Primeira-dama francesa agradece brasileiros após ofensa de Bolsonaro

A mulher do presidente da França, Brigitte Macron, agradeceu aos brasileiros, nesta quinta-feira (29), pelo apoio após o comentário ofensivo do presidente Jair Bolsonaro. AFP - Com um “muito obrigada” em português, a primeira-dama da França, Brigitte Macron, agradeceu às brasileiras nesta quinta-feira (29), pelo apoio gerado com a hashtag #DesculpaBrigitte, criada após comentário feito pelo presidente Jair Bolsonaro, que gerou crise diplomática entre os países. “Eu só queria dizer [...], pois vejo que existem câmeras, duas palavras para os brasileiros ―, em português ― meu português não é muito bom, mas lá vai: Muito obrigada!”, disse, em português, durante discurso em inauguração do Museu de Azincourt, em Pas-de-Calais, na França. De volta ao francês, a primeira-dama continuou: “Muito, muito obrigado por todos aqueles que se engajaram. Os tempos mudam. Alguns estão no trem da mudança, mas nem todos estão: alguns permaneceram na plataforma.” O movimento de apoio a Brigitte foi reforçado na última terça, quando o jornal francês Le Parisien divulgou que as mensagens teriam chegado até ela, que teria ficado emocionada. De acordo com assessores da primeira-dama ouvidos pelo jornal, ela ficou sabendo da campanha depois de deixar evento do G7. “Além de mim, esse apoio é para todas as mulheres. Todas as mulheres foram afetadas pelo que aconteceu. E isso [machismo] é uma questão”, disse, ao ser aplaudida. “As coisas estão mudando, todo mundo precisa estar ciente disso. Há coisas que não podemos mais dizer e coisas que não podemos mais fazer. Espero que me entendam”, concluiu a primeira-dama.

Continuar lendo Primeira-dama francesa agradece brasileiros após ofensa de Bolsonaro

Barcelona confirma que Neymar deve deixar o clube espanhol. A França já o espera

Rumores apontam que atacante está prestes a fechar acordo com o time francês Paris Saint-German, que pagaria multa rescisória de 222 milhões de euro O Estado de S.Paulo O clube FC Barcelona confirmou na manhã desta quarta-feira, 2, que o atacante brasileiro Neymar da Silva Jr informou aos companheiros que vai deixar o clube catalão. Os rumores indicam que ele, agora, seguirá negociações com o clube francês Paris Saint-German. Se o acordo for fechado, Neymar deve se tornar o jogador mais caro na história das transferências de futebol . O atacante se apresentou nesta manhã na Cidade Esportiva Joan Gamper, onde ocorrem os treinos do clube. O anúncio teria sido feito minutos depois da chegada de Neymar, que foi visto saindo das instalações do treino por volta das 10 horas (5 horas em Brasília).  "O técnico, Ernesto Valverde, liberou o atacante do treino para que ele resolva seu futuro", informou o clube à agência de notícias EFE. /EFE

Continuar lendo Barcelona confirma que Neymar deve deixar o clube espanhol. A França já o espera

Emprego dos sonhos: ganhe R$ 53 mil para passar 2 meses na cama em teste científico

Você gosta da ideia de passar o dia na cama? Há um trabalho no qual você pode, literalmente, dormir para ganhar dinheiro. Mais precisamente 16 mil euros (R$ 53 mil). Cientistas espaciais franceses estão à procura de 24 homens para passarem 60 dias deitados em uma cama. É preciso, contudo, ter de 20 a 45 anos, estar em perfeita saúde, não fumar, praticar atividade física regularmente e não ter nenhum tipo de alergia ou restrição alimentar. Exige-se ainda índice de massa corporal - a medida internacional para calcular se uma pessoa está no peso ideal - entre 22 e 27 De acordo com o site que anuncia o recrutamento, o trabalho faz parte de um estudo para medir os efeitos da microgravidade - ou a ausência de peso - sobre o corpo e avaliar efeitos de antioxidantes e anti-inflamatórios de um suplemento alimentar nessas condições, "A ideia desse estudo é reproduzir a ausência de peso da Estação Espacial Internacional", afirma Arnaud Beck, que coordena o experimento. O estudo vai durar, ao todo, 88 dias e será realizado na Clínica de Medicina e Fisiologia Espacial (Medes) em Toulouse. "Durante as duas primeiras semanas, nossos cientistas farão toda uma série de testes e medidas sobre os voluntários. Isto será seguido por um período de 60 dias durante o qual eles devem permanecer na cama, a cabeça ligeiramente inclinada para baixo em menos de seis graus", explicou o cientista ao periódico francês 20 Minutes. Beck garante que o "trabalho" é mais difícil do que pode parecer.

