Eleições 2014 – Macaxeira continua dando indigestão rumo ao TCE
PED do PT: um dos dilemas de Washington Oliveira rumo ao TCE

Eleições 2014 – Macaxeira continua dando indigestão rumo ao TCE

Se não fosse o PED do PT a impedir, e hoje a Assembleia Legislativa do Maranhão fecharia questão pelo nome do vice-governador do Estado, Washington Luís Oliveira , o “Macaxeira”, como o candidato indicado pelo Poder Legislativo para assumir a vaga aberta no Tribunal de Contas do Estado, com a aposentadoria do conselheiro Yedo Lobão. PED é o Processo de Eleição Direta do PT, partido aliado do governo Roseana Sarney, realizado agora no começo de novembro e cuja apuração está dando o maior “ibope”, por ter parido dois resultados... Os partidários da chapa de Raimundo Monteiro, do grupo petista apoiado por Macaxeira, que concorreu à reeleição, divulgaram um resultado oficioso – fruto de “apuração paralela” - na base do “já ganhou” e quiseram torná-lo oficial. Porém, a comissão apuradora, contando os votos direitinho, levou o PED para o segundo turno. Os petista da situação recorreram para a Executiva Nacional do PT e espera o resultado. Mas a comissão apuradora já marcou até a data para o segundo turno. Pelas regras atuais, é a vez do Legislativo indicar o conselheiro do TCE. A lista tanto pode ter três deputados ou um nome indicado por eles, como é o caso de Washington, que junta os interesses do Governo do Estado e da Assembleia, cujo presidente, Arnaldo Melo, passa a ser o sucessor da governadora Roseana Sarney. Entenderam, né? Para indicar um nome, a Assembleia precisa da assinatura de 14 deputados.Cada deputado, porém, só pode indicar um nome. Washington Luís Oliveira, o vice de Roseana, sozinho, já tem 23 assinaturas. Os deputados Zé Carlos da Caixa (PT), César Pires (PMDB) e Rogério Cafeteira, todos da base de apoio de Roseana Sarney no parlamento, aspiravam a vaga, mas “abriram” para Washington. A articulação nesse sentido foi comandada pelo próprio Arnaldo Melo, com o apoio do Palácio dos Leões... Mar por que o PED impede a decisão de hoje do Legislativo quanto à indicação e o vice-governador pediu mais um tempo para pensar se vai mesmo para o Tribunal de Contas? Porque sua liderança no PT está em cheque. Vai que, no segundo turno, ele perca... Deprecia ainda mais o peso do PT junto ao grupo Sarney, que não quer o partido comandando o governo e pretende despachá-lo para o TCE... Internamente, no partido, também é péssimo para Washington. Na própria corrente comandada por Macaxeira, há quem não veja com bons olhos a ida dele para o TCE. Sua dissidência é mais cáustica: ao dar sim aos Sarney, aceitando não exercer o direito de assumir o governo, WO estaria pensando apenas em resolver a vida pessoal dele, ao ganhar um cargo vitalício de conselheiro do tribunal. E o PT que se exploda...

Continuar lendo Eleições 2014 – Macaxeira continua dando indigestão rumo ao TCE