Jô Soares se diz imune às críticas pela entrevista chinfrin que fez com Dilma

Centro de polêmica após entrevistas a presidente Dilma Rousseff (PT) em seu programa, Jô Soares não está ligando para as críticas. Aproveitando o que considera “um sucesso de entrevista”, o apresentador afirma que não mudará o tom de sua conversa com políticos e revela também seu lado político. Depois de entrevistar Dilma durante 69 minutos no Palácio da Alvorada, em Brasília, em tom mais casual, Jô foi alvo na internet de críticas que o acusam de ser aliado da petista. Lembrando que fez o mesmo com o então presidente Fernando Henrique Cardoso, Jô descarta mudanças em seu estilo. “Não fiquei nem um pouco chateado. Algumas [críticas] foram tão impertinentes que até achei graça. Entrevistei FHC no Palácio do Planalto na época da reeleição, todas as entrevistas no programa sempre foram feitas em tom de cordialidade e intimidade. Não é porque a Dilma está com a popularidade em baixa que seria diferente”, afirma ele em entrevista à Folha de S.Paulo.

Continuar lendo Jô Soares se diz imune às críticas pela entrevista chinfrin que fez com Dilma

Aquela entrevista que Dilma deu ao Jô…

Era de se esperar que causasse polêmica a entrevista concedida pela presidente da República, Dilma Rousseff, ao “Programa do Jô, na madrugada de sexta para sábado. Não cabe a este blog opinar a respeito do que a presidente (felizmente Jô não a chamou de “presidenta”) disse em 1 hora e 9 minutos de conversa. Mas cabe, sim, falarmos sobre como foi conduzida a dita entrevista. E nesse quesito deixou a desejar. Houve quem reclamasse – e não foram poucos – da falta de agressividade por parte de Jô. Não creio que fosse o caso. Um bom entrevistador não precisa ser feroz ou grosseiro. Por outro lado, deve ser incondicionalmente incisivo. E isso Jô não foi. Incomodou, inclusive, um certo tom laudatório, dispensável por parte de quem está na posição de perquiridor. Bastaram poucos minutos de programa para notarmos que aquela não seria uma entrevista de questões contundentes e respostas esclarecedoras. A impressão era de que Jô seguia uma pauta, lendo em seu tablet perguntas cujas respostas já estavam na ponta da língua da entrevistada. Respostas, aliás, que em momento algum foram contestadas pelo entrevistador. E nem era preciso muito preparo por parte deste para levantar alguns pontos muito mal explicados. A entrevista concedida ao “Programa do Jô” segue uma estratégia de marketing para criar empatia entre presidente e cidadãos. Obama é um mestre em aparecer em programas populares – de Ophah Winfrey a Ellen DeGeneres e David Letterman. Em nenhuma dessas atrações o presidente norte-americano foi hostilizado ou colocado contra a parede. Ao contrário: contou intimidades familiares e até dançou. Algo de errado nisso? De forma alguma. Era o combinado. Mas nesse caso o jogo era claro: Obama estava lá para mostrar seu lado ameno e humano, não para falar de política.

Continuar lendo Aquela entrevista que Dilma deu ao Jô…
Marina Silva, no Jô: ‘Não tenho como objetivo de vida ser presidente’
Marina Silva disse ao Jô soares não encarar política como meio de vida

Marina Silva, no Jô: ‘Não tenho como objetivo de vida ser presidente’

Ex-senadora participa do Programa do Jô desta terça-feira e comenta aliança com Eduardo Campos, pré-candidato à Presidência pelo PSB. No Programa do Jô de ontem (15), que já terminou na madrugada de hoje (16), o apresentador Jô Soares entrevistou a ex-senadora Marina Silva, que recentemente anunciou uma aliança com o pré-candidato à Presidência Eduardo Campos, do PSB (Partido Socialista Brasileiro). “Essa não é uma aliança eleitoral, mas uma aliança programática”, explica. Durante a entrevista, Marina Silva comentou sobre os seus planos dentro da política. “Não tenho como objetivo de vida ser presidente da República, eu tenho como objetivo um país e um mundo melhores. Se para isso, eu precisar ser presidente da República, o serei, mas se tiver quem faça isso por mim, continuo como professora com muito orgulho”, afirma.

Continuar lendo Marina Silva, no Jô: ‘Não tenho como objetivo de vida ser presidente’
Marina Silva e Eduardo Campos (PSB) dão entrevista a Jô Soares, daqui a pouco
Marina e Eduardo Campos: juntos também no "Jô 11 e meia"

Marina Silva e Eduardo Campos (PSB) dão entrevista a Jô Soares, daqui a pouco

A ex-senadora Marina Silva, recém-filiada ao PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, participa na próxima terça-feira do “Programa do Jô”, da TV Globo. A entrevista será transmitida no mesmo dia. O apresentador não esconde sua simpatia pelos socialistas. Nesta semana, Jô Soares “parabenizou” a união entre os dois presidenciáveis. Eduardo Campos também recebeu convite, garantiu presença mas ainda não marcou data. O governador Eduardo Campos participou recentemente do programa do Ratinho, no SBT. Numa entrevista de 27 minutos, veiculada no final do mês de agosto, Campos criticou a falta de diálogo da presidente Dilma Rousseff (PT) com os aliados. “Votei na Dilma porque foi um apelo que o presidente Lula fez para que tivéssemos um só candidato e fechamos o apoio, mas acho que, muitas vezes, a falta do traquejo político e do diálogo é percebido pelos políticos do partido. Você tem que ter comando, mas também capacidade de ouvir”, disse. (Diário de Pernambuco)

Continuar lendo Marina Silva e Eduardo Campos (PSB) dão entrevista a Jô Soares, daqui a pouco