Militar envolvido na morte dos colegas em Buriticupu se apresenta ao quartel

O soldado da Polícia Militar Gladstone de Sousa, suspeito de participação na morte e ocultação do cadáver de outros dois policiais, apresentou-se ao comando da corporação nesta quinta (1º). Ele estava foragido, mas se entregou acompanhado de um advogado. Os policiais desaparecidos desde novembro de 2016 estariam envolvidos com crimes de extorsão, assaltos e associação criminosa envolvendo outros policiais militares do Maranhão, segundo revelado pela Secretaria de Segurança Pública na manhã de quarta-feira (31). A polícia crê que eles estão mortos, mas os corpos nunca foram encontrados. Vítimas e acusados estavam envolvidos em atividades ilícitas, como extorsão, na região de Buriticupu - conforme o comando da Secretaria de Segurança Púbica do Maranhão; O motivo do desaparecimento do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, não estaria relacionado com o exercício de atividades policiais líticas, mas sim de desentendimentos com outros componentes da quadrilha da qual eram parte. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), o tenente Josuel Alves de Aguiar foi preso em São Luís e o soldado Tiago Viana Gonçalves foi preso em Bom Jesus das Selvas.

Continuar lendo Militar envolvido na morte dos colegas em Buriticupu se apresenta ao quartel