Vistoria em avião de Lobão Filho causa constrangimento na campanha de Dilma após nota pública de Temer e Renan
Repercute a vistoria que a PF fez no avião de Lobão Filho, após denúncia...

Vistoria em avião de Lobão Filho causa constrangimento na campanha de Dilma após nota pública de Temer e Renan

A presidente Dilma Rousseff criticou nesta sexta-feira (26) a ação da Polícia Federal de vistoriar, sem mandato de busca, um avião usado pela campanha do senador Edison Lobão Filho, no interior do Maranhão. Dilma disse que pediu uma investigação detalhada sobre a ação no sentido de verificar que houve erro da corporação para beneficiar um ou outro candidato. Lobão Filho é candidato ao governo do Maranhão e a vistoria causou mal estar na campanha de Dilma após a divulgação por parte do vice-presidente Michel Temer, e do presidente do Senado, Renan Calheiros, de uma nota pública, considerando "inadmissível que forças policiais sejam instrumentalizadas para atingir candidaturas legitimamente constituídas".

Continuar lendo Vistoria em avião de Lobão Filho causa constrangimento na campanha de Dilma após nota pública de Temer e Renan
Preso confirma que recebeu proposta de dinheiro para fazer vídeo contra Flávio Dino
O teor do documento que desmistifica o vídeo e seus autores...

Preso confirma que recebeu proposta de dinheiro para fazer vídeo contra Flávio Dino

Em depoimento prestado junto à Superintendência Estadual de Investigações, Criminais na noite da última terça (23), o presidiário André Escócio de Caldas confirmou que recebeu promessas de regalias para gravar vídeo contra Flávio Dino. André figura em vídeo veiculado nos últimos dias pela TV e pela rádio Difusora, blogs ligados ao grupo Sarney, ao portal iMirante e ao jornal O Estado do Maranhão – propriedade da família Sarney. Ouvido pelos delegados da Polícia Civil Tiago Mattos Bardal na noite de terça, André Escócio afirmou que o vídeo foi gravado há cerca de oito dias na sala do diretor da Central de Custódia de Presos de Justiça de Pedrinhas, Carlos Aguiar. Para gravar o vídeo, o presidiário teria recebido “promessa de conseguirem um Alvará de Soltura e mais uma boa quantia em dinheiro, além do declarante (André Escócio) ficar ‘blindado’ (protegido) no sistema”, caso apontasse Flávio Dino, Patrícia e Weverton Rocha como mandantes do assalto ao banco do campus da UEMA. A declaração consta no termo de declaração emitido pela SEIC. André Escócio afirma que não participou do assalto ao banco, data em que estava detido em um presídio. O enredo para tentar incriminar Flávio Dino foi criado após conversas do presidiário com o diretor da CCPJ de Pedrinhas, Carlos Aguiar, que também prestou depoimento à Seic, na manhã desta quarta (24).

Continuar lendo Preso confirma que recebeu proposta de dinheiro para fazer vídeo contra Flávio Dino
A 25 dias da eleição, nova pesquisa Data M amplia vantagem de Dino e lhe garante vitória no primeiro turno
Flávio Dino amplia vantagem sobre Lobão Filho, segundo o Data M

A 25 dias da eleição, nova pesquisa Data M amplia vantagem de Dino e lhe garante vitória no primeiro turno

