Falta de ética na política: No Brasil, favor com favor se paga…
Clay e Jackson Lago: difícil vencer a injustiça...

Falta de ética na política: No Brasil, favor com favor se paga…

JOSÉ MACHADO, jornalista, editor do Blogdomachado.com.br Li, emocionado, a nota-desabafo de Dona Clay Lago, divulgada sábado (21). Compreendi a dor com que digitou suas declarações. Como viúva e mulher que participa ativamente da vida política e social do seu Estado – antes, sempre ao lado do marido -, ela demonstrou, usando o nome do Instituto Jackson Lago, sua indignação com a recente decisão do Plenário do Tribunal Eleitoral (TSE). E qual foi essa decisão? Vejam só: o Tribunal considerou inconstitucional a cassação do mandato de Jackson Lago, em 17 de abril de 2009, dois anos após a sua morte! ”Voltou atrás em um entendimento consolidado desde a promulgação da Constituição Federal de l988”, admirou-se Clay, que emendou: - “Fica transparente que as decisões judiciais no âmbito eleitoral não são técnico-legais, mas estreitamente vinculadas aos interesses políticos em jogo”. Mexendo aqui, mexendo ali, recordei-me de que o ministro Celso de Mello, nomeado para o STF por influência de Sarney – e a quem o jurista Saulo Ramos, falecido em abril, chamou, em seu livro, de “juiz de merda” – proferiu, quarta-feira (18), o voto salvador que pode livrar da cadeia parte da cúpula do PT - 12 dos 25 condenados -, ao ser favorável aos chamados “embargos infringentes”. No dia anterior (17), no TSE, o ministro Dias Toffoli, como relator, votou pela inconstitucionalidade dos Recursos Contra Expedição de Diploma (RECED), o mesmo que o TSE julgou e condenou Jackson Lago à perda do mandato. Ganhou por 4 a 3, sob os protestos da ministra-presidente Carmem Lúcia. O ministro Toffoli foi quem “puxou” a votação. E na sua defesa apaixonada, afirmou que um mesmo fato não pode ser questionado Por dois tipos de ações diferentes. Assim, Toffoli entendeu que a Constituição de 1988 não recepcionou o artigo do Código Eleitoral de 1965 que criou o RCED. Contra Jackson havia todo um cortejo para “recepcionar” o seu processo. Assim, de acordo com a decisão, os RECEDs serão devolvidos aos TREs dos estados, onde os governadores estão devidamente sentados nos palácios executivos e com a caneta à mão. Então, brasileiros e brasileiras, vocês acham que esses recursos seriam colocados em pauta? Se forem colocados e julgados, os governadores seriam condenados? Dos 11 governadores que enfrentariam o TSE, apenas três são do PMDB. Mas um deles é Roseana Sarney, filha do senador José Sarney, iminência parda do PMDB, amigo e protetor de Lula. Nos bastidores políticos da República, em Brasília, costuma-se dizer que favor com favor se paga... Na terça, Toffoli salvaria a parte mais influente do PMDB. Na quarta, foi a vez de Mello salvar o PT... Por fim, não poderia deixar de registrar a parte mais contundente de Dona Clay Lago, em sua nota ‘sabadal’: “O TSE se junta à crise ética e moral que se abate sobre as principais instituições políticas da República Federativa do Brasil, incapazes de responder às exigências da sociedade mobilizada e de cumprir os princípios republicanos mais básicos, como a legalidade, a impessoalidade, a moralidade e a transparência. E, “mais uma vez, a lei no Brasil é torcida e a Justiça se mantém nos mesmos quadros criticados pelo poeta Gregório de Matos no século XVII: injusta.”

Continuar lendo Falta de ética na política: No Brasil, favor com favor se paga…
No Senado, João Alberto rema, sozinho,  contra a maré!
João Alberto, corajoso, votou, sozinho, contra a maioria.

No Senado, João Alberto rema, sozinho, contra a maré!

O senador maranhense João Alberto (PMDB-MA), atual presidente do Conselho de Ética do Senado, foi a voz e o voto discordantes quando o Senado aprovou, ontem, 12, em primeiro e segundo turno de votação, uma proposta de emenda constitucional que prevê a perda automática de mandato de parlamentares condenados por crimes contra a administração pública ou improbidade administrativa.

Continuar lendo No Senado, João Alberto rema, sozinho, contra a maré!

Ética na blogosfera

Etica, na Blogosfera. Sem isso você não vai longe. Quer seja você um blogueiro iniciante ou um problogger que faz rios de dinheiro com seus domínios na blogosfera, uma única palavra não pode deixar de ser recitada, dia após dia, como um mantra supremo: Ética.

Continuar lendo Ética na blogosfera