Desesperança: no último comunicado do submarino San Juan, certeza de curto-circuito e incêndio

Último comunicado do ARA San Juan com bases de controle foi divulgado por canal argentino O canal de televisão argentino A24 revelou nesta segunda-feira à noite o conteúdo da última mensagem entre o submarino desparecido ARA San Juan e as bases de controle no continente. O texto, enviado na manhã do dia 15 de novembro, atesta que uma entrada de água pelo sistema de ventilação “provocou um curto-circuito e um princípio de incêndio” na tanque de baterias. “Entrada de água do mar pelo sistema de ventilação no tanque de baterias N°3 ocasionou curto-circuito e princípio de incêndio na área das barras de baterias”, lê-se no comunicado divulgado pelo canal argentino, que prossegue: “Baterias de proa fora de serviço. No momento em imersão, propulsando com circuito dividido. Sem novidades de pessoal. Manterei informado”.  O porta-voz da Marinha, Enrique Balbi, confirmou o comunicado, mas pediu cautela. “O problema foi solucionado, isolaram a bateria e navegaram com outro circuito”, disse o militar, que deixou em aberto a possibilidade de uma “implosão” no submarino, pois “pode ter acontecido um incêndio, uma combustão rápida que consome o oxigênio”. Uma “anomalia hidroacústica” detectada na manhã do dia 15 de novembro foi apontada pela marinha argentina como “um evento anômalo, singular, curto, violento e não nuclear, consistente com uma explosão”. A informação partiu do embaixador da Argentina na Áustria, e condiz com registros indicados em relatório compilado pelos Estados Unidos.

Continuar lendo Desesperança: no último comunicado do submarino San Juan, certeza de curto-circuito e incêndio
Professor é encontrado morto e amarrado em tronco de árvore. Seu automóvel foi incendiado
Maneira como o corpo do professor foi encontrado.

Professor é encontrado morto e amarrado em tronco de árvore. Seu automóvel foi incendiado

O corpo do professor Ivanildo Ferreira Costa, conhecido como “ Manim", desaparecido desde quinta-feira, foi encontrado na tarde sexta-feira, amarrado a um tronco de árvore em um local denominado “ Lixão”, às margens da BR 135, próximo da cidade de Paraibano do Maranhão, no sentido do município de São João dos Patos. O professor estava desaparecido há mais de 24 horas, mas devido às intensas buscas , o carro da vitima foi o primeiro a ser localizado. logo em seguida, o corpo de Ivanildo foi localizado, com sinais de espancamento, além de vários hematomas pelo corpo. O carro encontrado ainda estava sendo consumido pelo fogo, mas foi imediatamente controlado por pessoas que chegaram ao local. A policia esteve no local e acredita que a vitima foi torturada até a morte, e o carro teria sido incendiado horas antes de o professor ser localizado, pois o seu desaparecimento ja estava sendo noticiado em vários veículos de comunicação e nas redes sociais. A população de Paraibano levantou poucas hipóteses para o motivo da morte e de tanta violência contra a vítima, já que o professor era muito querido na cidade.

Continuar lendo Professor é encontrado morto e amarrado em tronco de árvore. Seu automóvel foi incendiado

Polícia Federal investiga a invasão ao Fórum de Buriti e as ameaças sofridas pelo juiz

Os Tribunais Regional Eleitoral e de Justiça do Maranhão estão trabalhando juntos desde que seus respectivos presidentes tomaram conhecimento que o Fórum de Buriti tinha sido invadido e incendiado por populares revoltados com decisão dada pelo juiz Jorge Antonio Sales Leite (titular da Comarca) que julgou improcedente ação com poder de cassar o atual prefeito da cidade, eleito em 2012. A invasão ao Fórum de Buriti se deu na tarde da última da terça-feira (20). De acordo com as informações que fazem parte do inquérito aberto pela Polícia Federal, 9 urnas eletrônicas foram queimadas, além de processos judiciais e documentos administrativos.

Continuar lendo Polícia Federal investiga a invasão ao Fórum de Buriti e as ameaças sofridas pelo juiz
São Luís-MA: em novo ataque, criminosos ateiam fogo em ônibus; 1 é preso
Mais ataques a ônibus mostra que a crise carcerária não acabou

São Luís-MA: em novo ataque, criminosos ateiam fogo em ônibus; 1 é preso

Clodoaldo Corrêa, de São Luís para o Terra A noite desta quinta-feira poderia ter sido de terror em São Luís (MA). Bandidos atearam fogo em mais um ônibus na capital maranhense e causaram grande pânico nos passageiros do coletivo. A ação rápida do motorista evitou uma tragédia como a que ocorreu em 6 de janeiro, quando quatro ônibus foram incendiados e a menina Ana Clara, 6 anos, morreu após não resistir às queimaduras. O ataque desta quinta-feira foi a um ônibus da empresa Gonçalves, no bairro do João Paulo. Três bandidos entraram no veículo na avenida São Marçal e anunciaram a queima do coletivo. Rapidamente, os 10 passageiros, o motorista e o cobrador deixaram o veículo. Os criminosos atearam fogo e fugiram. Motoristas que passaram pela avenida ajudaram o condutor do ônibus a apagar o fogo com o extintor de incêndio do próprio veículo e de outros carros. A Secretaria de Segurança Pública informou, cerca de duas horas após o crime, que capturou um dos suspeitos. O cobrador reconheceu o criminoso. Blitzes foram montadas e a polícia reforçou a segurança na cidade.

