Três ônibus incendiados por bandidos. E São Luís entra em pânico !
ônibus incendiado na área da Cidade Operária, em São Luís

Três ônibus incendiados por bandidos. E São Luís entra em pânico !

Para os que gostam de pregar o pânico na cidade, era só o que faltava: a informação de que ‘bandidos estavam tocando fogo em ônibus, a torto e a direito”. O boato, espalhado a partir das 20 horas, queimou como pólvora nas redes sociais e logo a cidade se alarmou. O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, não se sabe se acalmou ou pôs mais fogo na fervura, ao declarar, aí por volta das 21 horas, que três ataques foram confirmados na área de Paço do Lumiar, Cidade Operária e Liberdade, em São Luís. Após essa declaração, as viaturas foram para as ruas, mas as paradas de ônibus começara a se encher de passageiros, desejosos de ir para as suas casas. Pior: muitos deles apavorados com a boataria que tomou conta de São Luís. É que o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão ordenou que os ônibus fossem recolhidos às garagens em toda a região metropolitana da capital, até as 22 horas.

Continuar lendo Três ônibus incendiados por bandidos. E São Luís entra em pânico !
Governo do Maranhão promove audiências para tratar de segurança pública nos municípios.
Jefferdon Portela: discutindo segurança pública também nos municípios...

Governo do Maranhão promove audiências para tratar de segurança pública nos municípios.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública, está promovendo audiências nos municípios maranhenses com o objetivo de conhecer a realidade de perto, ouvir as queixas e planejar ações efetivas para a área de segurança pública em cada cidade. Vários desses encontros foram realizados no primeiro semestre deste ano e outros estão previstos para acontecer até o fim ano. O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, afirmou que o Governo do Estado está investindo na parceria com a comunidade para o bom desempenho das polícias e o bem-estar da sociedade. “O relacionamento com a população é fundamental para o exercício da atividade policial. É a mais efetiva maneira de reduzir índices de criminalidade, conforme metodologia internacional que vem sendo adota nas academias nacionais”. Nas audiências são traçadas ações de combate à criminalidade a serem adotadas na região em que o diálogo é realizado. Jefferson Portela solicita que a população participe da iniciativa. “O trabalho de captura e identificação do marginal é mais eficiente com a troca de informação entre a polícia e o cidadão. A população não deve se afastar das polícias”. O secretário de Segurança destacou o compromisso e a seriedade dos policiais na luta contra a marginalidade e a redução dos índices de criminalidade em todo o Maranhão. “Os policiais estão dispostos a garantir a tranquilidade do maranhense. A população tem que ter o sistema de segurança como aliado.

Continuar lendo Governo do Maranhão promove audiências para tratar de segurança pública nos municípios.
De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares
A solenidade de promoção dos policiais militares, em números uma das maiores da história da PM

De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares

Mil quatrocentos e quatorze policiais militares foram promovidos durante a solenidade militar realizada, nesta sexta-feira (10), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís. As promoções são parte das medidas adotadas pelo Governo do Estado para valorização dos servidores públicos estaduais que compõem o Sistema de Segurança Pública. Do total de policiais promovidos, 616 são de unidades operacionais da capital e os outros 798, do interior do estado. A promoção é uma das maiores da história da Polícia Militar do Maranhão. Durante a solenidade, o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, destacou a importância das promoções para a nova política de Segurança Pública. “O momento é importante não só para a Polícia, mas para toda a sociedade maranhense. É um estímulo que esses profissionais recebem para fazer bem seu trabalho e, para isso, o governador tem dado todo apoio à Polícia Militar, tanto na parte logística e operacional, como na capacitação e chamando novos policiais”, afirmou. Foram promovidos ao posto de subtenente 39 praças; de 2º sargento para 1º sargento (140), 3º sargento para segundo sargento (279), cabo para 3º sargento (418), soldado para cabo (538). As promoções seguiram critérios com parâmetros de justiça embasados na antiguidade, tempo de serviço e merecimento. De acordo com o comando-geral da Polícia Militar, há casos de policiais militares que estavam há 22 anos no mesmo posto aguardando uma promoção e estão sendo promovidos. “Isto é inédito, nunca houve na história e é marcante porque fica a lição para o futuro. Essas ações corrigem o erro do passado e estabelecem bases para que esse erro não seja repetido no futuro. Nós não podemos deixar que a pessoa tenha sua ascensão às vésperas da aposentadoria. Isso era muito ruim e agora com essa correção histórica, vivemos um momento muito bom para o Sistema de Segurança”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

