todo por meio da desinformação manipular eleitores nordestinos", disse o presidente na entrada do Palácio da Alvorada, na tarde deste sábado (20), quando saía com a filha Laura para uma aula de equitação. Ele atribuiu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o que chamou de imagem negativa do Brasil no exterior. "Ele Lula disse claramente que vivia na Europa dizendo que o Brasil tinha 30 milhões de crianças na rua. Fez uma propaganda negativa do Brasil. Por isso que a nossa imagem é tão ruim fora do Brasil". Conforme publicou O Estadão, ao ser indagado sobre fome no Brasil e os 13 milhões de desempregados, o presidente determinou que jornalistas fizessem as perguntas a Lula. "O Lula falou que acabou com a fome, com a miséria. Tudo está uma maravilha com Lula", ironizou.

Continuar lendo Bolsonaro diz que governadores do Nordeste têm ideologia e tentam manipular eleitores

Blog da Sílvia Tereza: “O Ibope sempre erra no Maranhão…”

o. Neste caso de 2012, os institutos que acertaram foram os locais, com destaque para o DataM que apontou a margem de 36% para Edivaldo Holanda Jr (PTC) e vitória do atual prefeito sobre Castelo, logo no primeiro turno. Na época, o Ibope disse que o petecista teria 26%, no primeiro turno, quando ficou, na verdade, com dez pontos a mais do que o apontado pelo instituto. Outro bom exemplo de erro grotesco do Ibope, no Maranhão, foi nas eleições de 2006. O Ibope dizia que a então candidata Roseana Sarney venceria no primeiro turno folgadamente, quando o pedetista Jackson Lago, já falecido, foi para o segundo turno e venceu a disputa. Números vazaram antes da Mirante divulgar oficialmente Outro fato curioso é que o Ibope, contratado pela TV Mirante, canal de comunicação do grupo Sarney, realizou a pesquisa para soltar no sábado (06), mas antes da contratante divulgar o resultado, vários emissores do clã já tinham os números na ponta da língua, ao exemplo de um dos coordenadores da campanha do candidato Lobão Filho (PMDB), o ex-deputado Joaquim Haickel. O instituto diz que o candidato da coligação “Todos pelo Maranhão”, Flávio Dino (PCdoB), tem 42% contra 30% do candidato sarneysista, Lobão Filho (PMDB). Não só no meio político do grupo Sarney, mas também nos bastidores da mídia sarneysista, os números já rolavam antes mesmo da contratada divulgar o resultado.

Continuar lendo Blog da Sílvia Tereza: “O Ibope sempre erra no Maranhão…”