Intervenção no Maranhão ainda não está descartada, mesmo com relatório do governo Roseana
Pedrinhas: delegacia especial ainda não funciona...

Intervenção no Maranhão ainda não está descartada, mesmo com relatório do governo Roseana

A Procuradoria Geral da República informou que está analisando o relatório enviado pelo governo doMaranhão sobre a crise em Pedrinhas. O resultado dessa análise é que vai definir se a procuradoria vai ou não pedir a intervenção federal no presídio. A Anistia Internacional divulgou nota sobre a situação no presídio. Diz considerar inaceitável que se prolongue por tanto tempo sem nenhuma atitude das autoridades responsáveis. Também em nota, o governo do Maranhão afirmou ter tomado medidas para solucionar os problemas, entre elas obras para ampliação do número de vagas no sistema carcerário e o aparelhamento das unidades prisionais. Segundo o governo estão sendo investidos mais de R$ 130 milhões para melhorar o sistema penitenciário. A Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Estado ainda não definiu a data e nem quantos presos serão transferidos de Pedrinhas para presídios federais. A Secretaria de Direitos Humanos da presidência da República divulgou nota em que considera gravíssima, e com nítidas violações de direitos humanos, a situação carcerária no Maranhão. Na nota, a secretaria afirma que a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos instaurou 31 procedimentos referentes a denúncias de violações no sistema prisional do Maranhão nos últimos três anos, e diz que a ministra Maria do Rosário Nunes convocou uma reunião do Conselho de Defesa de Direitos da Pessoa Humana nesta quinta-feira (09 para avaliar quais medidas podem ser tomadas no caso.

Continuar lendo Intervenção no Maranhão ainda não está descartada, mesmo com relatório do governo Roseana