Imunoterapia: uma nova era no combate ao câncer, com células do próprio paciente

A nova frente de batalha contra o câncer vem de uma ideia simples: usar drogas desenvolvidas para estimular as células do próprio sistema imunológico do paciente. Esse conceito é a base da imunoterapia, a mais promissora força contra a doença. Os avanços do tratamento, reconhecidos neste ano por publicações como a revista Nature e o relatório anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco, na sigla em inglês), têm mudado vidas em todo o mundo. Somada às chamadas terapias-alvo, que acontecem por meio de moléculas específicas para tratar alterações genéticas presentes no tumor, a imunoterapia proporciona um tratamento personalizado na área chamada hematologia oncológica, que inclui também linfomas e mielomas, segundo o Dr. Rodrigo Santucci, coordenador da Oncologia Clínica do Hospital Leforte. Médicos de todo o mundo estão entusiasmados com uma abordagem revolucionária no campo da imunoterapia, chamada CAR-T Cells (em português traduzida como Linfócitos T com Receptores Quiméricos de Antígenos). Ela consiste na extração de células de defesa dos pacientes (os linfócitos T) e manipulação de seu DNA para que desenvolvam um receptor capaz de identificar as células malignas. Reinserido no organismo, esse exército de defesa ataca apenas as células tumorais. O procedimento foi liberado para uso nos Estados Unidos em 2017. Neste ano, a equipe do Dr. Rodrigo Santucci, médico-chefe do setor de Transplantes de Medula Óssea do Hospital Leforte passará quatro semanas no MD Anderson Center,no Texas, considerado um dos maiores centros de tratamento oncológico do mundo, para trocar conhecimentos e aprender mais sobre a técnica. “Desenhamos um tratamento personalizado que, em breve, será uma terapia de precisão”, afirma a Dra. Fauzia, oncologista clínica do Leforte Oncologia Higienópolis.

Continuar lendo Imunoterapia: uma nova era no combate ao câncer, com células do próprio paciente

Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para detectar todos os tipos de câncer

Cientistas dizem que estão mais perto de criar um exame de sangue universal, capaz de identificar todos os tipos de câncer. Estudo conduzido com 1.005 pacientes por uma equipe da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, testou um método que detecta oito tipos de proteínas e 16 mutações genéticas comuns em quem já foi diagnosticado com a doença. O teste foi capaz de identificar oito tipos de câncer e foi considerado bem-sucedido em 70% casos. Especialistas no Reino Unido classificaram os resultados como "extremamente animadores". Mas ainda há dúvidas se é possível detectar um câncer em estado inicial com esse tipo de exame de sangue. Tumores normalmente liberam vestígios minúsculos do DNA alterado na corrente sanguínea. O exame, chamado de "Cancerseek" ("procura do câncer", em tradução livre), foi capaz de identificar as alterações na maioria dos pacientes que tinham sido diagnosticados com a doença no ovário, fígado, estômago, pâncreas, cólon, pulmão, esôfago e na mama, mas que não sofriam de metástase. Integrante da equipe que conduziu o estudo, Cristian Tomasetti, da escola de medicina da Universidade Johns Hopkins, disse à BBC que o diagnóstico precoce é crucial para reduzir o número de mortes por câncer. Segundo ele, os resultados são animadores, porque podem potencialmente identificar a doença mais rapidamente.

Continuar lendo Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para detectar todos os tipos de câncer
Mesmo em  Caxias, Deputado Humberto Coutinho será sepultado com honras de chefe de Estado
Deputado Humberto Coutinho: informações de que passa bem, após cirurgia em SP

Mesmo em Caxias, Deputado Humberto Coutinho será sepultado com honras de chefe de Estado

