Assembleia Legislativa põe na cesta projeto de Edilázio Júnior que tentava legalizar o Uber em todo o Maranhão
Edilásio Jr. e Uber: bem que ele tentou, mas não deu...

Assembleia Legislativa põe na cesta projeto de Edilázio Júnior que tentava legalizar o Uber em todo o Maranhão

Apesar da insistência do deputado Edilázio Júnior (PV), o projeto de lei que regulamentaria o aplicativo Uber para o transporte intermunicipal de passageiros de sua autoria foi rejeitado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa. O deputado Marco Aurélio, relator do projeto, alegou vício de constitucionalidade formal. O deputado Edilázio recorreu ao Plenário da Casa e o projeto foi apreciado pelos deputados estaduais preentes.O parlamentar queria votação nominal, mas não conseguiu e o projeto foi definitivamente rejeitado. Além do relator, os deputados , Bira do Pindaré, Cabo Campos, Antônio Pereira, Vinícius Louro, Glalbert Cutrim, Ana do Gás e Sérgio Frota votaram contra. Apenas os deputados Edilázio Júnior e Max Barros votaram contra o relatório e a favor da constitucionalidade do projeto que regulamentaria o Uber no Maranhão. Edilázio Júnior lamentou a rejeição e disse que a análise dos deputados não foi técnica e sim política. “O voto na comissão deveria ser técnico e não político. Não sou contra os taxistas, sou a favor que a população tenha o direito de escolher e tenha mais opções de transporte”, afirmou Edilázio.

Continuar lendo Assembleia Legislativa põe na cesta projeto de Edilázio Júnior que tentava legalizar o Uber em todo o Maranhão