Filha de ambientalista morto foi vítima três vezes dos agrotóxicos

Reportagem acompanhou Marcia Xavier, cujo pai foi morto por lutar contra pesticidas no Ceará, a uma audiência no Congresso Luana Rocha, Mariana Della Barba, Agência Pública/Repórter Brasil Especial: Por trás do alimento A família de Marcia Xavier é vítima direta dos problemas gerados pelo uso de agrotóxicos. Sua filha sofre com puberdade precoce causada, segundo uma pesquisa, pelo uso indiscriminado de agrotóxicos na cidade onde vive, em Limoeiro do Norte, na Chapada do Apodi (Ceará). Já seu pai, o líder comunitário e ambientalista José Maria Filho, conhecido como Zé Maria do Tomé, foi assassinado em abril de 2010 – um mês após ser aprovada uma lei municipal que vetava a pulverização de pesticidas nas lavouras da região. Quando chegou a Brasília na segunda-feira, 1º de julho, para participar de uma audiência pública na Câmara dos Deputados sobre o uso de agrotóxicos em sua cidade, Marcia Xavier não esperava que ela também teria de falar sobre uma notícia divulgada no dia anterior: o Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou uma decisão que, na prática, absolveu os supostos mandantes da execução de seu pai. “Claro que fui pega de surpresa… Mas eu cresci vendo meu pai nessa luta. Ele sempre dizia: ‘É uma briga de cachorro grande com cachorro vira-lata’. Eu sempre tive esse pensamento: não vai dar em nada porque são pessoas grandes que estão por trás [da execução dele]”, disse, emocionada. Antes de ser assassinado, Zé Maria lutava para impedir que as empresas produtoras de frutas parassem de contaminar o solo e a água com os pesticidas. “Sou vítima três vezes do agrotóxico. A luta do meu pai começou justamente com a contaminação da água, quando eu tive um problema de pele por causa disso. Depois, foi com o seu assassinato. E também com a minha filha, que desde 1 ano e 3 meses sofre com puberdade precoce. Hoje ela tem 7 anos.” A audiência na Câmara dos Deputados foi motivada pela revelação, feita pela Repórter Brasil, de que agrotóxicos podem causar puberdade precoce – como é o caso da filha de Marcia Xavier e de pelo menos outras duas meninas que moram no local. Quando ainda eram bebês, elas foram diagnosticadas com telarca prematura, a primeira fase do desenvolvimento das mamas.

Continuar lendo Filha de ambientalista morto foi vítima três vezes dos agrotóxicos
Temer quer ‘enterrar’ denúncia antes que Geddel fale…
Brasília- DF- Brasil- 18/05/2016 Presidente Michel Temer recebe o ministro Geddel Vieira Lima e líderes do Senado Federal. Foto: Marcos Corrêa/ Vice Presidência da República

Temer quer ‘enterrar’ denúncia antes que Geddel fale…

Aliados do presidente avaliam, porém, que o cenário atual é mais favorável a Temer do que na primeira denúncia O presidente Michel Temer (PMDB) quer enterrar a segunda denúncia contra ele feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) “antes que Geddel fale”, segundo relataram aliados do chefe do Executivo nacional ao jornal O Globo. De acordo com a publicação, o Palácio do Planalto, porém, avalia que o cenário é mais favorável a Temer do que na primeira denúncia. Um dos motivos seria o desgaste do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, as contradições dos irmãos Batista e a contestada atuação do ex-procurador Marcelo Miller no processo. Aliados dizem, ainda assim, que Temer precisará atuar, porque grande parte da base aliada, principalmente do centrão, não aceita a articulação política do ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy (PSDB).

Continuar lendo Temer quer ‘enterrar’ denúncia antes que Geddel fale…

Uber pede revogação da lei que o proíbe de operar com passageiros em São Luís

O advogado Thiago Brhanner protocolou hoje (27) na Justiça uma ação popular pedindo a revogação imediata da Lei nº 429/2016, que proíbe o Uber em São Luís. O dispositivo foi promulgado ontem (26) pela Câmara Municipal (reveja), com efeitos imediatos. O caso será julgado pelo juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da capital. No processo, Brhanner argumenta que o Uber é um sistema privado de transporte e que, por isso, deve ser protegido pelo “princípio constitucional da livre iniciativa”, sob pena de “prejudicar os empresários, os profissionais e os cidadãos que fazem uso do sistema”. Além disso, acrescenta ele, há inconstitucionalidade da lei, uma vez que, de acordo coma Constituição Federal, compete privativamente à União legislar sobre trânsito e transporte. (Do blog do Gilberto Leda)

