Banco Central prevê gasolina 8% mais cara e reajuste de 27% na energia elétrica

O Banco Central trabalha com a perspectiva de que a gasolina ficará 8% mais cara em 2015, após a elevação dos impostos sobre os combustíveis. A informação está na ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira, 29. Na ata, o Banco Central elevou a estimativa da alta dos preços administrados neste ano, para 9,3% ante os 6% calculados antes, um dos principais fatores de pressão da inflação. Pela primeira vez, o BC apresenta suas projeções abertas para os itens administrados ou monitorados pelo governo de 2015. São eles: gasolina, gás de cozinha, tarifa de telefone fixo, tarifa de energia elétrica e operações de financiamento. Até a ata da reunião anterior do Copom, a instituição limitava-se a relatar a variação desses itens dentro de um limite de tempo.

Continuar lendo Banco Central prevê gasolina 8% mais cara e reajuste de 27% na energia elétrica