Torquato Jardim, da CGU, troca de lugar com Osmar Serraglio, que sai do Ministério da Justiça
Torquato Jardim e Osmar Serraglio

Torquato Jardim, da CGU, troca de lugar com Osmar Serraglio, que sai do Ministério da Justiça

O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou neste domingo (28/6) uma mudança na cúpula do governo federal: o professor e advogado Torquato Jardim assume o Ministério da Justiça. Atual responsável pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União, ele assume a vaga de Osmar Serraglio. O Planalto fez uma troca de cadeiras: Serraglio agora assume a CGU. A informação, divulgada pelo portal Uol, foi confirmada pela assessoria de imprensa do governo. A princípio, Temer não havia anunciado o destino do ministro: em nota, declarou que “agradece o empenho e o trabalho realizado pelo deputado Osmar Serraglio à frente do ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil”. Se Serraglio, eleito deputado federal, voltasse à Câmara dos Deputados, tiraria o mandato – e, consequentemente, o foro por prerrogativa de função – de Rocha Loures (PMDB-PP), citado em delação do empresário Joesley Batista e filmado recebendo mala com dinheiro, em desdobramento da operação “lava jato”. A mudança ocorreria porque Loures é suplente de Osmar Serraglio. Torquato Jardim completaria um ano na CGU na próxima sexta-feira (2/6). Em fevereiro deste ano, ele criticou alguns procedimentos da operação "lava jato" durante palestra a advogados. O ministro listou problemas como as longas prisões provisórias, com duração de até 30 meses, e afirmou que vazamentos seletivos geram “nulidade absoluta” de processos. Jardim chegou a criticar o fato de pelo menos dois executivos da empreiteira OAS terem sido condenados sem provas. Sem citar o juiz federal Sergio Moro, ele afirmou que a sentença os considerou responsáveis por fraudes contra a Petrobras, enquanto o Tribunal Regional Federal da 4ª Região os absolveu por falta de “indícios mínimos”. “Não foi nem interpretação de norma. É falta de prova, essência da ordem constitucional”, disse na ocasião.

Continuar lendo Torquato Jardim, da CGU, troca de lugar com Osmar Serraglio, que sai do Ministério da Justiça

Já pensou em digitar só com o pensamento? É uma aposta do Facebook…

Grandes empresas de tecnologia costumam ter um laboratório para explorar ideias fora da caixa. É o caso do Facebook e sua divisão de pesquisa e desenvolvimento chamada Building 8, que apresentou novas interfaces cérebro-máquina durante a conferência F8. Isso inclui um projeto de digitação cerebral, e também uma forma de “ouvir” através da pele. “E se você pudesse digitar diretamente a partir do seu cérebro?”, perguntou Regina Dugan, chefe do Building 8. Então, ela exibiu um vídeo demonstrando o projeto Type With Your Brain: uma paciente consegue digitar oito palavras por minuto graças a um sensor implantado por cirurgia. “Isso é cinco vezes mais rápido do que você pode digitar em seu smartphone”, diz Dugan. Ela explica que o Facebook agora quer fazer isso sem implantes. A equipe começou a trabalhar no projeto de digitação cerebral há apenas seis meses, mas já está colaborando com diversas universidades nos EUA e com pesquisadores especializados em aprendizado de máquina para decodificar fala e linguagem. Há também o projeto Hear With Your Skin. Trata-se de um método silencioso de comunicação usando o tato. Uma braçadeira com atuadores de movimento foi capaz de transmitir um vocabulário tátil de nove palavras diferentes a uma mulher. Ela aprendeu a “sentir a forma acústica” de uma palavra em seu braço, e foi capaz de interpretar com precisão um conjunto de comandos silenciosamente enviados para ela. Esta tecnologia está em desenvolvimento para ajudar pessoas com deficiência. Dugan espera demonstrar, em poucos anos, um sistema de fala silenciosa em tempo real capaz de transmitir cem palavras por minuto.

Continuar lendo Já pensou em digitar só com o pensamento? É uma aposta do Facebook…
Surreal! Facção criminosa emite nota e diz não concordar com estupros e crack
PCM - comando suspeito de cometer atrocidades nos presidios "defende-se" em nota

Surreal! Facção criminosa emite nota e diz não concordar com estupros e crack

Do blog do Gilberto Leda É um tanto surreal, mas a facção criminosa conhecida como Primeiro Comando do Maranhão (PCM) encaminhou uma nota à redação de O Estado do Maranhão, na qual tenta se eximir das denúncias de líderes encarcerados nos presídios maranhenses estariam ordenando o estupro de mulheres dentro das prisões e pela cidade No comunicado, apócrifo, é claro, o PCM diz não compactuar com estupros – conduta normal entre criminosos -, tampouco com o consumo de crack ou cocaína, e atribui os fatos recentemente narrados pela imprensa local e nacional a seu grupo rival, o Bonde dos 40.

Continuar lendo Surreal! Facção criminosa emite nota e diz não concordar com estupros e crack