Coronavírus: as estratégias e desafios dos países que estão reabrindo suas escolas

Em Cingapura, alunos limpam as próprias carteiras escolares e fazem um caminho pré-determinado até suas salas de aula. Na França e na Coreia do Sul, algumas escolas reabertas tiveram Getty Images Image caption -de fechar, por conta de novos focos de covid-19. No Reino Unido, um dos países que reabriu as escolas recentemente, menos da metade dos alunos esperados apareceram na volta às aulas em algumas delas. A expectativa de retorno à escola traz sensações mistas de alívio e preocupação a muitos pais - prenunciando uma possível volta à rotina, mas também o medo de expor as crianças (e suas famílias) ao contágio pelo coronavírus. No Brasil, as secretarias estaduais de educação ainda não têm previsão de quando as aulas presenciais retornarão. Estados como Maranhão e Rio Grande do Sul adiaram seus anúncios de abertura de escolas. Mas o Conselho de Secretários Estaduais da Educação (Consed) afirmou que "está trabalhando com suas equipes nas estratégias sanitárias, financeiras e pedagógicas que serão colocadas em prática a partir do momento em que as datas forem definidas".

Continuar lendo Coronavírus: as estratégias e desafios dos países que estão reabrindo suas escolas

Prazo para renovar contratos do Fies é prorrogado para o dia 16 de junho

Prazo se encerraria nesta quarta-feira (31), mas foi estendido pela segunda vez pelo Ministério da Educação, que espera 1,28 milhão de aditamentos O Ministério da Educação prorrogou, pela segunda vez, o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao primeiro semestre de 2017, que se encerraria nesta quarta-feira (31) . Agora, os estudantes que ainda não fizeram o aditamento terão até o dia 16 de junho para concluir a renovação. O prazo inicial anunciado pelo MEC expirava no dia 30 de abril. De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC, a decisão de estender o período de renovação dos contratos do Fies visa garantir que nenhum candidato seja prejudicado. O governo espera que cerca de 1,28 milhão de contratos sejam aditados neste semestre. Até a manhã desta quarta-feira, já foram formalizadas mais de 1 milhão de renovações. O aditamento dever ser feito no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). “Todos terão a oportunidade de renovar seus financiamentos”, disse o presidente do FNDE , Silvio Pinheiro, em declaração ao portal do MEC na internet. Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies .

Continuar lendo Prazo para renovar contratos do Fies é prorrogado para o dia 16 de junho

Prefeito Edivaldo anuncia ampliação de pacote de obras em unidades escolares de São Luís

Prefeito Edivaldo anuncia ampliação de pacote de obras em unidades escolares O prefeito Edivaldo anunciou na manhã desta sábado (1º) a ampliação do pacote de requalificação estrutural das unidades de ensino da rede municipal. O conjunto de obras, que inicialmente previa a recuperação de 70 unidades de ensino, agora vai incluir mais 30, totalizando 100 escolas a receberem os serviços. O anúncio foi feito durante vistoria do prefeito às obras de recuperação da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Alberto Pinheiro (Centro). Dois prédios integram a unidade escolar: o primeiro,voltado para a área de Educação Infantil, foi entregue aos estudantes em fevereiro e está em pleno funcionamento. O segundo, que atende aos estudantes de Ensino Fundamental, está com os serviços em estágio avançado. "Recebemos uma rede escolar com problemas sérios e completamente sucateada e, desde o início da nossa primeira gestão, buscamos trabalhar para modificar essa realidade. Vamos trabalhar para entregar mais cem escolas completamente requalificadas aos estudantes e professores da nossa cidade, garantindo assim condições mais dignas de aprendizado e de trabalho na rede municipal de educação", disse o prefeito Edivaldo. Durante a visita à escola, ele estava acompanhado da primeira dama, Camila Holanda e do secretário de Educação, Moacir Feitosa.

Continuar lendo Prefeito Edivaldo anuncia ampliação de pacote de obras em unidades escolares de São Luís
Professores da rede municipal entram em acordo para retomada de calendário escolar
Professores de volta às salas de aula do Município de São Luís.

Professores da rede municipal entram em acordo para retomada de calendário escolar

Segundo informou a Secretaria de Comunicação Segundo informou a Secretaria de Comunicação Professores de volta às salas de aula do Município de São Luís. Social, os professores da rede municipal de São Luís entraram em acordo e devem retomar as aulas. A decisão foi tomada pela categoria em assembleia realizada pelo sindicato dos professores. Uma reunião deverá ser realizada esta semana entre o sindicato de professores e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) para definir o calendário de reposição dos dias letivos afetados pelo movimento. Os professores aceitaram a proposta de 10,67% de reajuste, que já havia sido aprovada pela Câmara de Vereadores. Desde 2013, a categoria acumula reajuste de 39,08% - 9,5% em 2013; 5,9% em 2014; e 13,01% em 2015. No mesmo período, foram implantados também direitos dos professores protocolados há vários meses, como progressões horizontais e verticais e adicionais por titulação e por trabalhar em escola de difícil acesso. Também foram aposentados mais de 400 professores.

