Atirador abre fogo, mata crianças e deixa pessoas feridas na Califórnia

Os tiros foram disparados nos arredores da Escola Primária Rancho Tehama enquanto os pais deixavam as crianças no colégio Um atirador matou quatro pessoas nos arredores de uma escola primária em Corning, no norte da Califórnia, na manhã desta terça-feira. O agressor foi morto pela polícia. Os tiros foram disparados nas ruas no entorno da Escola Primária Rancho Tehama enquanto os pais deixavam as crianças no colégio, por volta das 8h da manhã do horário local (14h em Brasília). As informações ainda não foram confirmadas, mas segundo a emissora Fox News, outras quatro pessoas ficaram feridas, entre elas três crianças. A polícia informou que o homem portava um rifle semiautomático e dois revólveres e que os disparos foram aleatórios.

Continuar lendo Atirador abre fogo, mata crianças e deixa pessoas feridas na Califórnia

Roberto Rocha comemora aprovação de proposta que estende direitos a crianças adotadas

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou nesta quarta-feira (19), na forma complementar, o Projeto de Lei 796/2015, de autoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), que estende a estabilidade provisória de até cinco meses no emprego as trabalhadoras adotantes ou que venham a obter a guarda judicial para fins de adoção. Para o senador maranhense, a proposta avança no reconhecimento da igualdade de tratamento entre filhos biológicos e adotivos. “A dedicação e a atenção à criança são imprescindíveis. Nada mais justo, então, do que garantir que a relação entre a mãe adotiva e a criança não seja perturbada pelo risco do desemprego”, afirmou Roberto Rocha. Atualmente, cerca de 40 mil crianças e adolescentes vivem em abrigos espalhados pelo Brasil aguardando adoção. As legislações trabalhista e previdenciária já concedem, justamente, licença-maternidade e salário-maternidade as trabalhadoras que adotarem ou obtiverem guarda judicial para fins de adoção, no entanto ainda não protegia a mulher do risco de perder o emprego em casos de adoção. “O nosso projeto é uma evolução na proteção à criança. Ele também assegura na construção de um novo relacionamento, através de uma convivência emocional e estável, em que uma criança abandonada não pode ser menosprezada. Precisamos fazer a nossa parte”, disse o senador. A relatora do projeto, senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), afirmou em seu parecer que filhos adotivos costumam requerer maiores cuidados em razão do histórico por que passaram até alcançarem a adoção.

Continuar lendo Roberto Rocha comemora aprovação de proposta que estende direitos a crianças adotadas

Guerra na Síria: entenda a escalada do conflito, até que os Estados Unidos resolveram disparar mísseis…

A guerra na Síria, que começou como um levante pacífico contra o presidente Bashar al-Assad, se converteu em um conflito brutal e sangrento que não apenas afeta a população local, mas arrasta potências regionais e internacionais. A ONU estima que a guerra tenha deixado cerca de 400 mil mortos e provocado um êxodo de mais de 4,5 milhões de pessoas do país - o maior da história recente. Na madrugada desta sexta-feira (horário sírio), a guerra ganhou novos contornos. Os Estados Unidos lançaram 59 mísseis contra uma base militar na Síria, em retaliação ao suposto ataque químico, atribuído ao governo de Bashar al-Assad, que matou ao menos 80 pessoas, entre elas 27 crianças na última terça-feira. O bombardeio foi ordenado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que até então citava Assad como um aliado na guerra contra o terror. Os mísseis Tomahawk foram disparados de dois navios de guerra americanos estacionados no mar Mediterrâneo. Em pronunciamento, o presidente Trump classificou o ocorrido como uma "afronta à humanidade", acrescentando: "Quando você mata crianças inocentes, bebês inocentes, bebês pequenos (...) isso passa dos limites". Questionado pelo jornal The New York Times sobre o papel da Rússia, aliada de Assad, no caso, Trump afirmou que é "muito decepcionante". "Nós temos a informação de que isso (o ataque) foi feito apenas pela Síria. Mas qualquer um alinhado com a Síria... é decepcionante." O governo sírio nega ter usado armas químicas no conflito. A Rússia, por sua vez, diz que um ataque aéreo teria atingido um depósito no qual rebeldes armazenavam tais substâncias. Confira a seguir o que se sabe sobre a tragédia e entenda como a grave situação no país chegou até esse ponto:

Continuar lendo Guerra na Síria: entenda a escalada do conflito, até que os Estados Unidos resolveram disparar mísseis…
No entender do Ministério Público, o Rio Anil Shopping discrimina crianças e adolescentes
MP considerou a ação do shopping "descabida, desproporcional, ilegal, discriminatória, desumana e ilegítima"...

No entender do Ministério Público, o Rio Anil Shopping discrimina crianças e adolescentes

O Ministério Público do Maranhão e a Defensoria Pública Estadual requereram notificação judicial nesta quinta-feira, 13, ao Rio Anil Shopping, em São Luís, com o objetivo de evitar tratamento discriminatório de crianças e adolescentes desacompanhados de pais ou responsáveis no estabelecimento comercial. O documento enfatiza, ainda, o dever de prover a segurança aos consumidores e funcionários. Em abril deste ano, após demanda judicial do shopping, a 1ª Vara da Infância e da Juventude de São Luís proibiu o acesso e permanência de crianças e adolescentes desacompanhados nos dias 5, 6, 12 e 13, sob a justificativa de que a decisão seria uma "medida protetiva". Com o objetivo de impor nova restrição ao acesso do público infanto-juvenil, a direção do Rio Anil Shopping acionou o Poder Judiciário, em outubro, pedindo medida judicial para autorizar o centro de compras a impedir a entrada, pelo prazo de um ano, mediante auxílio policial, sempre que o estabelecimento julgasse necessário. Na avaliação do promotor de justiça da Infância e Juventude, Márcio Thadeu Silva Marques, e do defensor público titular do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente, Gabriel Furtado, a tentativa de restringir o acesso é "descabida, desproporcional, ilegal, discriminatória, desumana e ilegítima".

Continuar lendo No entender do Ministério Público, o Rio Anil Shopping discrimina crianças e adolescentes
Rochinha se compromete a restaurar abrigo para crianças em risco
Rochinha assina TAC com o MP, em Balsas.

Rochinha se compromete a restaurar abrigo para crianças em risco

O Ministério Público do Maranhão, por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Balsas, firmou, na última terça-feira, 17, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura do município. O objetivo é garantir a adequação, reforma e ampliação da Casa Abrigo Recanto Amigo, entidade que abriga crianças e adolescentes em situação de risco. O acordo foi assinado pelo promotor de justiça Antônio Lisboa de Castro Viana Junior e pelo prefeito de Balsas, Luis Rocha Filho.

Continuar lendo Rochinha se compromete a restaurar abrigo para crianças em risco
Bom exemplo! MPF doa leite a crianças carentes
MPF: ato de arrecadar - depois doar...

Bom exemplo! MPF doa leite a crianças carentes

Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) doou 83 latas de leite para o Instituto Educacional Parceiros de Deus (IEPD), localizado na Vila Embratel, na tarde de ontem, 16. O material foi arrecadado durante as inscrições do I Processo Seletivo de Estágio/2013 do MPF/MA, no mês passado. Dos 335 inscritos no seletivo, 83 fizeram doações voluntárias.

Continuar lendo Bom exemplo! MPF doa leite a crianças carentes