Queda de braço: DEM Nacional pede tempo para decidir situação do Maranhão

O Diretório Nacional do Democratas pediu um tempo à executiva estadual do Maranhão para decidir sobre o rumo do partido no Estado, segundo noticiou O Informante. Essa posição foi passada durante uma tensa reunião, na noite dessa terça-feira, na sede do partido, em Brasília, com a presença do presidente do DEM, senador Agripino Maia; do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia; do líder da agremiação na Câmara, Rodrigo Garcia; do presidente do Democratas no Maranhão, Juscelino Filho, do seu irmão, deputado Stênio Resende, e do deputado federal José Reinaldo Tavares. Os maranhenses queriam uma definição da Executiva Nacional sobre o rumo do partido no Estado. A reunião não chegou a nenhuma conclusão. Os dirigentes nacionais pediram um tempo para que eles, sozinhos, decidam o que fazer. O desfecho da reunião tira de José Reinaldo Tavares a segurança que vinha tendo com relação à sua filiação ao DEM.

Continuar lendo Queda de braço: DEM Nacional pede tempo para decidir situação do Maranhão

José Reinaldo está decidido a manter sua candidatura ao Senado, mesmo se não entrar na chapa liderada por Flávio Dino

O ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (sem partido e a caminho do DEM) nem de longe admite ficar de fora de uma das vagas de candidato a senador na chapa a ser liderada pelo governador Flávio Dino (PCdoB). Com o apoio de um grande grupo de prefeitos liderados pelo prefeito de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, o ex-governador continua se movimentando e articulando apoiamentos para convencer o governador Flávio Dino de que ele, José Reinaldo, é o nome ideal para fazer a dobradinha com o deputado federal Weverton Rocha (PDT), cuja escolha já foi sacramentada pelo governador Flávio Dino. Uma série de “porens” ao ingresso do ex-governador no DEM e que podem ser, de fato, obstáculos capazes de inviabilizar seu ingresso no partido e, por via de consequência, sua candidatura ao Senado. O projeto do ex-governador de ser senador enfrenta agora a concorrência poderosa do movimento articulado pelo prefeito Edivaldo Jr. (PDT) para emplacar a deputada federal Eliziane Gama (PPS) na segunda vaga de candidato. Os dois parlamentares estão conversando há semanas e já estabeleceram e já alinhavaram o acordo que os tornam parceiros na corrida para o Senado. A articulação que está resultando na dobradinha Weverton/Eliziane tem o apoio discreto do Palácio dos Leões, embora o governador Flávio Dino ainda não batido o martelo. Continue lendo a matéria do jornalista Ribamar Correa, Repórter do Tempo...

Continuar lendo José Reinaldo está decidido a manter sua candidatura ao Senado, mesmo se não entrar na chapa liderada por Flávio Dino
José Reinaldo Tavares, em Tuntum: largada para candidatura ao Senado pelo Democratas
A festa política em Tuntum para lançar a candidatura de José Reinaldo a senador

José Reinaldo Tavares, em Tuntum: largada para candidatura ao Senado pelo Democratas

O prefeito de Tuntum e presidente da Famem, Cleomar Tema, reuniu, hoje (05), na sua cidade, uma parcela considerável da classe política estadual para o lançamento da candidatura do deputado federal José Reinaldo Tavares a senador da República pelo |Maranhão. Como se sabe, em 2018, o Senado Federal será renovado em 2 terços, logo os Estados vão eleger dois senadores. E José Reinaldo Tavares - ou simplesmente Zé Reinaldo -, com a bagagem de quem já foi governador do Maranhão, larga na frente, impulsionado por antigos aliados políticos da época dos Leões, como Cleomar Tema, Chico e Luciano Leitoa, prefeitos, exprefeitos, vereadores e deputados. Tema faz o chamamento com a legitimidade de presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Maranhão. Atualmente no Partido Socialista Brasileiro (PSB), José Reinaldo resistiu muito a dificuldades de convivência dentro da agremiação, em se tratando do diretório estadual. Não fala de rancor pessoal ou político, mas já anunciou que vai deixar o partido e ingressar no Democratas (DEM), onde já articulou sua transferência, em Brasília. José Reinaldo Tavares, que lançou o atual governador Flávio Dino (PCdoB) na política partidária, ao apoiá-lo para deputado federal, também foi eleito para o mandato atual na mesma coligação partidária do chefe do Executivo maranhense. E tudo indica que marcharão juntos, de novo, nas eleições de 2018.