Continuar lendo Emprego dos sonhos: ganhe R$ 53 mil para passar 2 meses na cama em teste científico

Ataques em Paris deixam 129 mortos, 350 feridos – 99 em estado grave. Veja balanço da situação

Procurador de Paris, François Molins, disse que dois suspeitos foram identificados. França vai manter estado de emergência e continuar intervenção militar na Síria. (Cobertura do G1) Respostas a possíveis perguntas sobre os ataques a Paris, sexta-feira, 13 de novembro: Quantas são as vítimas dos ataques? Ao menos 128 pessoas foram mortas na série de ataques em Parisna noite desta sexta-feira (13), sendo 70 apenas na casa de shows Bataclan. É o pior ataque à França na história recente. Quantos ataques aconteceram? Onde foram? Ao menos cinco locais foram alvo deataques simultâneos em uma região boêmia de Paris, onde as pessoas costumam sair para se divertir em uma sexta-feira à noite: - Na casa de shows Bataclan, na boulevard Voltaire, no 11º distrito, atiradores fizeram reféns e abriram fogo contra o público que assistia ao show da banda Eagles of Death Metal. Mais de 70 reféns foram mortos. - No bar Le Carillon e no restaurante Le Petit Cambodge, na rua Alibert, no 10º distrito, frequentadores foram mortos por disparos. Segundo agências internacionais, foram 14 mortos. - No bar La Belle Equipe, na rua Charonne, também no 11º distrito, atiradores abriram fogo contra os clientes. Ao menos dezenove pessoas foram mortas e há outras 13 feridas. - Nas proximidades do Stade de France, bairro de Saint Dennis, no norte de Paris, um ataque supostamente lançado por um suicida ocorreu próximo ao estádio, onde França e Alemanha disputavam uma partida de futebol. Autoridades confirmaram quatro mortos e mais de 50 feridos. - Na localidade na rua Beaumarchais foram 7 feridos, sendo 3 em estado grave. De quem é a autoria dos ataques? O grupo radical Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade neste sábado (14) por ataques que mataram mais de 120 pessoas em Paris, segundo agências internacionais. Em uma declaração oficial, o grupo disse que seus combatentes presos a cintos com explosivos e carregando metralhadoras realizaram os ataques em vários locais no centro da capital francesa que foram cuidadosamente estudados. Antes, Hollande já havia anunciado que o grupo era o autor da ação terrorista.

Continuar lendo Ataques em Paris deixam 129 mortos, 350 feridos – 99 em estado grave. Veja balanço da situação

Terror em Paris! A Polícia fala em 112 mortos. Agências de notícias já contam até 160.

Terroristas invadiram show de rock, causaram explosões perto do jogo da seleção francesa e abriram fogo em restaurante, em bar e outros 2 lugares. Presidente François Hollande foi ao local e prometeu 'luta implacável'. Mais de 100 pessoas foram mortas em diversos ataques na noite de sexta. 120 mortos no último balanço Cobertura do G1 Dois terroristas foram mortos pela polícia durante a invasão à casa de shows Bataclan, em Paris, onde mais de 100 pessoas eram mantidas como reféns e dezenas foram mortas. Segundo a prefeitura de Paris, 112 pessoas foram mortas nos ataques da noite de sexta (13), sendo 70 no Bataclan. A emissora de TV BFM e o jornal Liberation, que cita o procurador de Paris, François Molins, dizem que cinco terroristas foram "neutralizados" no total. Também foram registrados tiroteios em outros pontos da cidade e explosões perto do Stade de France, durante um amistoso entre as seleções da França e Alemanha. A polícia invadiu o Bataclan às 21h40 (horário de Brasília), após relatos de que pessoas estariam sendo executadas. Dois terroristas foram mortos na ação. Dez minutos antes da invasão, a Reuters afirmava que foram ouvidas cinco explosões perto do local. Por volta da 1h30 (22h30, em Brasília), o presidente francês François Hollande chegou ao local, onde permaneceu por cerca de meia hora. “Há muitos feridos, feridos graves, feridos chocados com o que viram”, disse o presidente, ao justificar porque quis ir ao local. “Quando os terroristas estão dispostos a cometer tais atrocidades, eles devem saber que irão encarar uma França determinada”, acrescentou. “Iremos conduzir a luta (contra os terroristas), e ela será implacável”, garantiu. A casa fica no boulevard Voltaire, no 11º arrondissement, e era palco de um show da banda Eagles of the Death Metal. A banda postou no Facebook: “Ainda estamos tentando determinar a segurança e o paradeiro da nossa banda e equipe. Nossos pensamentos estão com todas as pessoas envolvidas nesta situação trágica”

Continuar lendo Terror em Paris! A Polícia fala em 112 mortos. Agências de notícias já contam até 160.

