TV Guará divulga pesquisa eleitoral para prefeito de São Luís em que, na espontânea, Edivaldo lidera

A TV Guará divulgou nesta quarta-feira (9) pesquisa de intenção de voto para prefeito de São Luís. O levantamento foi feito pelo Instituto Exata entre os dias 2 e 4 de setembro e ouviu 800 pessoas. Na pesquisa, o prefeito Edivaldo Holanda e a deputada federal Eliziane Gama lideram as intençõs de voto, de acordo com os vários cenários apresentados. Segundo o instituto, a margem de erro é de 4 pontos percentuais - para mais ou para menos - e 95% de confiabilidade. Excluído o quesito que deixa o eleitor à vontade para dizer em quem votaria para prefeito de são Luís se a eleiççao fosse hoje, e não apresenta nenhum nome,, os cenários apresentados aos entrevistados incluem 14 nomes. Neste quesito, Edivaldo Holanda Júnior tem 15% de menções espontaneas, enquanto Eliziane Gama tem

Continuar lendo TV Guará divulga pesquisa eleitoral para prefeito de São Luís em que, na espontânea, Edivaldo lidera
Aécio apela para que a oposição não se disperse e combata estelionato eleitoral de Dilma
Em artigo no jornal O Estado de São Paulo, Aécio pede para oposição permanecer unida

Aécio apela para que a oposição não se disperse e combata estelionato eleitoral de Dilma

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado nas eleições de outubro, sugere que a presidente Dilma Rousseff cometeu estelionato eleitoral e pede que seus apoiadores não se dispersem. "Finda a eleição, a candidata eleita, rapidamente, pôs de lado as determinações do marketing e colocou em prática tudo o que acusou a oposição de pretender fazer. Fez isso sem dar satisfação à opinião pública. Sem dar explicação sequer a seus próprios eleitores. Os mesmos eleitores que observam, atônitos, a presidente implantar as "medidas impopulares", que usou como matéria-prima do terrorismo eleitoral contra seus adversários", diz ele, no texto Trinta Dias, publicado na Folha de S. Paulo. "Na campanha, o PT dizia que aumentar os juros tiraria comida da mesa do trabalhador. Três dias depois da eleição, foi justamente isso o que o governo Dilma fez. No discurso do PT, se eleita, a oposição iria reajustar a gasolina, governar com banqueiros e patrões. Vencida a eleição, o governo anunciou o aumento dos combustíveis e convidou um banqueiro para a Fazenda. Anunciou ainda dois novos ministros: para cuidar da agricultura e da indústria, a dirigente e o ex-dirigente das confederações patronais." Segundo o senador, o sentimento de "estelionato" alimenta manifestações contra o governo Dilma. "Surpresos, os brasileiros assistem àquilo que muitos estão chamando de estelionato eleitoral. Tudo isso explica a indignação de milhares de pessoas que vão às ruas e se mantêm mobilizadas nas redes sociais. São pessoas que se sentem lesadas, mas esse sentimento não tem relação com o resultado eleitoral em si. Processos eleitorais fortalecem a democracia, qualquer que seja o resultado da eleição. Vencer e perder são faces da mesma moeda. As pessoas estão se sentindo lesadas porque os valores que saíram vencedores na disputa envergonham o país." Por último, ele pede uma oposição aguerrida. "Os últimos 30 dias são uma amostra da situação real do Brasil e do que vem pela frente. E nos mostram por que não podemos nos dispersar."

Continuar lendo Aécio apela para que a oposição não se disperse e combata estelionato eleitoral de Dilma