Continuar lendo São Luís-MA: em novo ataque, criminosos ateiam fogo em ônibus; 1 é preso
Como a Globo noticiou a morte da menina Ana Clara, queimada pelos bandidos sem alma
"Porca Preta" teria queimado a menina Ana Clara, vítima fatal da bandidagem.

Como a Globo noticiou a morte da menina Ana Clara, queimada pelos bandidos sem alma

VÍDEO MOSTRA OS DIÁLOGOS TRAVADOS ENTRE OS BANDIDOS QUE OPERARAM O INCÊNDIO DOS ÔNIBUS E METRALHARAM BASES POLÍCIAIS. JORNAL HOJE - TV GLOBO Morreu nesta segunda-feira (6) a menina Ana Clara, de seis anos, queimada durante os ataques aos ônibus em São Luís. Quatro pessoas ainda estão internadas: a mãe e a irmã de Ana Clara, outra passageira e um homem que, segundo testemunhas, tentou salvar as crianças. Catorze suspeitos de participação nos ataques estão presos. A polícia diz que um deles incendiou o ônibus onde estavam as crianças. A família de Ana Clara está inconformada. O pai da menina, Wenderson Souza, que mora no Rio de Janeiro, contou como foi a última vez que falou com a filha. “Ela pediu uma bonequinha que falasse e eu trouxe pra ela. Ai soube da notícia que ela sofreu o atentado. Larguei tudo no Rio de Janeiro e vim pra cá.” Ana Clara estava num dos ônibus incendiados na sexta-feira. A mãe da menina, que também foi atingida, continua internada em estado grave. A irmã de Ana Clara, Lorrana, de um ano e meio, teve queimaduras em 30% do corpo (no tórax e nos braços). Lorrana está fora de perigo. De acordo com hospital o estado de saúde dela é considerado estável. Ainda é grave o estado de saúde do homem de 37 anos que, segundo testemunhas, tentou ajudar as crianças. “Entraram no ônibus e jogaram gasolina nas crianças que estavam próximas dele e atearam fogo. No momento daquele desespero ele não pensou em sair, ele só pensou em ajudar”, relata a parente do homem Maria da Conceição Nunes. Durante os ataques, os bandidos colocaram fogo em quatro ônibus e atiraram em três delegacias. A polícia apresentou 14 suspeitos de participação nos atentados. Um dos suspeitos, preso esta madrugada, está com o braço esquerdo queimado. A polícia diz que foi ele que jogou combustível nas crianças.

Continuar lendo Como a Globo noticiou a morte da menina Ana Clara, queimada pelos bandidos sem alma
Chevrolet faz recall da S10 por risco de incêndio
Quem tem uma dessas especificações pode ir correndo à concessionária

Chevrolet faz recall da S10 por risco de incêndio

Fonte: iCarros Atrito da tubulação de combustível com outros componentes pode causar incêndio. Mais de 43 mil veículos estão envolvidos A Chevrolet divulgou ontem (29) uma campanha de recall que afeta 43.971 mil unidades da picape S10, fabricadas entre junho de 2011 e outubro de 2013, por conta de um defeito na tubulação de combustível do modelo. Os chassis envolvidos no recall vão de CC400001 a EC416094. Em nota, a marca afirma ter constatado que o atrito da tubulação com a presilha separadora das mangueiras de aquecimento ou com o chicote elétrico do sensor de pressão de ar pode causar vazamentos do combustível no motor, incluindo o risco de incêndio. Segundo a Chevrolet, o tempo estimado da substituição da tubulação é de 30 minutos, e o procedimento pode ser agendado pelo telefone 0800 702 4200. O site da marca também oferece mais informações sobre a campanha.

Continuar lendo Chevrolet faz recall da S10 por risco de incêndio
Blog relata “noite de terror” na área do Jardim América
Õnibus quase incendiado por bandidos é rebocado do Jardim América

Blog relata “noite de terror” na área do Jardim América

Blog do Gilberto Lima A noite de terça-feira (15) foi de pânico e medo para moradores do Residencial José Reinaldo, nas proximidades do Jardim América, em São Luís. Por volta das 21h, cerca de quinze marginais, armados de revólveres, facões, facas e fogos de artifício, tomaram conta das ruas dos bairros e implantaram o terror. Inicialmente, o bando ordenou que uma igreja evangélica fosse fechada. Diversas pessoas que se encontravam participando de um culto saíram correndo, apavoradas. Todos os moradores, que ainda estavam nas ruas, foram obrigados a se trancar em suas casas. Em seguida, o bando decidiu depredar um ônibus da empresa Menino Jesus de Praga, placa NHC-9977, que se encontrava no ponto final. O motorista e a cobradora correram em busca de proteção. Depois de quebrarem os vidros do ônibus, jogaram gasolina no seu interior e atearam fogo.

Continuar lendo Blog relata “noite de terror” na área do Jardim América