Continuar lendo Uber pede revogação da lei que o proíbe de operar com passageiros em São Luís

Edivaldo se esquiva e Câmara Municipal promulga lei que proíbe Uber em São Luís

Vereadores aprovaram o projeto de lei em em 2016, mas não foi sancionado pelo executivo municipal. Por isso, o texto retornou e foi promulgado pelo presidente da Casa. G1 Maranhão (editada) A Câmara Municipal de São Luís promulgou, nesta quarta-feira (26), o projeto de Lei de nº 119/2015, de autoria da ex-vereadora Luciana Mendes, que proíbe o uso do aplicativo Uber na capital maranhense. O projeto havia sido aprovado em 2016, mas não foi sancionado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Por conta da omissão do chefe do Executivo, a matéria retornou para a Câmara Municipal para que os procedimentos legais fossem adotados. Segundo a ex-vereadora, o prefeito Edivaldo não sancionou a Lei, razão pela qual coube ao presidente do Legislativo tal prerrogativa. A promulgação da lei foi a principal reivindicação feita pelos taxistas durante protesto contra o aplicativo de transporte privado de passageiros, realizado em frente ao prédio da Câmara de Vereadores, no Centro Histórico da ilha de São Luís, na terça-feira (25). Durante a reunião, o presidente sinalizou em favor dos taxistas. “Sempre atendemos as minorias com muito respeito, nesta Casa. O aplicativo deve ser suspenso até que a empresa se regularize”, explicou o presidente. A lei já foi encaminhada para publicação no Diário Oficial no Município. Em nota, o Uber afirmou que, por diversas vezes, os tribunais brasileiros afastaram as tentativas de proibição da Uber, confirmando a legalidade das atividades da empresa e dos motoristas parceiros, e garantindo o direito de escolha da população

Continuar lendo Edivaldo se esquiva e Câmara Municipal promulga lei que proíbe Uber em São Luís
Câmara dos Deputados aprova terceirização para todas as atividades. Entenda o que muda
Deputados de oposição protestam contra projeto, mas o rolo compressor do governo passou por cima... .

Câmara dos Deputados aprova terceirização para todas as atividades. Entenda o que muda

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira, o texto base do projeto de lei que libera o trabalho terceirizado em todas as atividades das empresas. Por 231 votos a favor, 188 contra e oito abstenções, a base aliada do Governo Michel Temer conseguiu ressuscitar o texto, proposto há 19 anos pelo Governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e já aprovado no Senado. Depois da votação dos destaques, que deve acontecer ainda nesta noite, a nova lei seguirá para sanção do presidente Michel Temer. Centrais sindicais e deputados da oposição criticaram a medida, dizendo que ela fragiliza e precariza as relações de trabalho e achata os salários, dando mais poder aos empresários em detrimento do funcionário. Antes do projeto, a Justiça do Trabalho só permitia a terceirização em atividades secundárias – conhecidas como atividades-meio, que não são o principal negócio de uma companhia. Para o Planalto, que tenta emplacar uma agenda de reformas de corte liberal sociais, trabalhistas e previdenciárias com o objetivo declarado de atrair investimentos e tentar equilibrar as contas públicas, a aprovação da lei de terceirização foi uma vitória. É a maior conquista parlamentar da base de Temer desde dezembro de 2016, quando foi a aprovada a emenda à Constituição dos gastos públicos, que limita as despesas dos Governos em até 20 anos. Czar das reformas, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, defendeu a aprovação do projeto, que, segundo ele, “ajuda muito porque facilita a contratação de mão de obra temporária, e facilita a expansão do emprego”. Meirelles se encarregou de discutir pessoalmente com as bancadas da Câmara e do Senado a importância das medidas.