O deputado estadual Humberto Coutinho, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, faleceu às 20 horas e 40 minutos desta segunda-feira (1° de janeiro), em sua terra natal, Caxias, após travar uma longa batalha contra um câncer que o acometera há quatro anos. O estado de saúde do líder polpitico, gravíssimo, fez com que alguns se apressassem em anunciar a sua morte ainda no dia 31 de dezembro, e a notícia se espalhou como um rastilho de pólvora. Muitos nem chegaram a saber do desmentido até o anúncio oficial desta segunda-feira, primeiro dia do ano. Além da Assembleia Legislativa e do Governo do Estado, outras instituições emitiram nota de pesar, assim como se manifestaram autoridades e políticos, como a ex-governadora Roseana Sarney. Com a morte de Humberto Coutinho, o deputado Othelino Neto (PCdo B), na condição de vice-presidente da Casa, assume a presidência, ele que já vinha dirigindo a AL com o agravamento do estado de saúde de seu presidente. O governador Flavio Dino decretou que o deputado Humberto Coutinho será velado e sepultado com honras de chefe de Estado, por ter exercido interinamente o cargo de governador do Maranhão (2016) e ter falecido durante o exercício da Presidência do Poder Legislativo Estadual. PESAR Na nota da Assembleia Legislativa do Maranhão, emitida pela sua Diretoria de Comunicação e reproduzida abaixo, o fato fúnebre é melhor detalhado, bem como traz mais informações sobre a vida e a trajetória política de Humberto Coutinho.

Continuar lendo Mesmo em Caxias, Deputado Humberto Coutinho será sepultado com honras de chefe de Estado

Por sugestão da equipe médica, visitas ao presidente da AL, Humberto Coutinho, são suspensas

Deputado decidiu não continuar o tratamento no Hospital Sírio Libanês,  em São Paulo, preferindo ficar em Caxias-MA, sua terra natal Acatando orientação da equipe médica que acompanha o p, residente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), em Caxias-MA, sua esposa, a ex-deputada Cleide Coutinho, emitiu comunicado aos amigos, solicitando que as visitas dos amigos, "que ele tanto gosta de receber", fiquem suspensas, até que o quadro infeccioso de que o acometera regrida e ele se recupere do processo infeccioso; Em meados de 2013, os médicos descobriram um câncer no intestino do deputado que, desde então, vem se tratando da enfermidade, tendo inclusive se internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Na última semana, ele teve um quadro infeccioso e resolveu se tratar em Caxias, sua cidade natal, onde já foi prefeito e moram a grande parte  dos seus familiares e amigos. Esse fato provocou um intenso movimento de amigos e correligionários do parlamentar no sentido de visitá-lo, solidariamente.

Continuar lendo Por sugestão da equipe médica, visitas ao presidente da AL, Humberto Coutinho, são suspensas

Mundo artístico lamenta a morte da atriz e comediante Márcia Cabrita, aos 53 anos

A atriz ficou famosa pela sua personagem Neide Aparecida em Sai de Baixo, da Globo. Ela foi diagnosticada com câncer no ovário em 2010. No mesmo ano, se submeteu a uma cirurgia para a retirada dos ovários e do útero.

Continuar lendo Mundo artístico lamenta a morte da atriz e comediante Márcia Cabrita, aos 53 anos

Casa de Luiz Melodia é assaltada enquanto cantor espera transplante em hospital

O acervo histórico com os detalhes da carreira profissional de Luiz Melodia está perdido. Como noticiou o colunista Ancelmo Gois, no jornal “O Globo”, na madrugada da última sexta-feira, quatro bandidos encapuzados invadiram a casa do artista, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, amarram o filho do cantor e levaram alguns pertences. Mulher de Luiz, Jane Reis está desolada com a perda do material valioso. O caso foi registrado junto à polícia. — Estou numa fase de transição, montando um escritório em casa. Tinha tudo nesse computador. Os 40 anos de carreira de Luiz Melodia estavam inteiros lá: a biografia em inglês, todos os releases, do “Pérola Negra” até hoje, parte da passagem dele pela Europa, além de toda a discografia e de todas as músicas. O acervo inteiro se perdeu. Acho que vai dar para recuperar, mas vai ser um inferno. Prefiro nem ficar tão irritada agora, por conta da situação médica do meu marido — acrescenta Jane, que mora numa casa na Rua Coronel Ribeiro Gomes, próxima à Paróquia de São Conrado, capela frequentada por famosos como Maria Bethânia e Elba Ramalho: — Infelizmente, esses tipos de roubo viraram corriqueiros aqui na área. É muito triste. As investigações estão em andamento na 15ª DP (Gávea). De acordo com as autoridades policiais, agentes realizam diligências à procura de imagens que possam ajudar a identificar os autores do crime.

