Prefeitos buscam soluções para os problemas de saneamento da grande São Luís

Prefeitos, secretários e técnicos dos municípios de São Luís, Icatu, Santa Rita, Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar, Cachoeira Grande e Balsas debateram ontem os problemas e as soluções de saneamento básico para as cidades que formam a região metropolitana de São Luís. Essa discussão, que teve a participação de técnicos especialistas na área, ocorreu no I Seminário Interfederativo sobre Saneamento Básico e Metropolização. O evento foi promovido pelo Consórcio Intermunicipal Metropolitano de Políticas Articuladas (Cimpra) e apoiado pela Confederação Nacional de Consórcios Intermunicipais (Conaci/BR) para expor aos prefeitos e seus auxiliares a importância do trabalho desenvolvido por grupos de municípios como forma de buscar mais recursos voluntários para áreas como saúde e educação, por exemplo. Com essa ideia, o seminário foi promovido direcionando o debate para o problema de saneamento básico. Segundo o presidente da Conaci, Roberto Rocha – que também preside o Cimpra – São Luís e demais municípios da ilha ainda hoje discutem o problema de falta d’água, enquanto em outras cidades o debate passa pelo modelo mais adequado de saneamento básico, que envolve a questão do abastecimento de água potável, a coleta e tratamento de esgoto e, ainda, a limpeza urbana. “Não podemos mais nos prender somente à discussão de falta d’água nos bairros. Isso é muito atrasado. Precisamos discutir alternativas viáveis de gestão consorciada”, afirmou Roberto Rocha.

Continuar lendo Prefeitos buscam soluções para os problemas de saneamento da grande São Luís