Euforia no mercado! Com reforma trabalhista e condenação de Lula, Bolsa ganha R$ 38 bi em um dia

O valor de mercado das empresas listadas na B3 fechou em 2,53 trilhões de reais A aprovação da reforma trabalhista na noite de ontem e a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impactaram diretamente no pregão desta quarta-feira. O principal índice da Bolsa fechou em alta de 1,68%, ficando na casa dos 64 mil pontos. Só hoje, a Bolsa ganhou 38 bilhões de reais em valor de mercado. Segundo dados divulgado pela Economatica, provedora de informações financeiras, a pedido de EXAME.com, o valor de mercado das empresas listadas na B3 fechou em 2,53 trilhões de reais. Só a Petrobras, que liderou a alta dos papéis durante parte do dia, ganhou em valor de mercado 7,21 bilhões de reais, fechando em 173,55 bilhões de reais. Outro destaque foi o Bradesco. O banco viu seu valor de mercado passar de 172,51 bilhões de reais para 178,65 bilhões de reais, um aumento de 6,05 bilhões de reais. Mas nem todas as empresas foram impactadas positivamente pela decisão do juiz Sérgio Moro e pela aprovação da reforma trabalhista pelo Senado. Isso porque o dólar fechou em queda de mais de 1% sendo negociado em 3,20 reais. A desvalorização do dólar impacta diretamente as ações das exportadoras. A Fibria, Klabin e Embraer fecharam em queda de 2,05%, 1,70% e 2,32%, respectivamente.

Continuar lendo Euforia no mercado! Com reforma trabalhista e condenação de Lula, Bolsa ganha R$ 38 bi em um dia