Emily, campeã do BBB-17, depõe na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá sobre agressão que sofreu de Marcos

Jovem prestou depoimento por três horas. "Foi um bom depoimento, esclarecedor. É importante a vítima ser ouvida", disse a delegada Marcia Noeli, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM) A campeã do "BBB 17", Emilly Araújo, de 20 anos, deixou, na tarde desta segunda-feira, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Ela prestou depoimento no caso que apura se ela sofreu violência doméstica da parte de Marcos Harter, seu colega e namorado de confinamento. Ela, a irmã e o pai saíram assustados com o assédio dos fãs, que estavam do lado de fora. Emilly ficou mais de três horas na delegacia e saiu em silêncio do local. A delegada-titular Viviane Costa Ferreira também não falou com a imprensa. Na quarta-feira passada, Marcos, de 37 anos, foi à mesma delegacia para prestar depoimento. Ele foi expulso do programa na segunda-feira, dia 10, após a polícia civil abrir um inquérito para apurar se ele agrediu a participante Emilly após uma festa dentro do "BBB". Durante depoimento da campeã do reality show, cerca de quinze pessoas foram prestar solidariedade à ex-BBB. Algumas carregando cartazes com frases de apoio como “Emilly, você não está só”. Uma delas é a fotógrafa Stefania Freitas, de 38 anos, moradora de Bangu, na Zona Oeste. Fã do ex-casal, ela defende que Marcos não agrediu Emilly e acha que o caso tem tomado uma proporção exagerada.

Continuar lendo Emily, campeã do BBB-17, depõe na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá sobre agressão que sofreu de Marcos

Pressão após denúncia de assédio sexual cresce e Globo afasta José Mayer

“Mexeu com uma, mexeu com todas”. A frase, em letras garrafais, veio estampada na camiseta de pelo menos uma centena de funcionárias da TV Globo que chegaram para trabalhar nesta terça-feira nos estúdios da maior emissora do Brasil. As camisetas exprimiam apoio à denúncia de assédio sexual feita pela figurinista Susllem Tonani, de 28 anos, no último dia 31, contra o ator José Mayer. Pouco depois da manifestação das funcionárias, a Globo repercutiu em telejornais da emissora uma nota em que declarou a suspensão do ator por tempo indeterminado. Mayer, que na semana passada chegou a sugerir que Tonani estava confundindo as ações dele com as do personagem misógino Tião Bezerra, interpretado por ele, voltou atrás e pediu desculpas. Em carta, o ator, apesar de ser acusado de, nas palavras da figurinista, ter colocado “a mão na minha buceta e ainda ter dito que era seu desejo antigo”, disse que não teve “intenção de ofender, agredir ou desrespeitar”, mas admitiu que suas “brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito”. MAIS INFORMAÇÕES Na retratação, que foi lida durante o Jornal Hoje, um dos maiores telejornais da emissora, Mayer ainda disse que é “fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas”. “Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos para aprender”, continuou. “Eu preciso e quero mudar junto com ele”.

Continuar lendo Pressão após denúncia de assédio sexual cresce e Globo afasta José Mayer

Danos morais! Juiz Federal ganha indenização da Editora Globo por causa de matéria da Época

A Vara de Interesses Difusos e Coletivos proferiu uma sentença na qual condena a Editora Globo S/A a indenizar e publicar direito de resposta a um juiz Federal que teve o nome citado em uma matéria de maneira difamatória. De acordo com decisão assinada pelo juiz Clésio Cunha, a editora terá de pagar a quantia de 600.000,00 (Seiscentos mil reais) ao magistrado federal. Cita a decisão que o juiz Neian Milhomem Cruz,que é juiz federal, alega ter conservado o bom nome através de uma vida pessoal sem manchas e conduta profissional honesta, imparcial e ilibada, sem jamais ter passado por constrangimentos ou abalos à sua honra e imagem. Ele teria sido surpreendido por uma matéria jornalística impressa publicada pela revista Época, que faz parte do grupo empresarial da demandada. “A referida matéria leva o leitor e entender que o requerente teria prevaricado no exercício das funções judicantes numa das varas federais do Maranhão. Ainda de acordo com a decisão, a matéria induz o leitor a acreditar que o juiz teria agido de má-fé, por não ter decretado a prisão preventiva dos investigados pela Polícia Federal, mencionados na matéria divulgada pela Revista Época sob o título de “O grupo da Poli de 78”, publicado na edição de n°. 543, do dia 13 de outubro de 2008, às fls. 120/123, na Seção BRASIL INVESTIGAÇÃO”, versa a decisão. Por causa dos fatos acima mencionados, o juiz Neian entrou na Justiça requerendo a condenação da ré ao pagamento de indenização por danos morais, bem como a obrigação de publicar a sentença que julgar a matéria, como forma de retratação com o mesmo destaque dado à matéria que deu causa aos danos suportados pelo requerente, condenando a demandada, ainda, ao pagamento das custas processuais e honorários de sucumbência. Citada, a Editora Globo apresentou documentos pedindo pela improcedência dos pedidos.