O terror está de volta a Paris! É o maior atentado na história da França.

Tiroteios em Paris deixam mortos; houve explosões e há reféns Três tiroteios foram registrados em diferentes pontos da cidade. Explosões aconteceram perto de estádio onde jogam França e Alemanha. Cobertura do G1, agora Explosões ocorreram próximo ao Stade de France, em Paris, na noite de sexta (13), durante um jogo entre as seleções da França e Alemanha. Além disso, três tiroteios simultâneos deixaram 42 mortos e dezenas de feridos em outros pontos da cidade, segundo a polícia parisiense. Há ainda 100 reféns em uma casa noturna. A rede de TV francesa BFM, citada pela CNN, diz que os mortos são 60. A polícia confirmou ainda que há 100 reféns na casa de espetáculos Bataclan, no boulevard Voltaire, no 11º arrondissement. Estão sendo mantidas no local pessoas que assistiam a um show da banda Eagles of the Death Metal. Segundo um dos jornalistas do "Libération", que cita um policial no local, um homem no interior do Bataclan teria explosivos. O jornal também citou o relato de um jornalista da "Europe1", que estava no interior do Bataclan nesta noite: "Vários indivíduos armados entraram no meio do show", afirmou. "Dois ou três indivíduos não mascarados entraram com armas automáticas do tipo kalachnikov e começaram a atirar no público". O jornalista disse, ainda, que a ação durou de 10 a 15 minutos e que os atiradores eram jovens. Ao jornal "Le Figaro", uma testemunha contou que viu dois homens armados entrarem no Bataclan. "Eles estavam armados, vestidos normalmente: eles atiraram no exterior e no interior da sala", afirmou a testemunha. O jornalista francês Erwan Desplanques afirmou, em sua conta to Twitter, que um amigo que conseguiu escapar do Bataclan disse que havia cinco ou seis atiradores no local e que eles mencionaram a Síria. A polícia emitiu um alerta, pedindo que os parisienses não deixem suas casas, "a não ser em caso de absoluta necessidade". Lugares públicos devem reforçar a segurança nas entradas e acolher aqueles que estiverem em necessidade. A polícia também ordenou que se interrompam as manifestações e eventos em áreas externas. - Explosões próximo ao Stade de France, em Paris, durante jogo entre as seleções da França e Paris - Três tiroteios aconteceram em outros pontos da cidade - A policia parisiense afirmaram que há 42 mortos, dezenas de feridos em outros pontos da cidade e 100 reféns na casa noturna Bataclan - Segundo a jornalista Carolina Cimenti, houve tumulto para que as pessoas deixassem o estádio e espera por orientações - Segundo o jornal “Le Figaro”, uma testemunha contou que viu dois homens entrarem armados no Bataclan Segundo a BBC, um homem usando uma arma automática abriu fogo no restaurante Petit Cambodge no 10º arrondissement, deixando ao menos sete feridos. De acordo com o "Liberation" e a rede de TV CNN, há "diversos mortos". A Reuters afirma que duas pessoas morreram ali. Um repórter do "Liberation" que está no local diz ter visto ao menos quatro corpos no chão. Já o repórter da BBC contou dez pessoas deitadas, sem conseguir identificar se estariam mortas ou feridas. Diversas ambulâncias já chegaram. Um segundo tiroteio teve como cenário o bar "Le Carillon", segundo o Liberation. Na sequência, outro tiroteio foi registrado no 11º arrondissement.

Continuar lendo O terror está de volta a Paris! É o maior atentado na história da França.
Nua, mulher chama turistas para tirar selfie em frente à Torre Eiffel e é presa
Reprodução/Twitter Milo Moiré é conhecida por fazer performances sem roupa e usar seu corpo como arte

Nua, mulher chama turistas para tirar selfie em frente à Torre Eiffel e é presa

Milo Moiré, de 31 anos, é uma artista suíça e passou a noite na cadeia após tirar fotos totalmente nua ao lado de pedestres. Uma mulher foi presa em frente à Torre Eiffel, em Paris, na França, após posar nua e tirar fotos com turistas no último domingo (5). Milo Moiré, de 31 anos, é uma artista suíça conhecida por fazer performances sem roupa e usar seu corpo como arte. De acordo com o site "The Telegraph", ela passou a noite do domingo na cadeia por indecência pública. Segundo o site, a também modelo se aproximava de alguns pedestres na praça do Trocadero e tirava fotos com eles quando a polícia chegou ao local, pediu para que ela se vestisse e a levou presa. Ficar nu em local público é punível com um ano de prisão e uma multa de €15 mil (cerca de R$ 52 mil). No entanto, há algumas áreas na França onde os nudistas são permitidos.

