Lista de resoluções: seis propósitos sexuais para melhorar as relações em 2018

Nossa lista de resoluções de Ano Novo está destinada a descobrir o tipo de animal erótico que temos dentro de nós, e a satisfazê-lo adequadamente. Por algum motivo chegamos à maioridade neste século 1. Planejar o lazer tanto quanto o trabalho Quando somos adolescentes ou estamos apaixonados nossos hormônios e órgão genitais têm um peso considerável nas atividades diárias, e eles mesmos encontram espaços em nossas agendas apertadas. No entanto, a coisa muda quando ficamos mais velhos ou passamos muito tempo com a mesma pessoa. O trabalho, as obrigações cotidianas, o estresse, a academia, as crianças, as compras, as redes sociais, a série de televisão do momento... Tudo fica à frente da sexualidade, essa maravilhosa e gratuita capacidade de passar bem que começamos a explorar cada vez menos, mesmo que evoquemos com verdadeiro fervor. Deixar as relações sexuais nas mãos da espontaneidade, se não se pertence aos grupos anteriores, é como esperar que nosso chefe nos chame e aumente o nosso salário. Planejar e reservar momentos de lascívia, seja sozinho/a ou acompanhado/a, e transformá-los em compromissos inadiáveis é uma boa maneira de o sexo não passar a ser uma recordação vintage. Aqui acontece como o exercício físico. Se não nos inscrevemos em uma academia ou atividade às segundas, quartas e sextas de 7h às 9h, será muito difícil que a gente faça atividade esportiva em casa. Marque um dia na semana para a bagunça, no meu caso as dirty fridays, e vai ver que a coisa tem outro swing. 2. Atrever-se a experimentar coisas novas Vejo as mães tentando que seus filhos pequenos experimentem receitas e alimentos novos, sempre com o mesmo argumento, “se não provar nunca vai saber se gosta ou não”. Enquanto isso, os filhos têm três listas separadas: aquilo que gostam, aquilo que não gostam e aquilo que ainda não experimentaram. “Gosta de bacalhau, Carlinhos?”, “Não sei, nunca comi”. “Quer um pouco?”. “Não, obrigado”. A vida sexual deveria ser parecida com essa etapa infantil em que estamos permanentemente em fase de experimentação e na qual, pouco a pouco, vamos reduzindo a lista de experiências desconhecidas. É claro que há coisas que à primeira vista não ativam nem de longe os nossos sucos gástricos; mas exceto esses exemplos extremos, talvez deveríamos ser mais propensos a nos deixar surpreender pelos sabores do mundo. Ideias preconcebidas, estereótipos ou regras autoimpostas são alguns dos principais obstáculos para provar coisas novas. “E o senso de ridículo”, afirma Francisca Molero, sexóloga e ginecologista, “é um grande inibidor sexual que nos impede de fazer muitas coisas. Porque além disso, o riso não cai muito bem com o sexo na nossa mentalidade, e não deveria ser assim”. Todos, cada um adaptado à sua personalidade sexual, temos coisas que gostaríamos de provar e que não nos atrevemos. É a hora de experimentar. VEJA AS DEMAIS. Acesse LEIA MAIS...

Continuar lendo Lista de resoluções: seis propósitos sexuais para melhorar as relações em 2018

“Será que a lista de ‘400 fantasmas’ também foi inventada?”, pergunta Dino

O Governador se manifestou nas redes sociais,  cobrando esclarecimentos sobre irregularidades na Secretaria de Estado da Saúde (SES) Quase uma semana após ter sido deflagrada pela Polícia Federal, a quinta fase da “Operação Sermão aos Peixes” – que investiga um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal na Secretaria de Estado da Saúde (SES) em 2015 –, o governador Flávio Dino voltou a se manifestar nas redes sociais sobre as “supostas” irregularidades encontradas pela PF. Uma das ilegalidades descritas pela PF estaria relacionada à contratação de mais de 400 funcionários fantasmas. Apesar de ter anunciado a existência da lista, a Polícia Federal ainda não divulgou os nomes dos “fantasmas”, o que originou a cobrança pública de Dino no Twitter. De acordo com o governador, foram feitos dois pedidos oficiais à Polícia Federal requerendo a tal lista, mas, até o momento, ela segue guardada. “Até o presente momento não chegou ao nosso governo a suposta lista de ‘400 fantasmas’ que existiriam na Secretaria de Saúde em 2015. Queremos a lista para ajudar a apurar a alegação. Já requeremos oficialmente duas vezes e nada”, afirmou Dino. Em sua manifestação nas redes sociais, o governador criticou a Polícia Federal e chegou a duvidar da condução das investigações. Segundo Dino, o desejo em conseguir a lista dos “400 fantasmas” seria uma maneira de o próprio governo do estado apurar as irregularidades internamente. “Um delegado da Polícia Federal afirmou ao país que havia essa lista de ‘400 fantasmas’ em 2015 e nós queremos apurar administrativamente. Onde está a lista? Investigações não podem ser conduzidas como peças políticas ou puramente midiáticas. Inventaram uma sorveteria ‘jocosa’. Será que a lista de ‘400 fantasmas’ também foi inventada?”, disse o governador.