Rodada do Data Folha, divulgada hoje: Dilma tem 37%, Marina, 30%, e Aécio, 17%

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (19) pelo jornal "Folha de S.Paulo" aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República: - Dilma Rousseff (PT): 37% - Marina Silva (PSB): 30% - Aécio Neves (PSDB): 17% - Pastor Everaldo (PSC): 1% - Luciana Genro (PSOL): 1% - Eduardo Jorge (PV): 1% - Zé Maria (PSTU): 0%* - Rui Costa Pimenta (PCO): 0%* - Eymael (PSDC): 0%* - Levy Fidelix (PRTB): 0%* - Mauro Iasi (PCB): 0%* - Branco/nulo/nenhum: 6% - Não sabe: 7% * Cada um dos cinco indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto. Somados, eles têm 1%. No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 10, Dilma tinha 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, lembra o G1. Segundo o Datafolha, é a primeira vez que Dilma abre vantagem sobre Marina desde a entrada da candidata do PSB na disputa, em agosto, após a morte de Eduardo Campos. A vantagem da petista passou de 3 para 7 pontos. Segundo turno O levantamento divulgado nesta sexta indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, as candidatas aparecem empatadas tecnicamente. A candidata do PSB tem 46% e a do PT, 44%. Na semana passada, Marina, com 47%, e Dilma, com 43%, também estavam tecnicamente empatadas. Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 49% a 39% (49% a 38% na semana anterior). O instituto também fez uma simulação entre Marina e Aécio. O resultado foi 49% a 35% para a candidata do PSB (ante os 54% a 30% do último levantamento). A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". O Datafolha ouviu 5.340 eleitores em 265 municípios nos dias 17 e 18 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00665/2014. Espontânea Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes: - Dilma Rousseff: 30% - Marina Silva: 24% - Aécio Neves: 12% - Outras respostas: 1% - Em branco/nulo/nenhum: 6% - Não sabe: 26% Rejeição A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. - Dilma Roussef: 33% - Marina Silva: 22% - Aécio Neves: 21% - Pastor Everaldo: 21% - Zé Maria: 18% - Levy Fidelix: 18% - Eymael: 17% - Luciana Genro: 16% - Rui Costa Pimenta: 15% - Eduardo Jorge: 15% - Mauro Iasi: 14%

Continuar lendo Rodada do Data Folha, divulgada hoje: Dilma tem 37%, Marina, 30%, e Aécio, 17%
Justiça afirma que Edinho Lobão mentiu sobre atuação de Flávio Dino na Embratur
Justiça Eleitoral pune Lobão Filho por acusações a Flávio Dino sobre Embratur.

Justiça afirma que Edinho Lobão mentiu sobre atuação de Flávio Dino na Embratur

Aline Louise Concedendo Direito de Resposta a Flávio Dino (PCdoB) após ataques proferidos por Edinho Lobão (PMDB) em sua propaganda de TV, a Justiça Eleitoral reconheceu que as acusações feitas pelo peemedebista levaram ao ar “informações sabidamente inverídicas” sobre a gestão de Flávio Dino na Embratur. Além de perder duas propagandas após o ilícito, Edinho terá que ceder parte de seu tempo de TV para o Direito de Resposta de Flávio Dino. O Portal da Transparência do Governo Federal mostra que Flávio Dino celebrou convênios com o Estado do Maranhão e com municípios. No entanto, a campanha de Edinho Lobão escondeu o fato e durante seus comerciais afirmou que Flávio Dino teria “deixado o Maranhão de fora”. Ao reconhecer que “o fato é sabidamente inverídico”, a Justiça Eleitoral concedeu a Dino resposta no tempo de TV do adversário. Esta é a segunda decisão em que Edinho Lobão é condenado por levar fatos inverídicos à TV com o intuito de agredir Flávio Dino. “É fácil observar que o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) firmou convênios com o Governo do Estado nos anos de 2012 e 2013, garantindo assim investimentos no setor turístico deste ente federativo,” disse a juíza Maria José França Ribeiro. Para ela, “a matéria publicitária, realmente, está a afirmar fato inverídico e contraditório”.

Continuar lendo Justiça afirma que Edinho Lobão mentiu sobre atuação de Flávio Dino na Embratur

Época (Felipe Patury) sobre o Data M: Pesquisa mostra Dilma com 48% e Marina com 34% no Maranhão

MARCELO SPERANDIO 10/09/2014 19h17 Uma pesquisa eleitoral ao Planalto feita pelo instituto Data M mostra que a ex-senadoraMarina Silva (PSB) será uma concorrente competitiva para a presidente Dilma Rousseff(PT) no Maranhão. No levamento finalizado hoje, Dilma lidera com 48% das intenções de votos no estado. Em seguida, aparece Marina, com 34%. O senador Aécio Neves (PSDB) está na terceira colocação, com 8%. Os demais presidenciáveis somam 1,8% da preferência local. O Maranhão foi o estado que deu a maior vitória à Dilma no primeiro turno da eleição presidencial de 2010: 70% dos votos válidos. A pesquisa do Data M mostra que, se a eleição fosse hoje, Dilma perderia 22 pontos porcentuais, em relação ao último pleito. O resultado deixou a campanha petista apreensiva. Já a equipe de Marina abriu comemorações. No primeiro turno da eleição presidencial de 2010: 70% dos votos válidos. A pesquisa do Data M mostra que, se a eleição fosse hoje, Dilma perderia 22 pontos porcentuais, em relação ao último pleito. O resultado deixou a campanha petista apreensiva. Já a equipe de Marina abriu comemorações. No primeiro turno de 2010, Marina obteve 14% dos votos válidos. O levantamento atual a coloca 20 pontos porcentuais à frente do seu resultado na eleição passada. Entre os dias 5 e 8 de setembro, o Data M fez 1,5 mil entrevistas em todas as regiões do Maranhão. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral.