Continuar lendo De uma vez só, governador Flávio Dino promove 1.414 policiais militares

Jefferson Portela manda polícia “arrochar” no Coroadinho por tempo indeterminado! Ele mesmo comanda operação,

A Operação ‘Coroadinho em Paz’ segue por tempo indeterminado em todas as ruas do bairro com a presença constante das equipes do Batalhão de Choque (BpChoque) e da Companhia Operações Especiais (COE), subordinados ao Comando de Policiamento Especial (CPE), que atuam 24 horas com rondas ostensivas garantindo a tranquilidade da população. Uma força tarefa foi montada para combater as práticas criminosas na região. Além dos militares que já atuam na Unidade de Segurança Comunitária (USC) do Coroadinho, equipes do 1º, 6º, 8º e 9º Batalhões de Polícia Militar (BPMs) reforçam o patrulhamento na área. O plantão da Polícia Civil está funcionando dia e noite para registrar as possíveis ocorrências na área. A Secretaria Adjunta de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e o Serviço de Inteligência da Polícia Militar trabalham para identificar e prender os integrantes dos grupos criminosos que assassinaram na última terça-feira (16) um comerciante do bairro, provocando a saída de algumas famílias na rua Vila Natal, local em que ocorreu o crime. O secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, destacou que a ação no Coroadinho é dividida em duas vertentes: a primeira é para identificar os autores do assassinato do comerciante e a outra é operacional para garantir o direito de ir e vir de cada morador do bairro. “Estamos aqui de forma marcante e sem prazo de encerramento. Investigações e patrulhamento ostensivo estão ocorrendo em todo o bairro. A polícia já identificou os envolvidos no crime que ocorreu na terça-feira e age de forma silenciosa, não podemos revelar os próximos passos da investigação para não atrapalhar a captura dos bandidos”, afirmou o secretário Jefferson.

Continuar lendo Jefferson Portela manda polícia “arrochar” no Coroadinho por tempo indeterminado! Ele mesmo comanda operação,
Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar
o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, volta a inspecionar operações noturnas das polícias civil e militar, na região metropolitana de São Luís

Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar

OS EFETIVOS DAS DUAS POLÍCIAS PERCORRERAM ARRAIAIS E PONTOS "NERVRÁLGICOS" DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO LUÍS Priorizando a segurança pública do cidadão e garantindo assim o seu direito constitucional de ir e vir, a cúpula da segurança saiu às ruas realizando abordagens e incursões no sentido de demonstrar a presença da força policial e, assim, inibir as ações criminosas. O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, com o delegado-geral, Augusto Barros, e o comandante-geral, coronel Alves, e cerca de 50 policiais civis e militares participaram da operação. A força tarefa envolvendo a cúpula da segurança com delegados e policiais foram às ruas para se fazer presente em diversos pontos da região metropolitana de São Luís. Participaram da ação policial a Delegacia Geral (DG), a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), a Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), o Grupo de Resposta Tática (GRT), o Grupo Tático Aéreo (GTA), a Polícia Militar e demais órgãos da Segurança Pública. A ação aconteceu na noite deste sábado (13), por volta das 20h.

Continuar lendo Jefferson Portela volta a inspecionar operações de rua das polícias civil e militar
Secretário Jefferson Portela anuncia reforço às operações de combate a assaltos em ônibus
Jefferson Portela: de olho no combate aos assaltos a ônibus, na capital

Secretário Jefferson Portela anuncia reforço às operações de combate a assaltos em ônibus

A Polícia Militar do Maranhão está reforçando a Operação Catraca, que consiste em rondas nos coletivos em busca de pessoas e atitudes suspeitas. Outra ação preventiva é a análise individual de autores de crimes que cometem assaltos a ônibus. “Vamos fazer essa análise e informar o que apuramos aos juízes responsáveis por cada um desses casos. Geralmente, quem comete assalto a ônibus, volta para as ruas e comete esse tipo de crime novamente”, explicou o Coronel Alves. O serviço de inteligência da polícia também segue na investigação do crime que ceifou a vida de um menor e uma estudante, ocorrido na ponte do São Francisco. A polícia está analisando as imagens das câmeras de segurança espalhadas pela região central de São Luís.

Continuar lendo Secretário Jefferson Portela anuncia reforço às operações de combate a assaltos em ônibus
Prefeitura de São Luís e Estado celebram parceria na área de segurança pública
O prefeito Edivaldo e Jefferson Portela: parceria para combater a criminalidade em São Luís.