Continuar lendo Danos morais! Juiz Federal ganha indenização da Editora Globo por causa de matéria da Época
“Império”, na reta final: José Pedro (filho) mata o comendador Zé Alfredo
Final da "Império": pai e filho brigam. Zé Alfredo leva a pior

“Império”, na reta final: José Pedro (filho) mata o comendador Zé Alfredo

Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) recebe José Alfredo (Alexandre Nero) e Josué (Roberto Birindelli) à base de tiros em um galpão abandonado, mas o vilão acaba se distraindo e morre ao levar um tiro do Comendador. Depois do confronto entre os rivais, Zé entra no esconderijo para salvar Cristina (Leandra Leal) das mãos de José Pedro (Caio Blat). "Foi muita ousadia sua ter me desobedecido", diz o filho ao ver o Comendador a sua frente. O homem de preto reage e garante que não vai cair na chantagem do filho: "Enquanto Josué cuida do Silviano, vou soltar a Cristina e lhe dar a lição que você merece". Revoltado, Pedro ameaça atirar. “Regicida! Eu sou o homem que vai matar o rei!'', diz Pedro. Ao ver o filho com a arma na mão, Zé Alfredo se revolta: "Melhor dizer 'parricida'... É assim que chamam o filho que mata o próprio pai. Um dos crimes mais bárbaros que um ser humano pode cometer".

Continuar lendo “Império”, na reta final: José Pedro (filho) mata o comendador Zé Alfredo
O blogueiro “Téo Pereira”, da novela “Império”, ganha correspondente maranhense. Quem sabe ‘desça’?
"Téo" Pereira, no Maranhão: quando ficção e realidade se fundem...

O blogueiro “Téo Pereira”, da novela “Império”, ganha correspondente maranhense. Quem sabe ‘desça’?