Continuar lendo Professores da rede municipal entram em acordo para retomada de calendário escolar

Rede estadual de ensino público elege, pela primeira vez, os seus gestores escolares em todo o Maranhão

Pela primeira vez na história do Maranhão, a rede pública estadual de ensino conta com um modelo democrático de gestão educacional, consolidado com as eleições para escolha de gestores escolares ocorridas na última quinta-feira (10). Para que o novo modelo fosse implantado, o governador Flávio Dino autorizou ainda em janeiro o processo de preparação pedagógica que resultou nas eleições com a presença de milhares de maranhenses às urnas de 455 unidades escolares do estado. O modelo democrático foi estabelecido a partir do Decreto nº 30.619, assinado no dia 2 de janeiro pelo governador Flávio Dino. O documento estabeleceu a formação qualitativa de profissionais da educação e fomentou o conhecimento e engajamento da comunidade escolar. De janeiro a novembro, foram realizados encontros formativos, debates nas escolas, videoconferências, formação continuada e exame de certificação. A partir da intensa mobilização junto à comunidade escolar, as eleições para o cargo de gestor – diretor geral e diretor adjunto – obtiveram um número considerável de pessoas cadastradas para votação. Foram cerca de 450 mil inscritos, destes, estiveram aptos a votar 251 mil estudantes, 17 mil professores e profissionais efetivos, entre eles técnicos, secretários e vigilantes e 180 mil pais ou responsáveis por alunos.

Continuar lendo Rede estadual de ensino público elege, pela primeira vez, os seus gestores escolares em todo o Maranhão

Candidatos às eleições diretas para gestor escolar fazem prova escrita

Na quinta (5) e sexta-feira (06), os candidatos participaram de Formação Continuada, promovida pelo Governo do Estado. A prova deste sábado (7) foi baseada no conteúdo apresentado na formação, bem como os demais conteúdos de apoio trabalhados em fóruns de discussão, vídeo conferências e palestras ministradas durante o processo que iniciou no mês de abril deste ano. Candidata ao processo democrático de escolha dos gestores, a professora Luzilene Silva Frazão, do município de São José de Ribamar, ressaltou que “esse é um grande avanço para a educação. Os gestores estarão mais capacitados para atuar, assim como a comunidade escolar e pais terão a oportunidade de participar da escolha deste, o que é um marco para o estado”, relatou. De acordo Francisca Lima, coordenadora do processo seletivo, “este foi um momento importante para o processo seletivo porque os candidatos colocam seus pontos de vista sobre o processo de gestão democrática e corresponde à leitura dos conceitos apresentados na Formação Continuada”, completou.

Continuar lendo Candidatos às eleições diretas para gestor escolar fazem prova escrita

Governo anuncia que o Maranhão avança na política de valorização dos professores do Sistema Estadual de Ensino

Em apenas dez meses de gestão os professores do Maranhão tiveram ganhos significativos e viram a implantação de uma política efetiva de respeito aos seus direitos e de reconhecimento e valorização profissional. É o que informa o site do Governo do Maranhão. As primeiras ações em prol dos educadores do Sistema Estadual de Ensino foram implantadas ainda no primeiro mês da atual gestão, quando o governador Flávio Dino assinou decretos que garantiram: a aplicação do percentual de 13,01% de reajuste salarial do piso nacional a todas as referências funcionais do magistério, beneficiando quase trinta mil professores; a efetivação da progressão funcional de 12 mil professores; o reajuste de 15% no salário dos professores contratados; a prorrogação dos contratos de 4.990 professores temporários e seletivo para contratação de 2,5 mil novos docentes. Somados a esses ganhos, o governador Flávio Dino regulamentou a eleição direta para gestores de escolas e, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), implementou um processo seletivo democrático, envolvendo a comunidade escolar e a sociedade civil organizada, estudantes e pais numa ampla discussão, com etapa final prevista para dezembro. Também regulamentou a ampliação da jornada de trabalho dos professores, de 20 para 40 horas semanais, o que é outro passo importante na valorização do magistério. E mais, autorizou concurso público, para contratação de professores de 40 horas, cujo edital brevemente será publicado, a fim de reduzir o déficit de professores em sala de aula.

Continuar lendo Governo anuncia que o Maranhão avança na política de valorização dos professores do Sistema Estadual de Ensino
Guajajaras ‘mudam-se’ para São Luís e infernizam Executivo e Legislativo cobrando dívidas
A exemplo do que fizeram diante do Palácio dos Leões, índios guajajaras protestaram também se acorrentando à Assembleia Legislativa.