Continuar lendo José Reinaldo Tavares, em Tuntum: largada para candidatura ao Senado pelo Democratas

Artigo de José Reinaldo ressuscita a história de amor e ódio entre ele e Sarney (1)

POR JOSÉ MACHADO O helicóptero corta os ares, tranquilamente. De repente, dá uma guinada para a esquerda e despenca no espaço. O competente piloto termina de desviar a aeronave de um urubu que, não fora a sua habilidade, teria ido direto para as hélices e tudo poderia acontecer. Graças a Deus, estávamos salvos! Testemunhas desse episódio: o piloto, cujo nome me foge da memória; eu, secretário de Imprensa do governo; o então governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares, e Flávio Dino, que há pouco trocara a toga de juiz federal pelo paletó de “político” e já pré-candidato a deputado federal. Dirigíamo-nos à cidade de Tuntum para uma inauguração. Após o susto, o primeiro comentário sobre o episódio é do governador José Reinaldo Tavares. Até porque Flávio Dino estava sem cor e sem voz, já que – e também por conta do quase acidente - morre de medo de viajar em qualquer coisa que não esteja com os “pés” fincados no chão. Premonitório, Zé Reinaldo fala: - “Quem iria gostar da queda deste helicóptero era o Sarney. Poderia comemorar a morte do seu atual inimigo político e pessoal e, de quebra, a do Flávio, que ainda vai lhe causar grandes embaraços no futuro... Era assim. Naquele ano de 2005, quando se acirraram os ânimos entre o governador aliado e a família Sarney, chegando ao total rompimento, José Reinaldo não conseguia chegar a uma dezena de palavras sem falar mal de José Sarney. Eram frases carregadas de sentido e adjetivos. Sarney, ex-deputado, ex-governador, ex-senador e ex-presidente da República, pelas generosas mãos do Maranhão, seria o inimigo número 1 do estado onde nasceu, estudou e cresceu, politicamente. O clima da época: Sarney era o diabo em pessoa; José Reinaldo, ex-aliado que rompeu com ele e com a família, o salvador do Maranhão. Isso atraiu muitos políticos com o rótulo de “esquerda” para as hostes do ocupante do Palácio dos Leões. Aqui e alhures. Flávio Dino era um deles. O ex-governador João Capiberibe, que se tornou adversário ferrenho de Sarney, no Amapá, visitou José Reinaldo em São Luís, e este retribuiu a visita indo participar de ato contra Sarney, em Macapá. Já Sarney só se referia a José Reinaldo como “Judas, o traidor”. Isso porque, segundo ele, considerava Tavares um filho político ou um político filho... Mas lembremo-nos de algo importante... José Reinaldo gostava de culpar Roseana Sarney, a quem substituiu como governador, depois de ser seu vice por duas vezes, pelo rompimento. E aí, teríamos que colocar no centro do ringue a ex-mulher do governador, Alexandra Tavares, esta sim, na visão de Sarney, a causadora de toda a briga... Mas essa é outra história... Revejo esses fatos para entender e tentar interpretar o artigo que o ex-governador e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB) deu à luz, na última terça-feira, propondo um pacto de sua elite política atual com o sem-mandato José Sarney. Pelo Maranhão... Pouco concordo com a proposta do ex-governador, a quem considero amigo pessoal e por quem tenho muito carinho e respeito. Mas não é uma reflexão para se fazer sozinho, nem de uma tacada só. É um tema público, que José Reinaldo provocou... Por isso, voltarei ao tema.

Continuar lendo Artigo de José Reinaldo ressuscita a história de amor e ódio entre ele e Sarney (1)

Acredite se quiser: José Reinaldo Tavares defende pacto pelo Maranhão. Nele, entraria até José Sarney…

O ex-governador do Estado e atual deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), aliado político de longas datas que, no governo, rompeu com o grupo do ex-presidente José Sarney, e foi peça fundamental para a eleição do Dr. Jackson Lago, em 2006, continuando a ser um crítico ferrenho "da oligarquia", surpreendeu a todos com um artigo, em seu blog - PACTO PELO MARANHÃO - em que defende a união de todos em favor do Maranhão, em cujo pacto caberia nada mais nada menos que o próprio José Sarney (PMDB). O artigo ganha importância quando se sabe que José Reinaldo é aliadíssimo do governador Flávio Dino (PCdoB) e um dos seus principais conselheiros... No artigo, José Reinaldo, diz que Sarney ficou devendo muito em relação ao que poderia ter feito, pelo Maranhão,"considerando o seu poder pessoal e político incontestáveis. Mas, enfim, este não é um artigo para criticá-lo. Isso já fiz muitas vezes ao longo de muitos anos e por isso recebi muitas vezes o peso de sua ira. Contudo, isso ficou para trás e tenho que olhar para a frente e não ficar remoendo o passado". "Mas, enfim, este não é um artigo para criticá-lo. Isso já fiz muitas vezes ao longo de muitos anos e por isso recebi muitas vezes o peso de sua ira. Contudo, isso ficou para trás e tenho que olhar para a frente e não ficar remoendo o passado" - aliviou, mandando o petardo: - O que pretendo é unir todos pelo desenvolvimento do Maranhão. É escolher pelo debate alguns projetos realmente fundamentais para alavancar o crescimento do estado e melhorar a vida sofrida de nossa população. Entre nós temos vários políticos de enor, me prestígio, a começar pelo governador Flávio Dino e pelo ex-presidente José Sarney, juntando senadores, deputados federais e estaduais. Temos força política para, juntos nesse propósito, conseguirmos grandes avanços, desde que todos puxem numa só direção -LEIA O ARTIGO, NA ÍNTEGRA...

