Aos 70 anos, morre o cantor Jerry Adriani, um dos maiores nomes da Jovem Guarda no Brasil
Jerry Adriani, no auge de sua carreira.

Aos 70 anos, morre o cantor Jerry Adriani, um dos maiores nomes da Jovem Guarda no Brasil

O cantor Jerry Adriani, um dos ídolos do movimento da Jovem Guarda, morreu hoje (23) aos 70 anos no Rio de Janeiro. Adriani se tratava contra um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade do Rio. Jair Alves de Souza, o Jerry Adriani, nasceu em 29 de janeiro de 1947, na cidade de São Paulo. Seu primeiro disco, Italianíssimo, em que ele interpretava canções italianas, foi lançado em 1964. Seu segundo disco, Um Grande Amor, fez grande sucesso e ele passou a apresentar o programa Excelsior a Go Go, na TV Excelsior. Depois o cantor apresentou ainda o programa A Grande Parada, da TV Tupi, e atuou em filmes, como Essa Gatinha É Minha, ao lado de Peri Ribeiro e Anik Malvil e com direção de Jece Valadão. Atuou ainda nos filme Jerry, a Grande Parada e Jerry em Busca do Tesouro. Um de seus últimos trabalhos foi a gravação do CD e DVD Acústico ao Vivo, em 2008. Entre seus grandes sucessos estão as músicas Doce, Doce Amor, Querida, Tudo que É Bom Dura Pouco e Amor Querido. A morte gerou uma séria de mensagens nas redes sociais de solidariedade postadas por amigos, familiares e fãs, se tornando um dos assuntos mais comentados no Brasil através do Twitter. Uma das amigas que escreveu sobre a morte de Jerry Adriani foi a cantora Luciene Franco. O velório e enterro do cantor está previsto para esta segunda-feira, no Cemitério do Caju, no período da tarde. "Senhor, dai-nos força e alento. Dai a todos que o amamos, conforto neste momento. Paz para sua alma Luz para a sua passagem . Nosso amor segue com ele. Deus esteja ao teu lado, Jerry Adriani Descanse em paz, na Sua Glória", escreveu a cantora, sucesso na década de 60.

Continuar lendo Aos 70 anos, morre o cantor Jerry Adriani, um dos maiores nomes da Jovem Guarda no Brasil