Temer diz que ‘Brasil não parou’ apesar de ‘suposta crise política’
WIJR6799.JPG BRASILIA DF 26/10/2017 POLITICA Presidente Michel Temer durante cerimonia de Assinatura de Contrato de Financiamento com o Município do Rio de Janeiro no Palacio do Planalto em Brasilia - Na foto o presidente da Camara Rodrigo Maia (DEM RJ) e Temer FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADAO

Temer diz que ‘Brasil não parou’ apesar de ‘suposta crise política’

Presidente participou de cerimônia de repasse de R$ 652 milhões da Caixa Econômica Federal para obras no Rio, berço político de Maia  Um dia depois de salvar seu mandato ao ter a segunda denúncia barrada na Câmara dos Deputados, o presidente Michel Temer (PMDB) disse nesta quinta-feira, 26, que o País não parou diante do que chamou de "suposta crise política". O peemedebista disse, ainda, que o período de instabilidade teve fim. Temer, que chegou a ser internado nesta quarta-feira, 25, por complicações urológicas e teve repouso recomendado por médicos, participou de uma cerimônia fechada no Palácio do Planalto na qual a Caixa Econômica Federal destinou R$ 652 milhões para obras no Rio, berço político do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de quem o peemedebista tenta se reaproximar. "Assumimos o País com recessão e caminhamos de tal forma que neste momento, vejam que nestes últimos 5, 6 meses, sem embargo de uma suposta crise política, que penso tenha final no dia de ontem, o Brasil não parou", disse Temer. Reforçando um dos slogans do governo federal, Temer afirmou que trabalha para colocar o Brasil nos trilhos. "A inflação caiu a níveis suportáveis, os juros caíram e a tendência é chegar ao fim do ano com 7%. Foi neste cenário que o desemprego começou a cair." O evento foi restrito a autoridades, sem a presença de jornalistas, e transmitido nas redes sociais do presidente. A Caixa firmou contrato para financiamento de obras de infraestrutura e saneamento no Rio de Janeiro. Maia disse que o evento era uma "agenda positiva" e que tem trabalhado com o governo federal "sem partidarismo" para ajudar o Rio.

Continuar lendo Temer diz que ‘Brasil não parou’ apesar de ‘suposta crise política’

Herdeiros de beneficiários podem sacar PIS/Pasep em qualquer data

Com a documentação que comprove o óbito e o vínculo com o falecido, não é necessário seguir o calendário de saque Herdeiros de beneficiários idosos do PIS/Pasep já podem fazer saques dos valores em qualquer data, de acordo com a Caixa Econômica Federal. A operação pode ser feita fora do calendário para idosos em qualquer agência, desde que sejam apresentados os documentos que comprovem o óbito e o vínculo familiar. No caso de beneficiário falecido, o saque deve ser realizado na agência, independentemente do valor. Saque por procuração A medida provisória que determina a disponibilidade dos valores para saque também contempla casos nos quais o beneficiário não faleceu, mas esteja impossibilitado de comparecer às agências. Estão inseridos nessa regra: invalidez do titular ou dependente; transferência do militar para reserva remunerada ou reforma; idoso e/ou portador de deficiência alcançado pelo Benefício da Prestação Continuada; câncer ou Aids do titular ou dependente; doenças listadas na Portaria Interministerial MPAS/MS 2.998/2001 do titular ou dependente. Deverão ser apresentados: - Documento de identificação pessoal válido do sacador - Comprovante de inscrição PIS/Pasep (este item é opcional, e, de acordo com a Caixa, é uma alternativa para caso os dados apresentados não permitam a identificação da conta) - Documento que comprove a relação de vínculo com o titular, dentre os seguintes: • certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS • atestado fornecido pela entidade empregadora (no caso de servidor público) • alvará judicial designando o sucessor/representante legal • formal de partilha/escritura pública de inventário e partilha

Continuar lendo Herdeiros de beneficiários podem sacar PIS/Pasep em qualquer data