Continuar lendo Casa de Luiz Melodia é assaltada enquanto cantor espera transplante em hospital
Comunicador Osvaldo Souza vai se tratar em Imperatriz, garante Secretaria de Saúde do Estado
Osvaldo Souza e Carlos Lula, no desembarque em Imperatriz

Comunicador Osvaldo Souza vai se tratar em Imperatriz, garante Secretaria de Saúde do Estado

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), assegurou o tratamento do comunicador Oswaldo Souza, o "Mandou Legal", na cidade de Imperatriz. Ele luta contra um câncer na garganta e precisava iniciar tratamento emergencialmente. Pelas redes sociais, o comunicador fez um apelo para conseguir ajuda para iniciar o tratamento em qualquer lugar, pois, em São Luís, teria que aguardar a vez em uma longa fila de espera no Hospital Aldenora Belo. Ao tomar conhecimento do drama do comunicador, o secretário Carlos Lula providenciou a transferência imediata dele para a cidade de Imperatriz, onde o governo dispõe de uma boa estrutura para tratamento oncológico para pacientes do Maranhão e do Tocantins. “O Osvaldo já viajou para Imperatriz nesta terça-feira. Toda a despesa de deslocamento e de apoio na cidade está sendo custeada pela Secretaria de Estado da Saúde”, disse Carlos Lula Ele acrescentou que, além de atender a demanda da região tocantina, a estrutura atende também, via convênios entre os Estados, pacientes do Tocantins. “Nós sempre exportamos pacientes e hoje estamos atendendo pessoas de outros estados. O Tocantins fechou o serviço de oncologia e nós é que estamos atendendo. Para isso, recebemos repasses do governo do Tocantins”, acrescentou. Tratamento oncológico em Imperatriz O convênio com o Centro Integrado de Tratamento Oncológico (Orocadium), clínica particular especializada em radioterapia em Imperatriz, foi firmado no início da gestão do governador Flávio Dino. O convênio disponibiliza assistência para pacientes do Maranhão e, também, para o Tocantins, com serviços de alta complexidade na especialidade oncologia – radioterapia e branquiterapia.

Continuar lendo Comunicador Osvaldo Souza vai se tratar em Imperatriz, garante Secretaria de Saúde do Estado

Emoção e aplausos marcam sepultamento de Marília Pêra, morta neste sábado, no Rio

Atriz morreu de câncer do pulmão. Velório no Teatro Leblon reuniu amigos e fãs. G1 - Foi com muita emoção, aplausos e palavras de admiração e carinho de amigos, parentes e muitos fãs, que o corpo da atriz Marília Pêra foi sepultado na tarde deste sábado (5), Cemitério São João Batista, em Botafogo.O cortejo do caixão até o túmulo foi seguido apenas pela família e pelos amigos. O corpo da atriz foi velado horas antes na sala que leva seu nome, do Teatro Leblon, na Zona Sul do Rio, onde artistas deram depoimentos emocionados sobre a atriz. fechado no início, o velório acabou sendo aberto para que os fãs pudessem prestar a última homenagem. No cemitério, Sandra Pêra, irmã da atriz, recebeu abraços da atriz Renata Sorrah, muito emocionada. Nélson Motta, que foi casado com Marília, também esteve presente, assim como a atriz Xuxa Lopes.

