Em nota, o também ex-presidente José Sarney lamenta prisão de Lula e demonstra solidariedade

O ex-presidente José Sarney (MDB) lamentou a prisão do também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O decreto de prisão foi expedido ontem, 5, pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba, depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar habeas corpus ao petista. Sarney avalia que a eleição deste ano, sem Lula, “será uma grande frustração”. “É profundamente lamentável essa a decisão. Penso que a eleição deste ano sem a presença de Lula será uma grande frustração a uma parcela expressiva da população brasileira. Com todo respeito que tenho às decisões do Supremo Tribunal Federal, penso que deveria ter prevalecido o texto da Constituição que prevê que ninguém deve ser considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória", afirmou. O emedebista ressaltou o “tratamento correto e cordial” que sempre recebeu de Lula.

Continuar lendo Em nota, o também ex-presidente José Sarney lamenta prisão de Lula e demonstra solidariedade