Continuar lendo Época (Felipe Patury) sobre o Data M: Pesquisa mostra Dilma com 48% e Marina com 34% no Maranhão

O histórico de “erros” e os números discrepantes do Ibope levantam suspeitas de manipulação

Os resultados da pesquisa Ibope divulgados pela TV Mirante divergem completamente de todas as pesquisas realizadas até aqui, inclusive os da Exata também divulgados neste sábado. Enquanto O Ibope registra Flávio Dino com 42% e Edinho Lobão com 30%, a Exata apurou 56% para o candidato das oposições e 27% para o da família Sarney. Em 1994 o Ibope dizia que Roseana venceria no primeiro turno. Outros institutos também apontaram uma diferença de 30 pontos percentuais em média entre Flávio e Edinho. A discrepante diferença dos resultados levanta a suspeita de manipulação para influenciar nos resultados da eleição. É necessário que a Justiça Eleitoral crie um mecanismo legal para que possa punir após o resultado do pleito os institutos que apresentem números bastantes dissociados dos extraídos das urnas. O Ibope, por exemplo, possui um histórico de erros no Maranhão e sempre para tentar favorecer os candidatos da família Sarney. Em 1994 quando Roseana disputava o governo contra Epitácio Cafeteira e Jackson Lago, as pesquisas do Ibope diziam que a candidata da família venceria facilmente as eleições no primeiro turno, o que nem de longe foi confirmado pelas urnas. Em 2006, foi a mesma coisa e ela acabou perdendo para Jackson Lago no segundo turno. E assim os “erros” do instituto tem se repetido ao longo das eleições no Maranhão.

Continuar lendo O histórico de “erros” e os números discrepantes do Ibope levantam suspeitas de manipulação
Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar
Propaganda nociva de Lobão Filho é retirada do ar pela Justiça Eleitoral

Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar

As propagandas eleitorais produzidas pela coligação “Pra frente, Maranhão”, de Lobão Filho(PMDB), estão sendo analisados negativamente pela Justiça Eleitoral. Devido aos ataques feitos ao adversário Flávio Dino (PCdoB), a coligação de Lobão filho vem sofrendo derrotas no Tribunal Regional Eleitoral pelo conteúdo agressivo que apresenta nos programas de TV. No último final de semana, por exemplo, uma das propagandas de Lobão Filho que faz referências negativas ao partido ao qual Flávio Dino é filiado foi proibida de ir ao ar. Segundo a juíza Maria José França Ribeiro, “a propaganda dirigida ao partido ao qual é filiado o segundo representante atribui características que, em um primeiro exame, se afiguram antidemocráticas e autoritárias, mostrando-se possivelmente incompatíveis com o processo eleitoral e com o equilíbrio da disputa”. De acordo com a decisão da juíza, a coligação de Lobão Filho deve se abster de veicular a propaganda e informou também às emissoras de rádio e TV sobre a decisão. A multa diária em caso de descumprimento da decisão é de R$ 50 mil. Entre sexta-feira e domingo, 4 inserções de rádio e TV da coligação de Lobão Filho foram consideradas abusivas pela Justiça Eleitoral, que determinou que o PMDB e demais partidos se abstenham de veicular esse tipo de propaganda. As decisões tiveram caráter “liminar”, isto é, de urgência. No entanto, nos próximos dias a Justiça Eleitoral deverá julgar o provimento de Direitos de Resposta à coligação “Todos pelo Maranhão”, que vem sendo agredida pelas propagandas de Lobão Filho.

Continuar lendo Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar
Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem  sobre principal adversário, Lobão Filho
Quadros das aprovações Espontânea e Estimulada da pesquisa estadual do Data M - AGO 2014

Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem sobre principal adversário, Lobão Filho

Após o início do horário eleitoral nas emissoras de rádio e televisão, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), abriu 35 pontos de diferença sobre o segundo colocado. Flávio possui 57,8% das intenções de voto, contra 23,1% do candidato da família Sarney, Lobão Filho (PMDB). Dos demais candidatos, Zé Luis Lago (PPL) pontuou 1%; Josivaldo (PCB) teve 0,9%; Pedrosa (PSOL), 0,4%; e Saulo Arcangeli (PSTU), 0,3%. Cerca de 10% pretendem votar em branco e nulo. Somente 6,4% dos eleitores estão indecisos. A pesquisa Data-M foi divulgada pelo jornal Atos e Fatos e ouviu 1.500 pessoas, entre os dias 23 a 26 de agosto. A pesquisa foi registrada no TRE sob a inscrição 037/2014. A margem de erro do questionário é de 3 pontos para mais ou menos. Na pesquisa espontânea – quando o eleitor é perguntado em quem vai votar, mas não é apresentado a ele o nome dos candidatos –, Flávio Dino pontua 42%. No mesmo sistema, Edinho Lobão tem 15%. Quando perguntado sobre quem o eleitor acha que vai ganhar, 59% dos eleitores responde que será Flávio. Já quando perguntado sobre em quem não votaria de forma alguma, 44% dos eleitores dizem rejeitar Edinho Lobão. Já 13% não votariam em Flávio Dino e 8% em Pedrosa. Roberto Rocha lidera no Senado Na pesquisa de intenção de votos para o Senado, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão também lidera. Roberto Rocha tem 29% das intenções de votos contra 20% de Gastão Vieira. Haroldo Sabóia, do PSOL, tem 5,6%; Marcos Silva (PSTU) tem 4%. Branco e nulo somam 24%. Na campanha para o Senado, o campeão de rejeição também é o candidato da família Sarney, Gastão Vieira, com 17%. Ele é seguido por Saboia, com 11% e Rocha, com 9%.