Continuar lendo Câmara dos Deputados aprova terceirização para todas as atividades. Entenda o que muda

S J de Ribamar – ANB Online: Articulação “sinistra” quer manter presidente da Câmara na direção da casa

Manoel Albertin, o Beto das Vilas, quer se enraizar no comando do Legislativo ribamarense. Ele concorrerá à reeleição POR FERNANDO ATALLAIA - DIRETO DA REDAÇÃO O clima político em São José de Ribamar voltou esta semana a esquentar os bastidores e os bairros do município por mais uma vez. E desta os ribamarenses querem saber se o continuísmo e as velhas práticas de nepotismo e corrupção perdurarão na Câmara de Vereadores. O atual presidente da Casa, Manoel Albertin, o Beto das Vilas, pretende concorrer ao comando do Legislativo pela quinta vez consecutiva numa articulação que objetiva a cooptação dos novos vereadores eleitos em seu apoio. Beto representa o velho modelo de gestão no Legislativo ribamarense tipificado pela troca de favores e falta de transparência administrativa. Há três dias uma grave denúncia chegada à redação da Agência Baluarte deu conta de que a eleição em dezembro será realizada com cartas marcadas e visando unicamente reeleger Beto das Vilas para mais um mandato como presidente. Alvo de diversas denúncias do Ministério Público este ano, o vereador é acusado por lideranças locais de ter formado na Câmara um verdadeiro cartel que vem beneficiando parentes, aderentes, animais estimação, parlamentares e demais pessoas ligadas a ele. Menos a população ribamarense. A Cãmara emitiu uma nota, em resposta à matéria.

Continuar lendo S J de Ribamar – ANB Online: Articulação “sinistra” quer manter presidente da Câmara na direção da casa

Senado não respeita decisão de Waldir Maranhão e dá seguimento ao processo de impeachment de Dilma Roussef

O presidente do Senado, Renan Calheiros, decidiu, agora há pouco, dar seguimento ao processo de impeachment no Senado. Ele classificou como "absolutamente intempestiva" e "brincadeira com a democracia" a decisão do presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão, de anular a sessão em que foi aceita a admissibilidade do processo. Ao anunciar sua decisão ao Plenário, Renan explicou que não poderia interferir nos discursos proferidos pelos deputados, antes da votação do dia 17 de abril. O anúncio de votos e a orientação partidária foram argumentos citados por Waldir Maranhão para anular a sessão. Renan também rejeitou a alegação de que a decisão da Câmara pela admissibilidade não poderia ter sido encaminhada por ofício. Maranhão argumentou que o documento adequado seria uma resolução. Com esses argumentos, Renan deixou de conhecer do ofício de Maranhão. Em seguida, ele deve ler o resultado do trabalho da Comissão Especial de Impeachment, que na semana passada aprovou por 15 votos a 5 parecer pela admissibilidade do processo.

Continuar lendo Senado não respeita decisão de Waldir Maranhão e dá seguimento ao processo de impeachment de Dilma Roussef

Tiririca dá “perdido” em Lula e vota a favor do impeachment. Ex-presidente acusa o drible…

"Esse cara esteve comigo hoje [domingo]. Como ele faz isso? Ele ia votar com a gente". O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um desabafo inconformado ao assistir ao voto do deputado Tiririca (PR-SP), favorável à abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff. "Senhor presidente, pelo meu país, meu voto é sim", afirmou Tiririca durante a sessão de domingo (17). Há quase seis anos como deputado, essa foi a primeira vez que o ex-humorista fez uso do microfone do plenário da Câmara. Sentado em uma das salas de reunião do Palácio da Alvorada, Lula disse à presidente Dilma que havia recebido Tiririca na manhã de domingo, no quarto do hotel em que se hospeda em Brasília. "Ele ia votar com a gente", repetiu Lula. Dilma balançou a cabeça negativamente. Estava consciente das traições. Assessores presidenciais tentavam mapear os "traidores", não apenas entre deputados do PP, mas também PR, PMDB e outras siglas. Somente PT e PC do B não traíram o governo. Concluiu-se ali que "o vento das ruas" não estava com Dilma e o clima no plenário, favorável ao impedimento da petista, influenciava deputados como Tiririca, que foi ovacionado pela oposição após dizer "sim". Confira o momento do voto: Outro pepista que esteve no QG anti-impeachment que Lula montou em um hotel de Brasília foi o deputado Paulo Maluf (SP). Ele era contrário ao impeachment da presidente, mas mudou de ideia durante a comissão especial da Câmara. O ex-presidente tentou reverter mais uma vez o voto de Maluf, mas não conseguiu.