Pela nova pesquisa do Instituto Data M, contratada pelo Jornal ATOS & FATOS e divulgada nesta quarta-feira (10), o candidato da oposição mantém larga vantagem e venceria no primeiro turno o seu oponente Lobão Filho, se a eleição fosse hoje. Faltando 25 dias para a eleição, o candidato oposicionista ao governo do Maranhão, Flávio Dino(PCdoB) amplia a vantagem em relação a pesquisa anterior do Instituto DataM e vai a 58,2% das intenções de voto. Em segundo lugar, Lobão Filho(PMDB), candidato do grupo Sarney, aparece com 24,6%. Zé Luís Lago(PPL) tem 0,5%; Professor Josivaldo(PCB), Saulo Arcangeli(PSTU) e Antonio Pedrosa(PSol), 0,3% cada. Brancos somam 6,2% e 9,5% não quiseram responder. O resultado revela uma cristalização dos votos e aponta vitória de Dino no primeiro turno. Na corrida pelo Senado, Roberto Rocha(PSB) continua liderando com 30,1%, seguido por Gastão Vieira(PMDB) com 24,3%. Haroldo Sabóia (PSol) tem 2,7%; Marcos Silva, 2,2%; Evan Andrade, 1,1%; Gersão 0,6%. Brancos e nulos somam 11,3% e 27,7% não quiseram responder. Espontânea – Quando o entrevistador consulta o eleitor sem apresentar lista com nomes dos candidatos, Flávio Dino aparece com 47,8%. Em pesquisa do mesmo Instituto realizada no final de agosto esse índice era de 41,8%. Lobão Filho também evoluiu na intenção espontânea, saltando de 14,9% para 18,1%. Rejeição – O eleitor também manifestou opinião sobre em qual candidato não votaria de jeito nenhum. Lobão Filho lidera a rejeição com 45,1%. Já 15,3% disseram que não votariam em Flávio Dino. A pesquisa foi realizada entre os dias 5 e 8 de setembro, ouvindo 1500 eleitores em 50 municípios do Maranhão e está registrada com protocolo número MA-00044/2014 .A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continuar lendo A 25 dias da eleição, nova pesquisa Data M amplia vantagem de Dino e lhe garante vitória no primeiro turno
Após escândalo, Lobão filho cancela compromisso em Bacabeira, município onde seria instalada a refinaria premium
Lobão Filho: cancelamento de compromisso em Bacabeira, onde há frustração com o engodo da refinaria...

Após escândalo, Lobão filho cancela compromisso em Bacabeira, município onde seria instalada a refinaria premium

A cidade de Bacabeira é marcada pela expectativa da Refinaria Premium, prometida em 2010 como a grande salvação do Maranhão pela então candidata Roseana Sarney. Com o recente escândalo da Petrobrás envolvendo a governadora Roseana e o ministro Edison Lobão, de Minas e Energia, o candidato apoiado por ambos teve que cancelar a visita à cidade, que estava marcada para este domingo (07). Um comício na cidade de Bacabeira seria protagonizado por Edinho Lobão (PMDB), candidato a Governador e que está em segundo lugar nas pesquisas. A agenda foi divulgada durante a semana inteira e chegou a constar no site oficial do candidato. Após a denúncia das revistas Veja, Época e IstoÉ de envolvimento de Lobão e Roseana Sarney em escândalos de propina pagas com dinheiro da Petrobrás, a agenda foi cancelada. Na agenda do candidato modificada após a eclosão do escândalo em rede nacional consta para o domingo “reunião com assessoria política”. O caso veio a tona após o ex-diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa, informar em depoimento à Polícia Federal que Roseana Sarney, José Sarney e Edison Lobão estão diretamente envolvidos no esquema que tem tomado conta do noticiário nacional.

Continuar lendo Após escândalo, Lobão filho cancela compromisso em Bacabeira, município onde seria instalada a refinaria premium
Marina diz que PT e PSDB estão desesperados e denuncia perseguição
Marina Silva x Dilma: foi só a ambientalista ameaçar os grandes, e o pau cantou...

Marina diz que PT e PSDB estão desesperados e denuncia perseguição

A candidata à Presidência da República, pelo PSB, Marina Silva, disse que seus adversários estão em “situação de quase desespero” (PSB) diante de seu crescimento nas pesquisas eleitorais. A candidata diz que está tendo sua vida vasculhada pelo PT e pelo PSDB, que estão atrás de algum indício de irregularidade cometido por ela. Nesta sexta-feira ela afirmou que a atitude da campanha da presidente Dilma Rousseff, de abrir investigação sobre a renda que obteve com palestras nos últimos anos, é uma tentativa de criar “factoides”. “Sempre foi uma demanda espontânea, nunca tive tabela (de preços) para as minhas palestras”, disse a candidata ao alegar que já fez palestras por R$ 1 mil. Segundo Marina, depois de ter deixado o cargo de ministra do Meio Ambiente no governo Lula, ela passou a trabalhar com o que sabe, que é a “defesa do desenvolvimento sustentável”. “Está acontecendo uma atitude lamentável, uma verdadeira perseguição”, disse a candidata, que defendeu seu direito a ter uma atividade profissional. A candidata disse que eventuais diferenças de valores se devem ao registro de receita bruta e líquida que ela obteve com os eventos e que não é correta a afirmação de que sua atividade como palestrante tenha sido usada indevidamente em relação à campanha presidencial. Marina também lamentou a crítica do candidato tucano Aécio Neves, de que ela muda de opinião ao sabor do momento. Citou o exemplo da temática de soja transgênica, que tem sido colocada por adversários. Segundo a candidata, ela sempre defendeu um modelo de coexistência entre o plantio da soja transgênica e da soja convencional. “Lamentavelmente, (no passado, quando ministra) eu não tinha tanta audiência como tenho agora.”