Caixa antecipa saque do FGTS para nascidos em setembro, outubro e novembro

Para operacionalizar os saques, 2.015 agências da Caixa abrirão das 9h às 15h neste sábado; Já nos dias 12, 13 e 14 de junho, as agências abrirão duas horas mais cedo A Caixa Econômica Federal antecipou novamente o calendário de saques de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Para os beneficiários nascidos em setembro, outubro e novembro, a data para início dos saques, prevista em 16 de junho, foi remarcada para o próximo sábado, dia 10 de junho. A medida foi anunciada pelo presidente da Caixa, Gilberto Occhi, em coletiva na sede do banco em Brasília. Com a nova fase de pagamentos, a expectativa é já superar os R$ 30 bilhões liberados das contas inativas, informou o presidente. Segundo Occhi, a projeção inicial de pagamentos entre R$ 30 bilhões e R$ 35 bilhões será facilmente superada ao final do programa. "A perspectiva de pagamentos se aproxima dos R$ 40 bilhões", disse. Para operacionalizar os saques, 2.015 agências da Caixa abrirão das 9h às 15h neste sábado, e outras 69 agências terão a sala de autoatendimento disponível aos beneficiários. Já nos dias 12, 13 e 14 de junho, as agências abrirão duas horas mais cedo do que o habitual para atender os beneficiários. A antecipação, segundo Occhi, se deve à proximidade da data prevista inicialmente ao feriado de Corpus Christi. Entre 10 de março e 02 de junho, a Caixa registrou o pagamento de R$ 27,6 bilhões relativos às contas inativas do FGTS, 95,2% do total inicialmente previsto no período (R$ 29,1 bilhões). Foram beneficiados 16,3 milhões de trabalhadores, 81% do total, segundo a Caixa. O saque das contas inativas do FGTS para beneficiários nascidos em dezembro está prevista para 14 de julho. Até lá, trabalhadores nascidos nos outros meses também poderão solicitar o pagamento. Impacto revisado. O presidente da Caixa ainda afirmou que o governo, por meio do Ministério do Planejamento, pode rever a estimativa de impacto do saque das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na atividade econômica. Segundo o presidente, a expectativa é de que os pagamentos se aproximem dos R$ 40 bilhões, mais do que a previsão inicial, entre R$ 30 bilhões e R$ 35 bilhões. Com as projeções anteriores, a estimativa era um impacto equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Continuar lendo Caixa antecipa saque do FGTS para nascidos em setembro, outubro e novembro
Confira o calendário de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep em 2015/2016
Abono é pago a quem tinha carteira assinada e recebeu em média até 2 salários mínimos

Confira o calendário de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep em 2015/2016

Depósitos, de 1 salário mínimo, começam a ser feitos em 22 de julho e seguem até março de 2016; saiba se você tem direito O dia 22 de julho será a data em que será pago o primeiro lote de pagamento do abono salarial do PIS/PASEP do exercício 2015/2016. É o que informou o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhaodr (Codefat). As liberações seguem até 17 de março de 2016, são realizadas de acordo com a data de nascimento do trabalhador e o recurso fica disponível para saque até 30 de junho de 2016. O benefício, de um salário mínimo (hoje R$ 788), é pago a quem recebeu em média até dois salários mínimos mensais no ano anterior com carteira assinada. É preciso estar cadastrado no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). De acordo com o Ministério do Trabalho, o abono salarial será pago a 23,4 milhões de trabalhadores num total de R$ 17,1 bilhões. O PIS é pago nas agências da Caixa Econômica Federal e o PASEP, nas do Banco do Brasil. Os inscritos devem apresentar um documento de identificação e o número de inscrição no PIS ou PASEP. Confira abaixo o calendário.

Continuar lendo Confira o calendário de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep em 2015/2016
Caixa abre novo concurso para cargos de nível médio e superior
CEF abre mais um concurso público

Caixa abre novo concurso para cargos de nível médio e superior

Cargos são de técnico bancário, engenheiro e médico do trabalho. Os salários vão de R$ 2.025,00 a R$ 8.041,00. G1 A Caixa Econômica Federal lançou dois editais de concursos públicos para formação de cadastro de reserva para os cargos de técnico bancário novo, engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico e para médico do trabalho. Os concursos são para todo o país. Os editais foram publicados entre as páginas 78 e 92 da Seção 3 do "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (23).

Continuar lendo Caixa abre novo concurso para cargos de nível médio e superior
Golpe da Mega-sena! PF prende suplente de deputado federal maranhense por fraude milionária na CEF
É muita grana! Fraude arrancou 73 milhões de reais da CEF. Parte já foi recuperada.

Golpe da Mega-sena! PF prende suplente de deputado federal maranhense por fraude milionária na CEF

A Operação Éskhara, comandada pela Polícia Federal, prendeu neste sábado (18) em Estreito (MA), o suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto, suspeito de integrar a quadrilha que teria…

Continuar lendo Golpe da Mega-sena! PF prende suplente de deputado federal maranhense por fraude milionária na CEF

PF faz operação para despejar últimos invasores do ‘Santa Rosa’, em Ribamar

Todas as casas invadidas no conjunto habitacional “Nova Terra”, em São José de Ribamar, serão desocupadas por toda esta semana. É este o objetivo de operação desencadeada, hoje pela manhã (11), pela Superintendência da Polícia Federal no Maranhão, numa nova tentativa de restituir aos verdadeiros mutuários – 150 unidades ainda ocupadas por invasores. Para isso, a PF vai fazer cumprir mandado de reintegração de posse expedido pela Justiça Federal, em São Luís, em favor da Caixa Econômica Federal, a quem pertence o empreendimento, cujas unidades já haviam sido sorteadas aos que se habilitaram legalmente para receber os imóveis.

Continuar lendo PF faz operação para despejar últimos invasores do ‘Santa Rosa’, em Ribamar