O ator Paulo Betti, o “Téo Pereira” da novela “Império” ( 21horas/Rede Globo), está dando o que falar. Ele é um colunista de fofocas que, em seu blog, teria por hábito atazanar a vida de celebridades. Gay assumido, seu principal objetivo, na trama, seria fazer com que Cláudio Bolgari (José Mayer) 'saisse do armário'... Claro que, além de fazer que Bolgari saia 'dessa' condição, o blogueiro Téo Pereira carrega consigo um saco de maldades, típico de um colunista mal caráter que usa informações privilegiadas para chantagear pessoas e ganhar dinheiro com isso. O sagaz Agnaldo Silva, autor da novela, teria se inspirado muito no colunista Léo Dias, do jornal O Dia, do Rio de Janeiro, embora este se defenda, dizendo que não é bandido. Mas, para Agnaldo, o “seu” Téo Pereira é um “blogueiro mau” que vive em busca dos segredos de cada um só para escancarar em seus comentários ácidos e perversos. A não ser que a chantagem lhe renda algum e ele não publique a informação... Além do desconfiado Léo Dias, Agnaldo também teria mandado sua assessoria “investigar” o modus operandi de outros blogueiros Brasil a fora para compor com maestria o seu personagem. E tal como o doleiro Alberto Youssef, a equipe teria estado no Maranhão e também se hospedado no Hotel Luzeiros, em São Luís. Durante uma semana inteira, leram todos os jornais, assistiram a programação da televisão local, ouviram rádio, reviraram os blogs e, depois de exaustivo trabalho, teriam achado a característica que buscavam... É difícil ter alguma simpatia pelo “Téo Pereira”, que vive postando notas mentirosas em seu blog contra o instituto maranhense. Sabe por que? "Téo" teria contratado uma pesquisa a um instituto para descobrir o poder e o alcance dos “enrustidos”, no Maranhão. E, claro, não gostou do resultado: alta taxa de concorrência, revelando, inclusive, como vivem e se organizam para driblar as convenções sociais da terra do escritor timbira Erasmo Dias que, relembre-se, não era enrustido. A propósito, certa vez, Erasmo, ao exercer o mandato de deputado estadual, teve de enfrentar um “nobre colega” de parlamento , durante uma exacerbada discussão na Assembléia Legislativa, sobre tema do momento. O oponente chamou Erasmo Dias de "pederasta". E teve a resposta, na bucha: - Quem não sabe que Erasmo dá? Todo mundo sabe que Erasmo dá... Mas Erasmo dá o que é seu, diferentemente da senhora sua mãe, que dá a outrem o que deveria dar exclusivamente ao senhor seu pai... O pau cantou... O "Téo Pereira" maranhense disparou, hoje, mais um petardo contra o Data M. Se quer dinheiro, de mim não terá um tostão. Se quer "algo mais", já aviso. Nada contra homossexuais, mas sou homem com H. Gostaram "desça"?

Continuar lendo O blogueiro “Téo Pereira”, da novela “Império”, ganha correspondente maranhense. Quem sabe ‘desça’?
“Beijo gay só na minha casa”, diz autor de “Império”, substituta de “Em Família”
O autor Aguinaldo Silva entre Drica Moraes e Leandra Leal.Foto: Divulgação/ TV Globo

“Beijo gay só na minha casa”, diz autor de “Império”, substituta de “Em Família”

A coletiva da novela "Império", substituta de "Em Família", ocorreu na manhã desta terça-feira no Rio. Dois fatos chamaram muita a atenção dos presentes: as cenas picantes entre os personagens de Zé Mayer e Kleber Toledo e o papel de Paulo Betti, que fará um colunista de fofocas na trama, e cutucou esse tipo de imprensa no evento. Apesar das cenas quentes entre o personagens de Zé Mayer, que faz um gay enrustido, e de Kleber, Aguinaldo Silva, autor da trama, garantiu que não haverá beijo entre eles. "Essa história já está batida. Beijo gay só na minha casa", disparou. Que beleza! Aguinaldo, que adora um rede social, já comentou isso (beijo gay em sua casa) em sua página no Twitter, mas, desta vez, foi ainda mais pontual. Batido já ficou mesmo até porque esses beijos não passam de selinhos prolongados, né?

Continuar lendo “Beijo gay só na minha casa”, diz autor de “Império”, substituta de “Em Família”
“Quase fiquei cego. Era diabetes”, diz André Marques
André Marques: exemplo a ser seguido...

“Quase fiquei cego. Era diabetes”, diz André Marques

Por Yahoo! Entretenimento A cirurgia que André Marques, 34, fez no estômago mudou, mais do que seu visual, sua saúde. Quando estava com 158 kg, o apresentador afirma que começou a apresentar vários problemas sérios, como o diabetes. "Foram vários sinais. Quase fiquei cego. Comecei a enxergar meio embaçado e era diabetes. Isso, aliás, foi bem tenso. Estava fazendo obra na minha loja e estava enxergando muito embaçado. Achei que o grau dos óculos tinha mudado. Fui fazer exame, o médico disse que não, e me mandou medir a glicemia. Estava em trezentos e pouco, o normal é 110. Vivia cansado, ofegante. Todo 'f...' (risos). Mas a coisa do cegar me assustou mais. Ficar cego não deve ser legal", disse, em entrevista ao site "Ego". Hoje, com 56 kg a menos, ele afirma que sua relação com a comida mudou e que seu "corpo educou a mente". "Não dou mais tanta importância para comida. Você começa a não dar tanto valor. Antes, você quer comer mais por desejo do que por fome. Depois da cirurgia, as coisas começam a não cair tão bem. Daí, vai no automático.