Continuar lendo Emoção e aplausos marcam sepultamento de Marília Pêra, morta neste sábado, no Rio
Sai de cena o jornalista e militante  político Aldionor Salgado
Sai de cena um sêr humano da melhor estirp:, Aldionor Salgado, jornalista e militante político.

Sai de cena o jornalista e militante político Aldionor Salgado

Faleceu esta manhã (28), no Hospital Universitário Presidente Dutra, o jornalista Aldionor Salgado. Há quase um mês, ele se internou para tratar de um câncer no pâncreas, mas a doença o venceu antes que alcançasse a cura. Poucos são os profissionais da terra que tem o curriculum de Aldionor Salgado, que trabalhou em quase todos os veículos de comunicação de São Luís e exerceu diversos cargos e encargos públicos. Militante político, elegeu-se na década de 80 vereador de São Luís, onde se destacou na abordagem de temas importantes e na defesa da solução dos muitos problemas estruturais da capital. Mais do que um profissional, ético e capaz, era um grande amigo de todas as horas. Sempre respeitou os colegas de profissão para os quais tinha sempre uma palavra de conforto e de incentivo. Era uma convivência afável, já que tinha uma verve apurada e sempre tornava alegre o ambiente em que ocupava. Conhecia mais do que ninguém o mundo político e social da capital e de todo o Maranhão, prato cheio para os causos de ocasião. Semana passada, Aldionor - como sempre, chamando-me de "Machadovsky" - ligou-me do leito do hospital para que eu atendesse a jovem filha Mariana, que também enveredou pelos caminhos do jornalismo, para uma entrevista sobre pesquisas de opinião pública. Prometi-lhe uma visita, acreditando que a sua enfermidade fosse passageira. Daí o susto que me causou a notícia de sua morte. Aldionor Salgado ainda tinha muito a contribuir como profissional de comunicação, pai, marido e amigo. Mas a morte o alcançou em pleo vôo. Que Deus o faça trilhar o caminho dos homens de bem, na sua nova e eterna missão. E, ao mesmo tempo, dê o conforto necessário para amenizar a dor da família enlutada. O corpo do jornalista está sendo velado na Câmara Municipal de São Luís, no Centro Histórico da capital. O sepultamento se dará na manhã desta segunda-feira, no Cemitério do Gavião. Há pouco, a Prefeitura de São Luís emitiu nota de pesar sobre o falecimento de Aldionor Salgado, que vai transcrita abaixo.

Continuar lendo Sai de cena o jornalista e militante político Aldionor Salgado
Exame de toque: 60% dos homens são diagnosticados com doenças em estágio avançado
Exame de toque deve ser realizado a partir dos 50 anos Getty Images

Exame de toque: 60% dos homens são diagnosticados com doenças em estágio avançado

Apesar do índice elevado, urologista afirma que preconceito está sendo combatido Na semana em que se celebra o Dia do Homem (15), o Centro de Referência em Saúde do Homem chama a atenção do público masculino para os cuidados com a saúde da próstata. Segundo o coordenador da unidade, Claudio Murta, cerca de 90% dos homens que vão ao consultório aceitam realizar o exame do toque retal indicado pelo médico especialista. O problema, alerta o médico, é que cerca de 60% desses pacientes já chegam com doenças em estágio avançado. Ele explica que, culturalmente, o homem não vai ao médico. — Nos casos das doenças da próstata, na maioria dos casos, o paciente só vai, levado pela parceira ou familiares, quando já está com dor e dificuldades para urinar. O exame do toque retal é realizado no consultório de forma rápida e indolor. A avaliação é realizada por um médico urologista e consiste em um dos principais métodos para detecção precoce do câncer de próstata, juntamente com o exame do PSA (Prova do Antígeno Prostático). Deve ser realizado, normalmente, a partir dos 50 anos de idade.

Continuar lendo Exame de toque: 60% dos homens são diagnosticados com doenças em estágio avançado