Continuar lendo Nua, mulher chama turistas para tirar selfie em frente à Torre Eiffel e é presa

Balanço do terror! Sequestros na França terminam com 3 terroristas e 4 reféns mortos

Operações policiais simultâneas encerraram nesta sexta-feira (9), por volta das 17h (14h em Brasília) dois sequestros que estavam em andamento na França. Os irmãos Kouachi, suspeitos do massacre no jornal "Charlie Hebdo", e Amedy Coulibaly, um sequestrador que mantinha reféns em um mercado em Paris, morreram. Os dois supostos autores do atentado ao jornal se entrincheiraram nesta sexta-feira (9) com um refém em uma pequena empresa em Dammartin-en-Goële, a 40 km de Paris, após um tiroteio com as forças de segurança. Eles acabaram mortos cerca de 50 horas após matarem 12 pessoas na ação na sede do semanário de humor parisiense. No mercado judaico de Porte de Vincennes, alguns reféns foram libertados com vida, mas quatro reféns que eram mantidos por Amedy Coulibaly morreram. Coulibaly é suspeito de ter matado uma policial na véspera e que afirmou estar "sincronizado" com os suspeitos do ataque ao jornal "Charlie Hebdo".

Continuar lendo Balanço do terror! Sequestros na França terminam com 3 terroristas e 4 reféns mortos
Já era! Polícia francesa mata os terroristas que invadiram revista e fizeram 12 mortos
Os irmãos islamitas, terrosristas Said e Cherif Kouachi, que deixaram a França de pernas para o ar, já estão mortos.

Já era! Polícia francesa mata os terroristas que invadiram revista e fizeram 12 mortos

A França já respira um pouco aliviada, depois que a polícia nacional anunciou, há pouco, que terroristas foram mortos e reféns libertados.Também há reféns mortos e feridos, diz imprensa. Irmãos suspeitos de atacar jornal morreram em empresa perto de Paris. Na capital, sequestrador foi morto em mercado. Dois dos mortos são os irmãos , que invadiram a revista satírica "Charlie Hebdo", matando 12 pessoas. Esses dois suspeitos de terem cometido o atentado à revista "Charlie Hebdo", que matou 12 pessoas, em Paris, foram perseguidos e mortos pelas forças de segurança francesas, depois de fazer várias pessoas reféns em uma pequena empresa especializada em impressão e publicidade, em Dammartin-en-Goele, a cerca de 40 km da capital, não muito longe do aeroporto Charles de Gaulle, informaram nesta sexta-feira (9) fontes policiais à imprensa francesa.

Continuar lendo Já era! Polícia francesa mata os terroristas que invadiram revista e fizeram 12 mortos
Vídeo! Apresentadora francesa prometeu e cumpriu: ficar nua após vitória da seleção
Doria Tillier: promessa é dívida...

Vídeo! Apresentadora francesa prometeu e cumpriu: ficar nua após vitória da seleção

@SUPER_FC Promessa é dívida. Por isso, uma apresentadora de televisão francesa prometeu ficar nua frente as câmeras caso a França se classificasse para a Copa do Mundo de 2014 e cumpriu. Doria Tillier, entretanto, frustrou os mais alvoroçados. As imagens em meia tela mostraram uma mulher correndo nua em um campo na cidade de Poil, no centro da França, enquanto na outra metade aparecia o mapa do país. A enquadramento, porém, é de tão longe que sequer dá para garantir que se trata mesmo de Doria Tillier, e tampouco revela os dotes da pessoa com mais detalhes, sobretudo porque ela se movimenta bastante na gravação. Depois que a seleção francesa perdeu o primeiro jogo da repescagem ao Mundial por 2 a 0 para a Ucrânia, a apresentadora do 'Grand Journal', do canal +, fez a promessa de que ficaria sem roupas durante o quadro de previsão do tempo. E com a vitória por 3 a 2 no duelo da volta, Doria Tillier teve que pagar. Mas, claro, a seu modo. Confira o vídeo abaixo:

Continuar lendo Vídeo! Apresentadora francesa prometeu e cumpriu: ficar nua após vitória da seleção