Ex-presidente Lula desmente falsa prisão de sobrinho em Mato Grosso com R$ 3,2 mi – fake é viral na Net
O dinheiro apreendido pela polícia - 3,2 milhões de reais

Ex-presidente Lula desmente falsa prisão de sobrinho em Mato Grosso com R$ 3,2 mi – fake é viral na Net

O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), desmentiu no Facebook a informação disseminada por meio de aplicativos celulares e mídias sociais de que o traficante José Silvan de Melo, de 41 anos, seja seu sobrinho. A mensagem atribui ainda ao fictício sobrinho a posse da expressiva quantia de R$ 6 milhões. O criminoso em questão José Silvan de Melo - antigo conhecido do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), de Recife (PE) - foi preso pela Polícia Civil na data de 5 de abril, na cidade de Canarana (a 600 km de Cuiabá) com a quantia de R$ 3,2 mi. O dinheiro estava na carroceria de uma caminhonete. Ao ser preso, o criminoso ainda chegou a oferecer a quantia de R$500 mil para que fosse liberado. “Depois que o filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fábio Luis Lula da Silva, interpelou judicialmente pessoas que divulgaram mentiras sobre ele, um novo personagem foi criado. Inventaram um sobrinho fictício do ex-presidente teria sido preso na cidade de Canarana com R$6 milhões em um carro. Essa informação é completamente falsa. O ex-presidente não tem nenhum sobrinho com o nome citado no texto. É mais um caso de uma história sem fonte, com informações inverídicas e que tenta atingir a honra do ex-presidente”. No Face, a assessoria de Lula ainda solicita “fique atento às informações que circulam na internet e ajude a divulgar a verdade”. Em depoimento à Polícia Civil, o suspeito alegou ser "cidadão de bem", proprietário de fazendas na região e que era comprador de gado. O dinheiro apreendido com o criminoso já foi revertido pela Justiça para investimentos na área de segurança pública de Mato Grosso.

Continuar lendo Ex-presidente Lula desmente falsa prisão de sobrinho em Mato Grosso com R$ 3,2 mi – fake é viral na Net
Assessoria de Flávio Dino desmente críticas de Lobão Filho quando o assunto é Embratur, e mostra que ele ajudou o Maranhão
Flávio Dino: ajudando o Maranhão, via Embratur

Assessoria de Flávio Dino desmente críticas de Lobão Filho quando o assunto é Embratur, e mostra que ele ajudou o Maranhão

Da assessoria de Flávio Dino Uma rápida busca no Portal da Transparência do Governo Federal desfaz toda a crítica do candidato Edinho Lobão sobre a atuação de Flávio Dino à frente da Embratur. Dados oficiais disponíveis no site do Governo Federal revelam que, quando Flávio Dino foi presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) o investimento no Maranhão foi 4,6 vezes maior do que acontecia anteriormente. A dificuldade em apresentar críticas a Flávio Dino fez com que a campanha de Edinho Lobão mentisse ao eleitor maranhense e dissesse que o ex-presidente da Embratur não teria dado atenção ao estado. No entanto, o Portal da Transparência do Governo Federal mostra diversos investimentos no estado. Nos anos em que dirigiu o Instituto, Flávio Dino deu atenção especial a seu estado de origem. Mesmo fazendo oposição ao Governo do Estado, Dino destinou convênios em 2012, 2013 e 2014 para promover o turismo internacional no estado. Até o momento, o Governo Roseana Sarney não apresentou prestação de contas dos convênios e está em falta com a União.

Continuar lendo Assessoria de Flávio Dino desmente críticas de Lobão Filho quando o assunto é Embratur, e mostra que ele ajudou o Maranhão
Vídeo com matéria do Jornal Nacional mostrando como o Tribunal de Justiça do Maranhão desmente Roseana
Roseana Sarney: versões desencontradas para a operação em que assessores dela teriam recebido propina da Constran...

Vídeo com matéria do Jornal Nacional mostrando como o Tribunal de Justiça do Maranhão desmente Roseana

Deu no Jornal nacional de ontem a matéria que já havíamos postado com as informações do blog do Raimundo Garrone: o Tribunal de Justiça do Maranhão desmentiu a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, no caso da Operação Lava-jato, quando a contadora Meire Poza do doleiro Alberto Youssef revelou que assessores próximos da chefe do Executivo teriam recebido 6 milhões de reais para liberar um precatório de 120 milhões de reais, da empresa Constran, já ajuizado no Tribunal de Justiça. Segundo a reportagem da TV Globo, a g overnadora foi procurada para se manisfestar, mas não a teria encontrado. Uma nota da Procuradoria Geral do Estado foi divulgada, tentando amenizar a crise gerada entre Governo do Estado e Tribunal de Justiça do Maranhão, após o desmentido do Poder judiciário A ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Poza, revelou haver participado de reunião com autoridades do governo do Maranhão, como João Guilherme Abreu, ex-secretário da Casa Civil e sócio de Jorge Murad, marido da governadora, no Shopping Jaracaty, em São Luís, quando ficou acertado o pagamento de propina no valor de R$ 6 milhões para a liberação do precatório. O juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, encaminhou ao Superior Tribunal de Justiça o depoimento da contadora Meire Poza para decidir se abre uma ação penal contra a governadora Roseana Sarney Veja, abaixo, o vídeo com a reportagem do Jornal Nacional da Globo------->

Continuar lendo Vídeo com matéria do Jornal Nacional mostrando como o Tribunal de Justiça do Maranhão desmente Roseana