Guajajaras ‘mudam-se’ para São Luís e infernizam Executivo e Legislativo cobrando dívidas

Os índios Guajajaras ocupam, desde terça-feira, a Assembleia Legislativa do Maranhão. Acorrentados à "casa do povo", tentam pressionar o Governo do Estado a quitar uma dívida de R$ 50 milhões de reais que eles alegam ser referente ao pagamento de serviços de transporte escolar que teriam sido prestaados à aldeia, em Barra do Corda. A presença dos índios no parlamento fez com que os trabalhos de instalação da CPI da Saúde sofressem adiamento. A CPI pretende apurar supostos desvios e fraudes no sistema de saúde pública do Maranhão durante o governo Roseana Sarney, em que o ex-deputado estadual Ricardo Murad era o secretário de Saúde Como já haviam feito diante do Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado, os guajajaras se acorrentaram a blocos metálicos da galeria - onde cidadãos assistem as sessões legislativas - da Assembleia Legislativa, isso os que puderam entrar na Casa, já que dezenas de índios ficaram do lado de fora da área que abriga o Poder Legislativo. Os Guajajaras acusam o governo do Maranhão de fazer pouco caso com a Educação indígena. A maior reclamação dos índios é sobre a falta de políticas públicas na área de educação, o que, verdade se diga, não é problema gerado neste insipiente governo. Segundo eles, falta escolas, merenda e transporte escolar em regiões onde estão concentradas várias aldeias da tribo guajajara. E apontam o transporte escolar como o símbolo desse descaso secular. De outro lado, divulga-se que grande parte do débito foi gerado com contratos desprovidos dos trâmites legais e, pior, superfaturados em anos anteriores, mais precisamente em 2013/2014. O governo diz que já pagou quase 10 por cento do montante, e que precisa auditar o resto da dívida para ir pagando, compassadamente. Mas os querem nem saber quem está comandando o governo, o que desejam é solução. Ontem, o Governo do Maranhão divulgou nota, dando a sua versão para o caso. Mesmo assim, encaminhou interlocutores para conversar com os representanres do movimento, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB-MA

Continuar lendo Guajajaras ‘mudam-se’ para São Luís e infernizam Executivo e Legislativo cobrando dívidas
Governo firma parceria para implantação de escolas de ensino médio em tempo integral
Governo do Estado dá, nos Leões, a largada para implantação de ensino médio em tempo integral.

Governo firma parceria para implantação de escolas de ensino médio em tempo integral

O governador Flávio Dino assinou, no Palácio dos Leões, convênio para o processo de implantação de escolas de ensino médio em tempo integral no Maranhão, na manhã desta quinta-feira (23). Pelo convênio, o Instituto Natura, o Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE) e a empresa Alere fornecerão apoio técnico para o desenvolvimento de um conjunto de ações que visam a melhoria da oferta e da qualidade do ensino público no estado. Até o início do próximo ano, adequações físicas e pedagógicas serão realizadas em escolas do Maranhão para que elas estejam preparadas para receber os alunos de nível médio em tempo integral, nove horas e meia por dia, das 7h30 às 17h. A previsão é que já em fevereiro de 2016, as primeiras 10 escolas de ensino integral em nível médio estejam funcionando no estado, sendo cinco profissionalizantes e cinco de iniciação acadêmica. Jovens de todo o estado serão beneficiados pelo convênio. “Nós acreditamos muito na parceria entre a iniciativa privada e o poder público para melhorar as condições da prestação de serviço público no estado, beneficiando cada vez mais a população. É isso que estamos concretizando aqui hoje. Essas parcerias são imprescindíveis para que Maranhão dê o salto que está dando”, destacou o governador Flávio Dino.

Continuar lendo Governo firma parceria para implantação de escolas de ensino médio em tempo integral
Seletivo para professor do Estado inscreve mais de 19 mil para mil vagas!
Concorrência para o Seletivo do Estado é de 19 candidatos para 1 vaga...

Seletivo para professor do Estado inscreve mais de 19 mil para mil vagas!

ais de 19 mil professores fizeram a inscrição on-line para o seletivo simplificado, que vai contratar mil docentes temporários para a rede estadual de ensino. Na capital foram 5.782 matrículas e, em Imperatriz, a segunda maior regional do estado, 1.125 professores se inscreveram no seletivo. Uma comissão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vai verificar se algum candidato deixou de entregar documentos ou se há duplicidade de inscrições. “Pode existir uma situação em que um professor tenha feito a inscrição para um determinado município, mas, se arrependeu e fez novamente, para outro município. Nesse caso será considerada a última inscrição”, disse o professor Williandickson Azevedo, secretário Adjunto de Gestão Institucional. A análise de títulos, com digitação da pontuação de cada inscrito, está prevista para ser concluída no dia 12 (quinta-feira). No dia 13 (sexta-feira) será divulgada a lista de inscrições indeferidas. O prazo para recorrer, no caso de indeferimento, será de 48 horas, no endereço eletrônico. Também pelo site os candidatos podem acompanhar todo o cronograma do seletivo. O resultado final do seletivo será divulgado no dia 04 de março.

Continuar lendo Seletivo para professor do Estado inscreve mais de 19 mil para mil vagas!