A íntegra do mandado de prisão do ex-presidente Lula, decretada pelo juiz federal Sérgio Moro

Lula tem até as 17h de sexta-feira (6) para se apresentar voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba. Ex-presidente foi condenado em duas instâncias por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O juiz federal Sérgio Moro determinou nesta quinta-feira (5) a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em duas instâncias da Justiça no caso do triplex em Guarujá (SP), após o Supremo Tribunal Federal, negar habeas corpus em sessão de 11 horas, que terminou com o apertado placar de 6 a 1. Coube à ministra -presidente Carmem Lúcia o voto de minerva. A pena foi definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). É de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Veja a íntegra do Mandado de Prisão que pode levar Lula à cadeia...

Continuar lendo A íntegra do mandado de prisão do ex-presidente Lula, decretada pelo juiz federal Sérgio Moro

Na Turquia, líderes mundiais concordam, sob comoção, em lutar contra terrorismo

Em comunicado, líderes mundiais reúnidos na cúpula do G20, na Turquia, afirmaram que vão tomar medidas contra a "circulação crescente de terroristas estrangeiros" no mundo. Essas medidas passarão pela "gestão das fronteiras" e o "reforço da segurança aérea". Entre elas, os chefes de Estado e de Governo do G20 preveem "uma partilha de informações operacionais, a gestão de fronteiras para detetar movimentações, medidas preventivas, e uma resposta judiciária apropriada". "Vamos trabalhar juntos para reforçar a segurança aérea internacional", segundo o mesmo documento assinado pelos países mais industrializados do mundo, como a Alemanha, os Estados Unidos, a Itália, a França ou o Canadá.

Continuar lendo Na Turquia, líderes mundiais concordam, sob comoção, em lutar contra terrorismo
Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola  documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral
Márcio Jerry: preocupação com a virulência verbal na campanha eleitoral

Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral

O presidente estadual do PCdoB, jornalista Márcio Jerry, protocolou ontem (30) , junto à Ordem dos Advogados do Brasil- OAB - Seccional do Maranhão, documento em que pede que a entidade acompanhe, observe e ajude a combater a baixaria na política, diante de fatos graves já ocorridos na presente campanha eleitoral, no Maranhão. "Trago ao conhecimento da OAB Maranhão a preocupação com essa escalada ora em curso, que contamina negativamente o processo eleitoral", diz Jerry no documento, antes apelando: - "Chamo a atenção de todas as consciências democráticas para o que se passa em nosso Estado. Continuaremos com ALEGRIA dizendo não à BAIXARIA."

Continuar lendo Presidente do PCdoB vai à OAB-MA e protocola documento que pede fim à baixaria na campanha eleitoral

A César o que é de César: o Ministério Público do Maranhão não se omitiu quanto ao combate à violência

Há quem tenha cobrado do Ministério Público do Maranhão uma posição acerca da crise do sistema carcerário maranhense. Alguns chegaram a falar em “omissão” por parte do MP diante da onda de violência que se abateu sobre o Maranhão, especialmente em São Luís, onde os índices de criminalidade, dentro e fora dos presídios, há muito, é assustador. Temos criticado várias vezes a omissão do Ministério Público maranhense por problemas pontuais, como a intervenção em casos de flagrante corrupção de alguns de nossos emplumados homens públicos. Mas, desta vez, façamos justiça ao MP: Por mais de uma vez, coube ao Ministério Público Estadual a iniciativa de chamar a sociedade civil para, juntamente com todos os entes responsáveis pela Segurança Pública do Maranhão, discutir o assunto e encontrar soluções. Tem pregado, no deserto, é verdade. Assim, foi legítima a intervenção da Procuradoria Geral da Justiça, através da procuradora-geral, em exercício, Terezinha de Jesus Anchieta Guerreiro, ao entregar ao secretário de Estado da Casa Civil do Maranhão, João Abreu, ofício solicitando a adoção de medidas pela governadora Roseana Sarney para combater a onda de violência e garantir a segurança da população. O primeiro pedido do Ministério Público é que seja requisitado o apoio imediato da Força Nacional para atender as necessidades emergenciais de combate à violência. No documento, o MPMA destaca que a medida é necessária tendo em vista as ações recorrentes praticadas por líderes de facções e organizações criminosas, instaurando o medo na população.

Continuar lendo A César o que é de César: o Ministério Público do Maranhão não se omitiu quanto ao combate à violência