Brasileiro de Goiás é condenado a 8 anos de prisão na Espanha acusado de terrorismo

Goiano Kayke Luan Ribeiro Guimarães foi preso tentando atravessar fronteira da Bulgária com a Turquia em 2014. Outros nove foram condenados em Madri. Dez membros de uma célula jihadista ligada ao Estado Islâmico foram condenados pela Justiça da Espanha a até 12 anos de prisão nesta terça-feira (10). Dentre os condenados está o goiano Kayke Luan Ribeiro Guimarães. Três dos réus receberam penas de 12 anos de prisão pelo crime de formar uma organização terrorista na condição de dirigentes, enquanto os outros sete, entre eles o brasileiro, têm pena de 8 anos, por serem considerados apenas participantes. O goiano foi preso em 2014 ao tentar atravessar a fronteira da Bulgária com a Turquia por suspeita de união com o grupo extremista. À correspondente da GloboNews em Madri, Luisa Belchior, a mãe do brasileiro disse que vai recorrer e que acredita na versão do filho, de que ele estava de férias na Turquia. A mãe do brasileiro afirmou ainda que Kayke é um cidadão de bem.

Continuar lendo Brasileiro de Goiás é condenado a 8 anos de prisão na Espanha acusado de terrorismo