Continuar lendo Acredite se quiser: José Reinaldo Tavares defende pacto pelo Maranhão. Nele, entraria até José Sarney…
Ex-governador José Reinaldo Tavares  e mais três indicados para compor o governo Flávio Dino
Convidado, José Reinaldo Tavares troca a Câmara dos Deputados pela Secretaria de Minas e Energia...

Ex-governador José Reinaldo Tavares e mais três indicados para compor o governo Flávio Dino

A escolha do deputado federal eleito José Reinaldo Tavares (PSB) para a Secertaria de Minas e Energia foi o nome de peso anunciado pelo governador eleito Flávio Dino para compor seu stafff administrativo a partir de 1ºde janeiro de 2015. Ele e mais três nomes foram conhecidos nesta segunda-feira (24). Através das redes sociais, Flávio Dino anunciou o advogado Paulo Guilherme Araújo para a Comissão Central de Licitação, o empresário Sérgio Sombra para a presidência da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema) e Karla Trindade será chefe da Assessoria Especial do governador. José Reinaldo Tavares - Engenheiro civil, ex-governador do Estado, ex-ministo dos Transportes, diretor do DNOS e da Novacap, dentre muitas outras funções públicas que exerceu dentro e fora do Estado. No seu curriculum consta o rompimento com o grupo Sarney e o apoio aos políticos da oposição numa engenharia política que resultou na eleição do saudoso Jackson Lago ao Governo do Estado. Na Secretaria de Minas e Energia terá a responsabilidade de potencializar os recursos naturais do Estado, revertendo seus ganhos para a população maranhense. Para a Jucema, a próxima gestão estadual pretende modernizar e aprimorar o trabalho do órgão, como forma de contribuir com o novo momento que o Maranhão vai viver. Entre os desafios do presidente, dar mais velocidade e reduzir a burocracia na abertura de empresas, agilizar a integração de diversos órgãos de registros, entre os quais as Receita Estadual, a Federal e as Prefeituras. O objetivo dessas ações é fazer com que o prazo de registro seja mais curto, sem abrir mão da segurança.

Continuar lendo Ex-governador José Reinaldo Tavares e mais três indicados para compor o governo Flávio Dino
José Reinaldo diz que votar em Dilma é “votar no grupo Sarney”
Zé Reinaldo: sempre com o pé atrás em relação aos Sarney

José Reinaldo diz que votar em Dilma é “votar no grupo Sarney”

Do blog do John Cutrim Em entrevista ao programa do jornalista Gilberto Lima, o deputado federal eleito José Reinaldo Tavares disse que votar na reeleição de Dilma Rousseff é “votar no grupo Sarney”. “Foi no governo do PT que o grupo Sarney teve forças e ocupou ministérios e cargos de primeiro escalão. Não é por menos que a oligarquia fez o que quis, prejudicou bastante a oposição e está envolvida nesses escândalos de corrupção petista, como o caso da Petrobras”, disse José Reinaldo. Deputado federal eleito com 86.728 votos, José Reinaldo, que é do PSB, disse que o melhor candidato à Presidente da República é o senador mineiro Aécio Neves. “Ele é o candidato mais preparado, fez um grande governo em Minas Gerais”, afirmou Zé Reinaldo. O ex-governador do Maranhão também falou dos benefícios para São Luís de ter um governador e prefeito alinhados.

Continuar lendo José Reinaldo diz que votar em Dilma é “votar no grupo Sarney”
Zé Reinaldo diz que acusação de Luis Fernando é “conversa de perdedor”
Zé Reinaldo, sobre Luís Fernando: "Conversa de perdedor"

Zé Reinaldo diz que acusação de Luis Fernando é “conversa de perdedor”

"Conversa de perdedor". Foi como o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) respondeu à declaração do secretário de Infraestrutura do Governo do Estado, Luís Fernando Silva (PMDB), de que fora perseguição durante a gestão como prefeito de São José de Ribamar. Para o secretário de Roseana Sarney, tanto José Reinaldo como o falecido ex-governador Jackson Lago (PDT) relegaram sua administração a último plano. A queixa de Luís Fernando se dera durante sua passagem pelo município de Santa Inês, semana passada, quando declarou que fora "discriminado do mapa político por não ser do partido de nenhum dos dois governadores."

Continuar lendo Zé Reinaldo diz que acusação de Luis Fernando é “conversa de perdedor”
Zé Reinaldo admite sair do PSB, mas  Prega unidade  em torno de Flávio Dino
Zé Reinaldo prega unidade das oposições

Zé Reinaldo admite sair do PSB, mas Prega unidade em torno de Flávio Dino

O ex-governador Zé Reinaldo Tavares admite, em entrevista ao jornalista Ribamar Terr, do Jornal Pequeno, que pode deixar o PSB, mas prega unidade em torno da candidatura a governador do presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB). O ex-governador diz que “vive-se um momento fantástico em que o sentimento generalizado é de mudança”.

Continuar lendo Zé Reinaldo admite sair do PSB, mas Prega unidade em torno de Flávio Dino