Continuar lendo “Será que a lista de ‘400 fantasmas’ também foi inventada?”, pergunta Dino
STF manda investigar Zé Sarney  por suposta propina nas obras da Norte-Sul
Sarney vai ser investigado na Lava Jato

STF manda investigar Zé Sarney por suposta propina nas obras da Norte-Sul

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin determinou abertura de inquérito para investigar o ex-deputado Valdemar da Costa Neto (PR), o ex-senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB), e o deputado federal Milton Monti (PR-SP). Os procuradores investigam supostos pagamento de propina por benefícios à Odebrecht na execução das obras da Ferrovia Norte-Sul, em 2008 e 2009. O pedido de abertura de inquérito teve como base a colaboração de dois diretores Odebrecht: Pedro Augusto Carneiro Leão Neto e João Antônio Pacífico Ferreira. Segundo o pedido, os políticos garantiram “ajuste de mercado com o objetivo de assegurar ao grupo Odebrecht a execução da obra da Ferrovia Norte-Sul”. Em troca, agentes públicos teriam recebido 4% do valor do contrato firmado. Desse total, segundo o MPF, 3% foram destinados ao grupo político de Valdemar da Costa Neto dentro da Valec, a estatal responsável pelas ferrovias no Brasil.

Continuar lendo STF manda investigar Zé Sarney por suposta propina nas obras da Norte-Sul

Fachin manda investigar 8 ministros, 24 senadores, 39 deputados e 3 governadores. Inquéritos dirão quem é culpado ou inocente

Ministro do Supremo Tribunal Federal autorizou abertura de inquéritos solicitados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. G1 Globo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a Procuradoria-Geral da República (PGR) a investigar 8 ministros, 3 governadores, 24 senadores e 39 deputados federais que fazem parte da chamada "lista do Janot". Entre os alvos dos novos inquéritos, estão os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os inquéritos servirão para apurar se há elementos para a PGR denunciar os investigados por eventuais crimes. Se o Supremo aceitar as eventuais denúncias, os acusados se tornam réus em ações penais. A revelação das investigações foi feita pelo site do jornal "O Estado de S. Paulo", que, inicialmente, informou que havia 83 inquéritos abertos. Depois da divulgação das informações pelo jornal, o STF informou oficialmente que Fachin determinou a abertura de 76 inquéritos para investigar políticos e autoridades com base nas delações de ex-executivos da Odebrecht. Veja seguir A LISTA DE FACHIN: veja quem será investigado e o que eles dizem Segundo o gabinete de Fachin, foram arquivados sete casos envolvendo autoridades, a pedido da PGR, por falta de indícios da ocorrência de crimes. A Procuradoria-Geral da República também pediu ao ministro que enviasse de volta aos investigadores três pedidos de investigação, para nova análise dos relatos. O próprio Fachin remeteu outros oito pedidos à PGR, para nova manifestação do órgão, responsável pela condução das investigações (veja mais abaixo). O ministro também decidiu enviar para instâncias inferiores da Justiça 201 pedidos de investigação de pessoas citadas sem o chamado “foro privilegiado” (prerrogativa de responder a processo somente no STF). Ainda existem outros 25 pedidos mantidos sob sigilo, por risco de, caso sejam revelados, atrapalhar as investigações.

Continuar lendo Fachin manda investigar 8 ministros, 24 senadores, 39 deputados e 3 governadores. Inquéritos dirão quem é culpado ou inocente
Tensão no Congresso! Lista de delatados na Lava Jato pode sair a qualquer momento
Rodrigo Janot: lista de delatados que é nitroglicerina pura...

Tensão no Congresso! Lista de delatados na Lava Jato pode sair a qualquer momento

Procurador Rodrigo Janot já passou e repassou os nomes. Só a lista de Paulo Roberto Costa tem 28 citados, engrossada pela do doleiro Alberto Youssef Os dias que antecedem a apresentação dos inquéritos contra políticos citados no esquema de corrupção da Petrobras foram de trabalho por parte dos acusadores, a Procuradoria-Geral da República, e tensão dos parlamentares, no Congresso Nacional. Neste fim de semana, procuradores da República que elaboraram as peças contra autoridades citadas na Lava Jato se dedicam a reler todo material, elaborado com base nas delações do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa. Os oito procuradores que integram o grupo de trabalho coordenado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tentam concluir o trabalho para que o material chegue ao Supremo Tribunal Federal - no caso de parlamentares - e ao Superior Tribunal de Justiça - no caso de governadores - até quarta-feira. Checam todas as peças para que não haja nenhuma incoerência entre os casos, já que todos estão interligados. O procedimento habitual do procurador-geral da República é de avisar políticos investigados antes de solicitar as investigações ao Supremo, para que os parlamentares não sejam "intimados" por notícias veiculadas na imprensa. Contudo, ainda não se sabe se o procurador adotará o mesmo hábito nos casos relativos à Lava Jato.

