Dino anuncia mudanças na Caema e na Ciência e Tecnologia. Podem vir outras…

O governador Flávio Dino anunciou nesta terça-feira (1º) mudanças na estrutura de governo. Pelo Twitter, ele disse que as alterações serão feitas nos próximos dias. O atual presidente da Caema, Davi Telles, será o novo secretário de Ciência e Tecnologia. “O atual secretário Jhonatan Almada vai se dedicar exclusivamente ao IEMA”, escreveu o governador. “Davi Telles é professor universitário e tem mestrado na Sorbonne. Jhonatan conhece profundamente o IEMA e vai cuidar do seu crescimento”, explicou. O novo presidente da Caema será Carlos Rogério Santos Araújo, que é do quadro da empresa e atual diretor de Operação, Manutenção e Atendimento ao Cliente. Ele terá a missão de concluir importantes obras já adiantadas. “Um dos principais objetivos das mudanças é fortalecer as políticas de ciência e tecnologia, bem como de formação profissional via IEMA”, afirmou o governador. “O IEMA já tem mais de 20 unidades e chegaremos a 30 muito em breve. Sob coordenação de Davi e Jhonatan, o projeto vai crescer ainda mais.”

Continuar lendo Dino anuncia mudanças na Caema e na Ciência e Tecnologia. Podem vir outras…

Caema faz acordo para pagar salários atrasados de vigilantes terceirizados

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai efetuar o pagamento de dois meses de salários em atraso, tíquete alimentação e vale transporte a vigilantes que trabalham na empresa NewServ, que presta serviços de segurança. Os valores serão depositados pela Caema diretamente nas contas dos funcionários. O acordo foi firmado em audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) com participação de representantes da Caema, Sindicato dos Vigilantes (Sindvig-MA) e da empresa NewServ. No total serão R$ 376 mil que a Caema vai pagar aos vigilantes. O valor será descontado do total que a empresa tem a receber da Caema. O acordo foi homologado na presença da procuradora do Trabalho, Virgínia de Azevedo Neves. A empresa de vigilância não apresentou as certidões negativas da Receita Federal e, por isso, a Caema está impedida de fazer os pagamentos das faturas dos meses de dezembro/14, janeiro e fevereiro de 2015, no valor total de R$ 1,16 milhão.

Continuar lendo Caema faz acordo para pagar salários atrasados de vigilantes terceirizados
Caema se mexe e discute a  despoluição de  praias e rios de São Luís
Lagoa da Jansen, um dos cartões postais de São Luís, pode, finalmente, vir a ser despoluída...

Caema se mexe e discute a despoluição de praias e rios de São Luís

O Governo do Estado vai desenvolver uma série de ações para melhoria da balneabilidade das praias da capital e despoluição dos rios Calhau, Pimenta, Claro e da Lagoa da Jansen. O planejamento estratégico das ações foi apresentado, em reunião, pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema). As ações para balneabilidade eliminarão, de forma definitiva, os pontos de lançamento de esgoto na orla. “Estamos, neste momento, apresentando o novo cronograma estabelecido para obras de esgotamento em São Luís. De imediato, trabalhamos para agilizar processos internos que estavam parados e conseguimos a liberação de recursos para início dos trabalhos de despoluição do Rio Calhau. Essas ações são prioritárias e tem a atenção do governador Flávio Dino, que tem compromisso com a melhoria da qualidade de vida dos maranhenses”, explicou o presidente da Caema, Davi Telles. Para o trabalho de despoluição do Rio Calhau estão assegurados recursos da ordem de R$ 10 milhões do Ministério do Turismo, desse valor, R$ 393 mil estão disponíveis para o início dos trabalhos já nos próximos dias. O processo licitatório foi concluído e a empresa que realizará o trabalho já está contratada. Davi Telles informou que o Governo do Estado também está agilizando o processo licitatório para contratação de empresa para execução de obras de despoluição dos rios Pimenta e Claro, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Continuar lendo Caema se mexe e discute a despoluição de praias e rios de São Luís

Justiça condena a Caema a indenizar consumidora que teve o nome negativado indevidamente

A Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (Caema) terá que pagar Indenização de R$12 mil, por danos morais. É o valor que Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (Caema) terá que pagar a uma consumidora do município de Imperatriz que teve seu nome incluído indevidamente no cadastro de inadimplentes. Foi o que decidiu a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), que seguiu voto do desembargador Cleones Cunha (relator) que, ao analisar o processo, verificou que os dados dos titulares dos três imóveis em situação de inadimplência divergiam com os da consumidora, inclusive o nome e o CPF. Em sua defesa, a Caema apontou como motivo da cobrança o fato de ser comum a mudança de titularidade nas faturas de água e esgoto por locatórios e recém-compradores de imóveis, Segundo a empresa, muitos não solicitam a transferência dessa titularidade ao final da locação ou depois da mudança de endereço. Os argumentos da defesa não convenceram o relator, uma vez não foram apresentadas provas de que a consumidora tenha estado ou utilizado os serviços de fornecimento de água em alguma das três residências apontadas pela Caema .