Prefeitura de São Luís e Estado celebram parceria na área de segurança pública

A Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado vão atuar em conjunto com o objetivo de combater a criminalidade na capital. Os detalhes da parceria foram discutidos na manhã desta terça-feira (10), em reunião realizada entre o prefeito Edivaldo e o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, no Palácio Lá Ravardiere. A reunião contou ainda com a presença dos secretários municipais de Segurança com Cidadania, Breno Galdino, Informação e Tecnologia, Tati Lima e de Comunicação, Batista Matos. O prefeito Edivaldo destacou que a medida visa estender a outros locais da cidade, considerando que o trabalho que já vem sendo executado conjuntamente entre o Município e o Governo do Estado em áreas como no Centro Histórico, desde o início de janeiro último, quando foi reforçado o policiamento com o aumento do efetivo de mais 50 guardas municipais, atuando em viaturas, motos e em micro-ônibus, além de videomonitoramento de toda a área. No setor também será instalado um posto fixo da Polícia Militar, na Praça Nauro Machado, que atuará como um Centro Integrado com as polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros. As guarnições ficarão à disposição da população 24h no local. "Os resultados já são bastante significativos e os avanços na segurança nos locais onde implementamos as primeiras ações de combate à criminalidade, na área da Praia Grande, já podem ser sentidos. O Centro Histórico, hoje, vive uma nova realidade, com ações de limpeza, segurança e iluminação pública", destacou Edivaldo.

Continuar lendo Prefeitura de São Luís e Estado celebram parceria na área de segurança pública
Segurança Pública: Cúpula já avalia ações e conclui que deve “enfraquecer a criminalidade”
Secretário de Segurança, Jefferson Portela, reúne cúpula para avalia as primeiras ações tomadas no novo governo.

Segurança Pública: Cúpula já avalia ações e conclui que deve “enfraquecer a criminalidade”

Os membros do sistema de segurança realizaram durante esta semana uma avaliação das ações iniciadas este ano. O encontro foi realizado na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), na Vila Palmeira, e reuniu a cúpula do sistema. Na ocasião, o secretário da SSP, Jefferson Portela, apresentou relatório parcial das ações e discutiu os trabalhos em cada unidade. “A avaliação inicial de cada unidade serve como uma análise construtiva no intuito de organizar o sistema a cada 30 dias. Manteremos essa prática e levaremos todos os trabalhos para avaliação conjunta com o governador. Desta forma, faremos uma segurança pública de qualidade”, pontuou o secretário. Durante o encontro, foi discutida a implantação de uma política de segurança eficiente abordando questões de caráter público, a inovação tecnológica dentro do sistema para padronização de serviços, entre outras metas que serão transformadas em ações concretas. “Nosso intuito é criar condições estruturantes para o sistema de segurança com a finalidade de melhorar a instituição. Nós iremos operar de modo integrado, com a finalidade de unir mais ainda as forças policiais, e enfraquecer a criminalidade, garantindo respostas rápidas”, enfatizou o titular da SSP.

Continuar lendo Segurança Pública: Cúpula já avalia ações e conclui que deve “enfraquecer a criminalidade”

Jefferson Portela fala de “herança maldita” na Segurança Pública, ao ser entrevistado na Guará

Em entrevista que foi ao ar nesta terça-feira (4), no programa “Avesso”, da TV Guará, o delegado e futuro secretário de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, comentou sobre , a herança deixada por seus antecessores na pasta. Antes fez questão de avaliar o trabalho desenvolvido pelo também delegado e atual titular da pasta, Marcos Affonso. Segundo ele, a passagem de Afonso aconteceu num momento turbulento e após vários erros de gestão, querendo dizer com isso que o colega teve pouco tempo para imprimir sua marca, já que a ação programática tem a cara do governo atual. Mas Jefferson Portela endureceu o tom ao responder perguntas de Américo Azevedo Neto sobre Aluísio Mendes: - “A herança é difícil num todo. Na concepção doutrinária e, pior, na direção. Faltou inteligência e houve um descompromisso com o social. Por que um secretário tem que entregar a chave de uma viatura a um prefeito? Isso é um desrespeito ao policial. O governo pecou desde o ingresso dele (Mendes) na Secretaria. Ele jamais deveria ter passado por lá, pois não tem capacidade de comandar.” A Jefferson foi perguntado, também, como ele encara a relação dos funcionários da secretaria com os antigos gestores. Portela foi incisivo: “Não permitiremos nenhuma sabotagem”.

Continuar lendo Jefferson Portela fala de “herança maldita” na Segurança Pública, ao ser entrevistado na Guará