Continuar lendo Tiririca dá “perdido” em Lula e vota a favor do impeachment. Ex-presidente acusa o drible…
Jornalista baixadeiro e juiz de Direito sertanejo agora são cidadãos ludovicenses
Nonato Reis e Sebastião Bonfim, os dois novos cidadãos de São Luís

Jornalista baixadeiro e juiz de Direito sertanejo agora são cidadãos ludovicenses

Texto: Alterê Bernardino Um nascido no povoado de Ibacazinho, no município de Viana, e o outro no município de Tuntum, respectivamente, o jornalista Nonato Reis e o juiz Sebastião Bonfim, receberam o título de Cidadão Honorário Ludovicense, em solenidade realizada no plenário da Câmara Municipal de São Luís, quinta-feira, 14. A outorga das concessões aos homenageados foi feita pelos vereadores Bárbara Soeiro (PSC) e Osmar Filho (PDT). Bárbara Soeiro fez um pronunciamento abordando o profissionalismo e atributos literários do jornalista. Nonato Reis, por sua vez, mostrou-se extremamente grato com a homenagem, emocionando-se ao lembrar de sua chegada a São Luís, em 1974, a bordo de uma lancha. Sobre o título honorífico, destacou que reconhecimento da cidade ao cidadão e profiussionalo o engrandecia, "esta cidade que me acolheu com todos seus encantos naturais, a bondade do seu povo e magia de suas ruas e ladeiras". Por isso, retribuo escrevendo crônicas e poesias em seu louvor". problemática e acertos”. O profissional de imprensa Raimundo Nonato Reis Mendonça formou-se em Comunicação Social pela UFMA (Universidade Federal do Maranhão), tendo desenvolvido suas atividades jornalísticas em vários jornais de São Luís como “O Debate”, “O Estado do Maranhão”, “Jornal de Hoje”, assessorias de comunicação do governo do Estado e Assembleia Legislativa. Atualmente é articulista do “Jornal Pequeno”, com uma coluna dominical, onde escreve sobre assuntos do cotidiano, abordando o dia a dia da cidade e do Brasil, bem como análises políticas e histórias que compõem e compuseram sua vida, desde a infância até os dias atuais. Ele também desenvolve uma notória atuação como oficial de Justiça concursado na capital maranhense.

Continuar lendo Jornalista baixadeiro e juiz de Direito sertanejo agora são cidadãos ludovicenses
Rosângela Curado destaca atuação por Imperatriz em discurso na Câmara dos Deputados
Rosângela Curado discurso e defesa de Imperatriz

Rosângela Curado destaca atuação por Imperatriz em discurso na Câmara dos Deputados

A deputada Rosângela Curado discursou no Plenário da Câmara no grande expediente desta quarta-feira (28/10) e na oportunidade apresentou uma prestação de contas de sua atuação como deputada federal, principalmente na Comissão da Seguridade Social e Família, que trata especificamente da saúde pública brasileira. Curado também agradeceu a oportunidade dada pelo deputado e presidente estadual do PDT maranhense Weverton Rocha e ainda a acolhida das bancadas pedetistas e maranhenses. A parlamentar maranhense, que tem como sua base original Imperatriz, destacou a escolha por parte da Istoé e Editora 3, que colocam a cidade como uma das cinquenta melhores cidades para se morar no Brasil. “A nossa condição estratégica é privilegiada, às margens da Belém-Brasília e por isso estando próxima de grandes centros é uma grande aliada para todos esses indicadores positivos”, destacou Curado. Curado também destacou a agenda com o Ministro da Saúde e o senador Roberto Rocha, para viabilizar mais recursos para a rede de saúde maranhense e também para a habilitação da clínica Oncoradium em Imperatriz no atendimento de radiologia. O programa Escola Digna do governo do estado, também foi um dos pontos abordados pela deputada em sua fala. Ela parabenizou o governador Flávio Dino e a secretária de educação, Áurea Prazeres, pelo início das ações do Programa Escola Digna que substituirá as escolas de taipa, barro e palha, por escolas de alvenaria. A primeira cidade atendida é Marajá do Sena que figura entre as cidades com o pior IDH do Brasil. Além disso, a deputada Rosângela enumerou as suas emendas individuais destinadas a Imperatriz. Verbas essas definidas juntamente com o prefeito Sebastião Madeira. Independente do resultado da eleição, e percebendo as necessidades da população, a deputada definiu a destinação de R$ 1 milhão de reais para aquisição de equipamentos UPA do parque São José; e ainda R$ 1 milhão e 400 mil reais para custeio como compras de medicamentos, material de uso diário, descartáveis e outros pontos para a manutenção para os postos de saúde, e ainda destinei 600 mil reais para construir uma quadra coberta na vila Cafeteira.

Continuar lendo Rosângela Curado destaca atuação por Imperatriz em discurso na Câmara dos Deputados