Jovem maranhense e o noivo são mortos em Goiânia. Ela “dedurou” o assassino pelo celular

Segundo parentes da vítima, o autor é casado com uma prima de Camila Silveira, 28; ela e o noivo, Mário de Moura, 26, foram mortos em casa. Polícia confirmou prisão, mas não revelou detalhes. Um homem foi preso suspeito de matar a tiros Camila Edna Silveira, maranhense de Estreito, de 28 anos, e o noivo dela, Mário Silva de Moura, de 26 anos, em Goiânia. Parentes do casal relataram à TV Anhanguera que o autor do homicídio é casado com uma prima da Camila, e teria cometido o crime depois que a vítima revelou à prima que o marido dela a traía. A Polícia Civil confirmou a prisão ao G1, mas não revelou detalhes. De acordo com a vendedora Mayara Keila da Silveira, prima de Camila, a jovem havia mostrado para outra prima uma foto do marido dela em um bar com um grupo de mulheres. Segundo Mayara, a prima questionou o companheiro sobre a foto, mas ele ficou nervoso, e, ao saber que Camila era quem tinha enviado a foto, ficou nervoso e foi até a casa do casal para matá-lo. O crime aconteceu após as 23h de domingo (17), na casa onde o casal morava, no Residencial Primavera, em Goiânia. Uma vizinha das vítimas contou que ouviu Camila pedir pela própria vida e do noivo. Os dois estavam juntos há 10 anos e, segundo parentes, planejavam se casar. Segundo a Polícia Civil, o suspeito chegou à residência e disparou contra as vítimas. Câmeras de segurança registraram a ação do bandido (assista abaixo). Segundo Mayara, a família achou estranho a prima e o marido não irem ao velório de Camila e Mário. Ela contou que, depois da prisão do suspeito, a esposa dele confessou à família que o companheiro era o autor do homicídio.

Continuar lendo Jovem maranhense e o noivo são mortos em Goiânia. Ela “dedurou” o assassino pelo celular