Continuar lendo Justiça condena a Caema a indenizar consumidora que teve o nome negativado indevidamente
Titulares da Fazenda, Meio Ambiente e Caema são anunciados por Flávio Dino
Marcellus Ribeiro vai comandar a importante Secretaria da Fazenda

Titulares da Fazenda, Meio Ambiente e Caema são anunciados por Flávio Dino

Mais quatro nomes que comporão a equipe do governador eleito Flávio Dino (PCdo B) foram feitos, nas últimas horas, como sempre pelas redes sociais: Fazenda, Meio Ambiente, presidência da Caema e Assessoria de Imprensa do Governador do Estado. Assim, o próximo diretor-presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) será o advogado Davi Telles, que é mestre em Direito Social pela Faculdade de Direito da Universidade Sorbonne (Paris), professor universitário e da pós-graduação de Direito do Trabalho da Universidade Ceuma. O governador eleito também anunciou o futuro secretário de Meio Ambiente, desfalcando, mais uma vez, a equipe do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PTC). O jornalista Marcelo Coelho, atual secretário Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento de São Luís, assumirá a pasta. FAZENDA - Já o auditor fiscal da Receita Federal, Marcellus Ribeiro Alves, assumirá a Secretaria de Fazenda a partir de 1º de janeiro. Atualmente ocupa o cargo de Superintendente Adjunto da Receita Federal do Brasil na 3ª Região Fiscal (Ceará, Maranhão e Piauí). Também exerceu o cargo de Delegado Adjunto na Delegacia da Receita Federal em São Luís (MA) e as chefias das Seções de Orientação e Análise Tributária e de Fiscalização. Foi Técnico do Tesouro Nacional.

Continuar lendo Titulares da Fazenda, Meio Ambiente e Caema são anunciados por Flávio Dino

Justiça condena CAEMA a construir rede coletora de esgoto no Parque Pindorama

A Justiça condenou a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA), a construir uma rede de esgoto para servir ao bairro do Parque Pindorama, em São Luis. A sentença, prolatada na terça-feira (5) pelo juiz Clésio Coelho Cunha, acatou parte de pedido formulado pelo Ministério Público. O MP também movia ação junto à Prefeitura de São Luis e, além de solicitar a construção da rede de esgoto, solicitava a pavimentação satisfatória de ruas e avenidas do bairro. O pedido junto ao Município foi rejeitado pelo magistrado. No pedido, o Ministério Público alegou que “tanto a CAEMA quanto o Município de São Luís admitem a falta de serviços básicos, como saneamento e pavimentação de ruas e avenidas, podendo se comprovar através das fotografias inclusas no relatório a situação em que vivem os moradores daquele bairro, com risco a saúde de toda a comunidade, sem falar no risco de poluição ambiental”. Em defesa, a CAEMA explicou que não poderia assumir a implantação do sistema de coleta de esgoto no Parque Pindorama da forma como foi solicitada pelo MP pelo fato de que cada residência deveria modificar a sua instalação sanitária para se instalar a rede coletora, o que na maioria das vezes a população deixa de utilizar o benefício em função do custo das instalações intra-domiciliares. A companhia alega não possuir responsabilidade na implantação do sistema de esgotamento sanitário, mormente em razão da Lei 11.445/2007 exigir solução individual para o caso de não disponibilização de rede de coleta para área irregular.

Continuar lendo Justiça condena CAEMA a construir rede coletora de esgoto no Parque Pindorama

Falta d’agua. Deputado quer ouvir explicações do presidente da Caema, na AL

O deputado Rubens Pereira Júnior (PC do B), líder do Bloco de Oposição, na Assembleia Legislativa, deseja levar ao parlamento estadual, em data ainda indefinida, o presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (Caema), João Moreira Lima. Mas tudo depende da aprovação de um requerimento de Rubens que convoca Moreira Lima para dar explicações sobre os “péssimos indicadores de abastecimento de água e serviços de esgotos prestados pela companhia, no Maranhão”

Continuar lendo Falta d’agua. Deputado quer ouvir explicações do presidente da Caema, na AL
Perigo! A reserva do Batatã pode secar e deixar 25 bairros sem água
Reserva de água do Batatã está em nível crítico

Perigo! A reserva do Batatã pode secar e deixar 25 bairros sem água

Em meio aos movimentos que eclodem pela cidade em protestos contra a falta d’água, ainda vem a notícia de que a represa do Batatã está com os dias contados e pode desencadear a pior crise no abastecimento de água da história de São Luís. Até o final de outubro, o reservatório situado dentro do Parque Estadual do Bacanga, o Batatã, estará completamente seco. A previsão é de Inácio Amorim, supervisor de Gestão das Unidades de Conservação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (Sema). Segundo Inácio, tudo é consequência das condições climáticas, da alta demanda de água e das ações do próprio homem, que provocou o assoreamento do lago com o excesso de ocupações do seu entorno - mostra ele, em matéria de O Imparcial on line.

Continuar lendo Perigo! A reserva do Batatã pode secar e deixar 25 bairros sem água

36 bairros da capital ficam sem água nesta 4a. feira

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema)informou em nota que 36 bairros de São Luís vão ficar sem água, amanhã (18). Motivo: manutenção corretiva no sistema reservatório que abastece a região .8 (R-8). A Caema informou que o desligamento do R-8 será das 8 às 18 horas, “para realização de manutenção corretiva na válvula de retenção do conjunto moto-bomba número 9 de água tratada”.

Continuar lendo 36 bairros da capital ficam sem água nesta 4a. feira