Continuar lendo Marina diz que PT e PSDB estão desesperados e denuncia perseguição
Deputado desafia membros da PM a mostrar imagens da operação contra irmão de Flávio Dino
Marcelo Tavares desafia a PM a mostrar vídeo da "batida" na Estiva

Deputado desafia membros da PM a mostrar imagens da operação contra irmão de Flávio Dino

Coordenador da campanha de Flávio Dino, o deputado Marcelo Tavares desafia os integrantes da Polícia Militar que participaram da operação de espionagem contra familiares de Flávio Dino a divulgar o vídeo gravado pela corporação durante a emboscada montada para intimidar o empresário Saulo Dino, irmão do candidato oposicionista. Segundo Marcelo Tavares, a operação foi filmada pelos integrantes da Polícia Militar e nelas é possível constatar que nenhum outro carro foi parado pela blitz montada na Estiva. “O caso foi direcionado para atacar a família de Flávio Dino, Se agora eles querem mudar a versão, que provem com as filmagens feitas pelos próprios policiais”, disse. O deputado afirmou ainda que as gravações, se cedidas pela PM, vão demonstrar que o único carro abordado foi o de Saulo Dino, o que caracteriza que a ação foi montada apenas para intimidá-lo.

Continuar lendo Deputado desafia membros da PM a mostrar imagens da operação contra irmão de Flávio Dino
Marina diz em sabatina que Sarney será descartado, caso ela vença a eleição. Mas conversaria com FHC e Lula
Marina Silva diz não querer acordo com Sarney...

Marina diz em sabatina que Sarney será descartado, caso ela vença a eleição. Mas conversaria com FHC e Lula

IG - Wanderley Preite Sobrinho Comparada no programa eleitoral gratuito do PT aos presidentes que não terminaram o mandato – Fernando Collor de Mello e Jânio Quadros –, a candidata do PSB à presidência, Marina Silva, argumentou nesta terça-feira (2) ter mais experiência em política que Dilma Rousseff. Em sabatina no jornal “O Estado de S Paulo”, a candidata também admitiu que pretende conversar com os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva se vencer as eleições deste ano. De acordo com ela, sua “nova política” significa abandonar o apoio de figuras “da velha República”, como Jose Sarney (PMDB/AP), Collor (PTB/AL), Paulo Maluf (PP/SP) e Renan Calheiros (PMDB/AL). Deixada para o final do evento, a questão sobre a comparação com Jânio e Collor constrangeu Marina, que fez uma pausa, olhou para o teto do auditório e ouviu de correligionários da plateia que não respondesse. Mesmo assim, decidiu devolver a provocação à petista sem citar seu nome: “Comecei como vereadora, deputada. Fui senadora por 16 anos, fui ministra do Meio Ambiente. Imagina se eu dissesse que alguém que nunca foi eleita nem para vereadora poderia se parecer Collor de Mello?” A resposta arrancou aplausos dos apoiadores, assim como quando ela respondeu sobre a contrariedade de convidar os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva para seu governo embora tente vencer petistas e tucanos na campanha. “Conversar com Fernando Henrique e Lula é melhor do que ter de conversar com Antônio Carlos Magalhães, ou José Sarney, Collor, Maluf e Renan Calheiros.”

Continuar lendo Marina diz em sabatina que Sarney será descartado, caso ela vença a eleição. Mas conversaria com FHC e Lula
Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar
Propaganda nociva de Lobão Filho é retirada do ar pela Justiça Eleitoral

Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar

As propagandas eleitorais produzidas pela coligação “Pra frente, Maranhão”, de Lobão Filho(PMDB), estão sendo analisados negativamente pela Justiça Eleitoral. Devido aos ataques feitos ao adversário Flávio Dino (PCdoB), a coligação de Lobão filho vem sofrendo derrotas no Tribunal Regional Eleitoral pelo conteúdo agressivo que apresenta nos programas de TV. No último final de semana, por exemplo, uma das propagandas de Lobão Filho que faz referências negativas ao partido ao qual Flávio Dino é filiado foi proibida de ir ao ar. Segundo a juíza Maria José França Ribeiro, “a propaganda dirigida ao partido ao qual é filiado o segundo representante atribui características que, em um primeiro exame, se afiguram antidemocráticas e autoritárias, mostrando-se possivelmente incompatíveis com o processo eleitoral e com o equilíbrio da disputa”. De acordo com a decisão da juíza, a coligação de Lobão Filho deve se abster de veicular a propaganda e informou também às emissoras de rádio e TV sobre a decisão. A multa diária em caso de descumprimento da decisão é de R$ 50 mil. Entre sexta-feira e domingo, 4 inserções de rádio e TV da coligação de Lobão Filho foram consideradas abusivas pela Justiça Eleitoral, que determinou que o PMDB e demais partidos se abstenham de veicular esse tipo de propaganda. As decisões tiveram caráter “liminar”, isto é, de urgência. No entanto, nos próximos dias a Justiça Eleitoral deverá julgar o provimento de Direitos de Resposta à coligação “Todos pelo Maranhão”, que vem sendo agredida pelas propagandas de Lobão Filho.

Continuar lendo Justiça Eleitoral condena Edinho Lobão a retirar propagandas ofensivas do ar
Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola  documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral
Márcio Jerry: preocupação com a virulência verbal na campanha eleitoral

Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral

O presidente estadual do PCdoB, jornalista Márcio Jerry, protocolou ontem (30) , junto à Ordem dos Advogados do Brasil- OAB - Seccional do Maranhão, documento em que pede que a entidade acompanhe, observe e ajude a combater a baixaria na política, diante de fatos graves já ocorridos na presente campanha eleitoral, no Maranhão. "Trago ao conhecimento da OAB Maranhão a preocupação com essa escalada ora em curso, que contamina negativamente o processo eleitoral", diz Jerry no documento, antes apelando: - "Chamo a atenção de todas as consciências democráticas para o que se passa em nosso Estado. Continuaremos com ALEGRIA dizendo não à BAIXARIA."

Continuar lendo Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral
Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem  sobre principal adversário, Lobão Filho
Quadros das aprovações Espontânea e Estimulada da pesquisa estadual do Data M - AGO 2014

Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem sobre principal adversário, Lobão Filho

Após o início do horário eleitoral nas emissoras de rádio e televisão, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), abriu 35 pontos de diferença sobre o segundo colocado. Flávio possui 57,8% das intenções de voto, contra 23,1% do candidato da família Sarney, Lobão Filho (PMDB). Dos demais candidatos, Zé Luis Lago (PPL) pontuou 1%; Josivaldo (PCB) teve 0,9%; Pedrosa (PSOL), 0,4%; e Saulo Arcangeli (PSTU), 0,3%. Cerca de 10% pretendem votar em branco e nulo. Somente 6,4% dos eleitores estão indecisos. A pesquisa Data-M foi divulgada pelo jornal Atos e Fatos e ouviu 1.500 pessoas, entre os dias 23 a 26 de agosto. A pesquisa foi registrada no TRE sob a inscrição 037/2014. A margem de erro do questionário é de 3 pontos para mais ou menos. Na pesquisa espontânea – quando o eleitor é perguntado em quem vai votar, mas não é apresentado a ele o nome dos candidatos –, Flávio Dino pontua 42%. No mesmo sistema, Edinho Lobão tem 15%. Quando perguntado sobre quem o eleitor acha que vai ganhar, 59% dos eleitores responde que será Flávio. Já quando perguntado sobre em quem não votaria de forma alguma, 44% dos eleitores dizem rejeitar Edinho Lobão. Já 13% não votariam em Flávio Dino e 8% em Pedrosa. Roberto Rocha lidera no Senado Na pesquisa de intenção de votos para o Senado, o candidato da coligação Todos Pelo Maranhão também lidera. Roberto Rocha tem 29% das intenções de votos contra 20% de Gastão Vieira. Haroldo Sabóia, do PSOL, tem 5,6%; Marcos Silva (PSTU) tem 4%. Branco e nulo somam 24%. Na campanha para o Senado, o campeão de rejeição também é o candidato da família Sarney, Gastão Vieira, com 17%. Ele é seguido por Saboia, com 11% e Rocha, com 9%.

Continuar lendo Pesquisa Data M: Flávio abre 34,7% de vantagem sobre principal adversário, Lobão Filho