Apagão no Maranhão e em mais 14 Estados do Norte e Nordeste foi falha em linha de transmissão de Belo Monte

Panes têm ocorrido com alguma frequência e já eram alvos de questionamentos pela Aneel; sistema conecta todos os Estados do País, com exceção de Roraim André Borges, O Estado de S.Paulo BRASÍLIA - Falhas no linhão de transmissão de Belo Monte provocaram um apagão em 14 Estados das regiões Norte e Nordeste do País na tarde desta quarta-feira, 21. Também houve registro de falta de luz nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), todos os Estados do Nordeste foram afetados e no Norte as exceções foram Roraima e Acre, que não foram impactados com queda de luz. Em entrevista no Rio de Janeiro, Luiz Eduardo Barata, diretor-geral da ONS, afirmou que às 19h, 100% da energia estava restabelecida no Norte e pouco mais de Nas capitais nordestinas, a situação variava bastante. Fortaleza, por exemplo, já contava com 80% de sua carga energética normalizada, Recife tinha 50%, Salvador 30%, Aracajú contava com 25% de energia, Natal contava com 20% e João Pessoal, 15%. Segundo o governo, o motivo para o apagão foi uma falha técnica ocorrida na linha de transmissão da concessionária Belo Monte Transmissora de Energia (BMTE), no Estado do Pará, foi a causa do apagão que afetou todos os Estados. O motivo, apurou o Estado, está relacionado a uma falha técnica em um disjuntor de uma das estruturas de transmissão localizada na subestação Xingu, que recebe a energia da hidrelétrica de Belo Monte, para que esta seja transmitida para a região Sudeste do País.

Continuar lendo Apagão no Maranhão e em mais 14 Estados do Norte e Nordeste foi falha em linha de transmissão de Belo Monte
Mais um foguete explode no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) com falha no motor
Foi um foguete desses que explodiu nesta sexta-feira, 13, no CLA do Maranhão

Mais um foguete explode no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) com falha no motor

Veículo estava na rampa de lançamento e não chegou a decolar; não houve feridos, segundo o Centro de Lançamento de Alcântara Luíza Pinheiro, especial para O Estado Uma falha no motor de um foguete suborbital causou uma explosão na plataforma de lançamento do Centro de Lançamento Espacial de Alcântara (CLA), no Maranhão, no início da tarde desta terça-feira, 13. Segundo a assessoria de imprensa do CLA, não houve feridos. Uma comissão técnica será formada para apurar o incidente. O foguete seria lançado no encerramento da Operação São Lourenço, “a principal atividade de lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais previstos para este ano, no Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE)”, como divulgou o CLA em seu site. O objetivo da operação era testar o Satélite de Reentrada Atmosférica (SARA), uma plataforma destinada a experimentos no espaço para desenvolvimento de produtos nas áreas de engenharia e eletrônica. Na fase final do experimento, pesquisadores brasileiros poderiam realizar estudos científicos e tecnológicos por até dez dias em ambiente de microgravidade. Também seria testado no veículo um GPS de aplicação espacial testado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com o apoio do Instituto Nacional e Espaço (IAE) e da Agência Espacial Brasileira. A simulação de lançamento do foguete foi realizada na quinta-feira(12) “com sucesso”, segundo divulgou o CLA. A operação São Lourenço era realizada desde o dia 22 de outubro pelo IAE, em parceria com o Comando Geral de operações Aéreas e a Marinha do Brasil. Agência Espacial Alemã (DLR) e o Centro Espacial da Suécia (SSC) atuavam no apoio à operação de equipamento do solo.

Continuar lendo Mais um foguete explode no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) com falha no motor

Abelhudos em festa! Falha de segurança permite acesso às conversas no WhatsApp

SÃO PAULO – Usuários do WhatsApp no sistema Android podem estar com a privacidade de suas conversas comprometida por causa de uma falha de segurança do aplicativo. É o que diz um consultor de segurança digital que publicou em um fórum de hackers detalhes de uma falha e um tutorial sobre como roubar conversas no aplicativo. Segundo Bas Bosschert, diretor técnico da empresa holandesa Double Think, o problema permitiria a outros aplicativos acessar livremente o histórico de mensagens dos usuários do sistema operacional Android. Isso aconteceria porque a base de dados do WhatsApp é salva em um cartão SD, que pode ser lida por qualquer aplicativo para Android se o usuário autorizar o acesso do aplicativo ao cartão. Como a maioria das pessoas dão todo tipo de permissão a um aplicativo, ficam com seu histórico de conversas vulnerável. Embora o WhatsApp use sistema de encriptação, o especialista diz que o acesso ao teor das mensagens é fácil de ser obtido por meio de um aplicativo que tenha o objetivo de fazer o backup das conversas

Continuar lendo Abelhudos em festa! Falha de segurança permite acesso às conversas no WhatsApp

Secretário admite falha de segurança em presídio no Maranhão

Jornalistas entram sem passar por revista e comprovam que é fácil ingressar nas prisões com celulares O ESTADO DE SÃO PAULO O secretário adjunto de Estabelecimentos Penais do Estado do Maranhão, Hamilton Assunção Louzeiro, admitiu neste sábado, dia 11, que houve falha na revista de religiosos e jornalistas que estiveram na sexta-feira, 10, dentro das unidades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Na ocasião, cerca de 40 religiosos ligados a diversas denominações entraram nos presídios e prisões do Complexo maranhense dentro do projeto “Ore Pedrinhas”. Dois jornalistas da Folha entraram junto com os religiosos munidos de telefones celulares. A reportagem do Estado já havia entrado no Presídio São Luís 1 sem passar por qualquer espécie de controle, portando um telefone celular no último dia 7. Também conversou com um detento dentro do sistema usando telefone celular. Louzeiro afirmou que o grupo de religiosos entrou na sexta-feira nas diversas unidades ao mesmo tempo e assegurou que todos passam, normalmente, por revista. “Todos os visitantes passam por um equipamento de detecção de objetos e por revista pessoal. Se alguém não foi revistado e entrou com celular houve falha na segurança”, disse.

Continuar lendo Secretário admite falha de segurança em presídio no Maranhão
Faz meia curva! Lançamento de satélite brasileiro falha na China
AFP/Swiss Federal Institutes of Tech/AFP - (Ilustração) Satélite sobre a Terra

Faz meia curva! Lançamento de satélite brasileiro falha na China

Um satélite de monitoramento ambiental lançado nesta segunda-feira a partir de uma base chinesa não conseguiu entrar em órbita, informaram a imprensa chinesa e o Inpe. O satélite, conhecido como CBERS-3 e desenvolvido em conjunto por China e Brasil, foi lançado do Centro de Lançamentos de Satélites de Taiyuan, na província de Shanxi, em um foguete Longa Marcha 4B às 11h26 (01h26 de Brasília), segundo a agência Xinhua. "O foguete apresentou problemas durante o voo e o satélite não conseguiu entrar em órbita", informou a agência de notícias estatal citando fontes militares. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) também informou nesta segunda-feira sobre a falha.

Continuar lendo Faz meia curva! Lançamento de satélite brasileiro falha na China