Continuar lendo Tensão no Congresso! Lista de delatados na Lava Jato pode sair a qualquer momento
Sai a lista de primeira chamada do ProUni divulgada pelo MEC
Estudantes universitários devem buscar a lista no site do MEC (Proune)

Sai a lista de primeira chamada do ProUni divulgada pelo MEC

Selecionados devem levar documentos a instituições de ensino até o dia 9 de fevereiro. Segunda chamada sai no dia 19 Como já era esperado, o Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira (2) a lista da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) em seu site. O programa oferece bolsas no ensino superior privado com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, foram ofertadas 213.113 bolsas – 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas são divididas entre 30.549 cursos, em 1.117 instituições de ensino superior privadas. No último balanço, mais de 1,4 milhão de candidatos haviam se inscrito no programa de bolsas de ensino.

Continuar lendo Sai a lista de primeira chamada do ProUni divulgada pelo MEC
Prefeitura divulga relação das entidades aprovadas no seletivo para Rede Conveniada da Semcas
A equipe de seleção das entidades conveniadas

Prefeitura divulga relação das entidades aprovadas no seletivo para Rede Conveniada da Semcas

A Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) divulgou a relação final das entidades aprovadas em seletivo para formação da Rede Conveniada, que irá executar o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). As atividades serão voltadas para crianças e adolescentes em três faixas etárias: de até 6 anos, de 6 a 15 e de 15 a 17 e, ainda, para pessoas idosas nas áreas referenciados pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Foi também divulgada a relação de entidades que estão no Cadastro de Reserva, que serão chamadas em caso de desistência ou descredenciamento de alguma das entidades habilitadas na 3º etapa do referido processo. As 57 entidades e organizações sem fins lucrativos para 2014 e 2015 receberão, ao longo do mês de fevereiro, suporte técnico para produção de plano de trabalho para consolidação do convênio, que deve iniciar em março.

Continuar lendo Prefeitura divulga relação das entidades aprovadas no seletivo para Rede Conveniada da Semcas
Polícia Federal recebe mandados de prisão de condenados no mensalão
Sede da PF, em São Paulo; esperando os mensaleiros.

Polícia Federal recebe mandados de prisão de condenados no mensalão

G! Superintendências nos estados devem receber ofícios para executar penas. Documentos chegaram à sede da PF por meio de dois oficiais de Justiça O plantão da Polícia Federal em Brasília confirmou ao G1 que recebeu na tarde desta sexta-feira (15) ofícios ordenando a execução imediata das penas para condenados no processo do mensalão. Os documentos – pelo menos 12 – chegaram fisicamente à sede da PF por volta das 16h10 pelas mãos de dois oficiais de Justiça. A Polícia Federal vai enviar os ofícios para as superintendências regionais por meio de fax para iniciar a execução das prisões. A PF não divulgou o teor dos ofícios. A Polícia Federal em Brasília informou que os 12 mandados são referentes aos seguintes réus:

Continuar lendo Polícia Federal recebe mandados de prisão de condenados no mensalão
Mutuários do ‘Minha Casa, Minha Vida’ já podem financiar até tablets e micro-ondas
"Cesta" do programa Minha Casa Melhor fica mais robusta

Mutuários do ‘Minha Casa, Minha Vida’ já podem financiar até tablets e micro-ondas

Os mutuários do Programa Minha Casa Melhor, que financia a compra de móveis e utensílios domésticos pelos beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida, poderão comprar mais tipos de produtos. Em reunião extraordinária, o Conselho Monetário Nacional (CMN) incluiu fornos de micro-ondas, móveis para cozinha, estantes ou racks e tablets na lista de produtos que podem ser financiados pela linha de crédito. Os preços máximos dos itens que podem ser financiados foram os seguintes: R$ 800 para tablets, R$ 350 para micro-ondas, R$ 600 para móveis de cozinha e R$ 350 para estantes e racks. De acordo com o Ministério da Fazenda, a inclusão desses itens atende a uma demanda dos beneficiários do programa por novos produtos.

Continuar lendo Mutuários do ‘Minha Casa, Minha Vida’ já podem financiar até tablets e micro-ondas