Continuar lendo “Quase fiquei cego. Era diabetes”, diz André Marques

Sujou, BBB! Globo poderá se retratar em relação a comentário de Angela sobre extermínio de soropositivos

Confinados há mais de dois meses, os brothers esquecem das câmeras e não tem noção do tamanho da repercussão que seus comentários podem ter fora da casa. Desta vez, Angela foi a autora de uma infeliz declaração a respeito dos portadores de HIV, que se revoltaram e fizeram um abaixo assinado pedindo a retratação da Rede Globo, além de sugerirem a expulsão da sister do programa. Numa conversa com os demais brothers, Cássio explicou uma teoria que aprendeu sabe-se lá onde: "Se o homem gastasse cerca de três vezes mais o que ele gasta com remédios para a aids, em 40 anos acabava a aids no mundo. Ninguém pegaria mais e as pessoas que já tem ficariam mais velhas, não duram mais de 40 anos muitas vezes, falecem e a aids acaba". Angela então soltou a pérola: "Vamos matar todo mundo", e continuou: "O que mais me dá raiva é saber que a aids surgiu do macaco e teve um idiota que foi transar com um macaco". O comentário da advogada causou um reboliço entre os soropositivos e militantes que lutam contra o preconceito que envolve a pandemia do HIV. "O mínimo que a Globo tem de fazer para reparar esse absurdo é expulsar essa participante do programa. É justamente por causa de pessoas assim que temos um trabalho enorme de conscientização e prevenção", afirmou Silvia Almeida, ativista do Movimento Nacional das Cidadãs PositHIVas, em entrevista à Revista Fórum. Uma petição pública foi lançada pelo Movimento Social de Aids/HIV à Roberto Irineu Marinho, Presidente das Organizações Globo, exigindo uma retratação imediata da emissora.

Continuar lendo Sujou, BBB! Globo poderá se retratar em relação a comentário de Angela sobre extermínio de soropositivos
A reportagem do Jornal Nacional da Globo sobre o “enriquecimento do Maranhão” propalado por Roseana
Reportagem compara suntuosidade do Palácio dos Leões com pobreza das palafitas de São Luís

A reportagem do Jornal Nacional da Globo sobre o “enriquecimento do Maranhão” propalado por Roseana

Desigualdades também se refletem na segurança. Estado tem um PM para cada 916 habitantes, enquanto São Paulo tem um para cada 462. A capital do Maranhão ganhou as manchetes nas últimas semanas depois de uma onda de violência nos presídios do estado. Presos foram mortos por companheiros de cela. De dentro da penitenciária de Pedrinhas, partiram ordens para que ônibus fossem incendiados. Uma garota de seis anos morreu queimada. Uma semana depois, a governadora Roseana Sarney, do PMDB, se pronunciou sobre os ataques. A primeira entrevista da governadora foi depois uma reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ela associou o aumento da violência, ao crescimento econômico do estado: - “É um estado que está se desenvolvendo, um estado que está crescendo. E um dos problemas que está piorando a segurança é que o estado está mais rico, mais populoso também”, disse Roseana Sarney, governadora do Maranhão. O crescimento do Maranhão mencionado pela governadora, e a qualidade de vida da população do estado, são o assunto da reportagem de Tiago Eltz: “De fato, é verdade: o Maranhão ficou mais rico. De acordo com os últimos números do IBGE, o PIB do estado cresceu 15,3% entre 2010 e 2011. Bem acima do crescimento do Brasil no mesmo período, que foi de 2,7%. O problema é que esse crescimento não se traduziu em melhoria de vida para os moradores. O Maranhão é também um dos piores nos índices sociais do país. São Luís é uma cidade turística, com muitas praias. O palácio do governo, um prédio imponente, fica à beira-mar. De lá se tem uma visão privilegiada das desigualdades da cidade. VEJA A REPORTAGEM DO JORNAL NACIONA---->

Continuar lendo A reportagem do Jornal Nacional da Globo sobre o “enriquecimento do Maranhão” propalado por Roseana