Continuar lendo Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem sobre principal adversário, Lobão Filho
Segundo o ibope, se o segundo turno da eleição presidencial fosse hoje, Dilma venceria Aécio ou Campos
Dilma Rousseff venceria Aécio Neves e Eduardo Campos no segundo turno, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje Montagem/R7

Segundo o ibope, se o segundo turno da eleição presidencial fosse hoje, Dilma venceria Aécio ou Campos

A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição à Presidência, venceria os dois principais adversários — Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) — no segundo turno, de acordo com pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (7), feita a pedido da Rede Globo. Em um eventual confronto entre Dilma e Aécio Neves, a petista teria 42% dos votos, contra 36% do tucano. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais, Dilma sairia vitoriosa. Nesse cenário, os votos brancos e nulos seriam 15%. Os eleitores que disseram não saber ou não responderam totalizaram 8%. Em outra hipótese, que coloca Dilma contra Eduardo Campos, Dilma venceria com 44% dos votos contra 32% do socialista. Da mesma forma, considerando a margem de erro, a petista ganharia a disputa. Os votos brancos e nulos chegaram a 16%, enquanto os indecisos totalizaram 8%. A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre os dias 3 e 6 de de agosto em 175 cidades. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-00308/2014. 1º turno No primeiro turno, Dilma teria 38% das intenções de voto — mesmo patamar da pesquisa anterior. O candidato do PSDB, senador Aécio Neves, aparece com 23% e está na segunda colocação na corrida à Presidência. Na última parcial, Aécio tinha 22% da preferência do eleitorado, segundo o instituto. Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência da República, aparece com 9% das intenções de voto — contra 8% do último levantamento. O candidato do PSC, Everaldo Pereira, marcou 3% nessa edição da pesquisa — mesmo nível do último levantamento. Somados, os candidatos Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB), Rui Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) possuem 3%. Aprovação de governo O Ibope perguntou aos eleitores sobre a aprovação de governo. Para 32% dos entrevistados, o governo Dilma é ótimo ou bom. Outros 35% disseram que é regular. Por fim, 31% afirmaram que ruim ou péssimo. Os eleitores que não sabem ou não responderam totalizam 1%. Popularidade de Dilma Os eleitores também avaliaram a figura da presidente Dilma Rousseff: 47% aprovam a petista, enquanto 49% desaprovam e 4% não sabem ou não responderam. Do G1

Continuar lendo Segundo o ibope, se o segundo turno da eleição presidencial fosse hoje, Dilma venceria Aécio ou Campos

Dilma ainda lidera corrida presidencial com 36% das intenções de voto. Previsão de empate para o 2o. turno

Pesquisa Datafolha mostra Aécio Neves (PSDB) com 20% e Eduardo Campos (PSB) com 8% Em pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha e divulgada nesta quinta-feira (17), a presidente Dilma Rousseff (PT) lidera com 36% das intenções de voto. Em seguida, aparecem o tucano Aécio Neves, com 20%, e o candidato do PSB, Eduardo Campos, que obteve 8%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O candidato do PSC, Everaldo Dias Pereira, atingiu 3% Segundo o Datafolha, 13% dos entrevistados disseram que pretendem votar em branco ou anular o voto. E outros 14 % afirmaram não saber em quem votarão. Os candidatos Zé Maria (PSTU), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Rui Costa Pimenta (PCO), e Eymael (PSDC) tem 1% cada. Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) tiveram menos de 1%. Segundo turno A pesquisa também fez simulações de segundo turno. Na disputa entre Dilma e Aécio, a petista vence por 44% a 40%. Considerando a margem de erro, os dois estão em empate técnico.

Continuar lendo Dilma ainda lidera corrida presidencial com 36% das intenções de voto. Previsão de empate para o 2o. turno